Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2371
Title: Flotação aniônica de minério de ferro.
Authors: Nascimento, Débora Rosa
metadata.dc.contributor.advisor: Lima, Rosa Malena Fernandes
Keywords: Minérios - tratamento
Íons
Reagentes para flotação
Flotação
Minério de ferro - tratamento
Issue Date: 2010
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: NASCIMENTO, D. R. Flotação aniônica de minério de ferro. 2010. 116 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mineral) – Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2010.
Abstract: A crescente demanda por minério de ferro pelo mercado consumidor propicia a explotação e concentração de minérios marginais (de baixo teor de Fe e altos conteúdos de sílica e outras impurezas). No entanto, para a produção de concentrados a partir de minérios pobres e complexos dentro das especificações de mercado, faz-se necessário pesquisar novas rotas de processo. Dentre algumas possibilidades pode-se destacar a flotação aniônica direta dos minerais de ferro e flotação aniônica inversa dos minerais de ganga pela prévia ativação dos silicatos presentes. Nesse trabalho estão apresentados estudos de flotação aniônica direta e inversa de minério de ferro usando oleato de sódio como coletor. Em uma primeira fase foram efetuados estudos da interferência dos depressores metassilicato, fluorsilicato e hexametafosfato de sódio, dextrina branca e amido de milho na flotabilidade dos minerais hematita e quartzo com oleato de sódio nas dosagens de 50 mg/L para a hematita e 70 mg/L para o quartzo, em pH 7. Nesses estudos, verificou-se que o hexametafosfato de sódio não conduziu a separação seletiva entre os dois minerais e que com o condicionamento prévio do metassilicato de sódio na dosagem de 1 mg/L, em pH 9, foram obtidas flotabilidades de 82 e 32%, respectivamente para a hematita e quartzo. A ativação prévia dos minerais com MnCl2 (dosagem de 5 mg/L) e o posterior condicionamento com metassilicato de sódio (dosagem de 100 mg/L) e oleato de sódio (dosagem de 50 mg/L), resultou em flotabilidade de 73% do quartzo e 15% da hematita. Em pH 7, as espécies predominantes do Mn em solução são Mn2+ e o MnOH+, que se adsorveram sobre a superfície do quartzo tornando-a positiva, o que propiciou a adsorção do oleato sobre a superfície do mesmo. Esse efeito não foi observado para a hematita, cujo ponto isoelétrico foi de 7,8. Em ensaios de flotação direta, utilizando o depressor fluorsilicato de sódio, efetuados com a amostra de minério de ferro, da Mina Fábrica Nova, foram obtidos concentrados rougher com teor de Fe de 46,7% e de SiO2 de 28,8% e para o metassilicato de sódio, utilizando a mesma amostra, os teores obtidos foram 49,3 e 25,3% de Fe e SiO2, respectivamente. No caso da flotação inversa da ganga silicática com ativação prévia com MnCl2 os resultados foram piores do que aqueles obtidos na flotação direta do minério de Fábrica Nova.
metadata.dc.description.abstracten: The increasing demand for iron ore by the consumer market provides the exploitation and concentration of marginal ores (low Fe and high contents of SiO2 and other impurities). However, for the production of poor and complexes ore concentrates within the specifications of the market it is necessary to search new processing routes among them can highlight the direct anionic flotation of iron minerals. In this work, there are studies about anionic flotation of iron ore using sodium oleate as collector. In the first phase, were conducted studies about interference of depressants metasilicate, hexametaphosphate and fluorsilicate of sodium, dextrin white and corn starch in flotability of hematite and quartz with sodium oleate at doses of 50 mg/L for hematite and 70 mg/L for quartz at pH 7. In these studies, it was found that sodium hexametaphosphate did not lead to selective separation between the two minerals, and the conditioning with sodium metasilicate in the dosage of 1 mg/L, pH 9, were obtained flotability of 82 and 32% , respectively, for hematite and quartz. The previous activation of minerals with MnCl2 (dosage of 5 mg/L) and subsequent conditioning with sodium metasilicate (dosage of 100 mg/L) and oleic acid (dosage of 50 mg/L) resulted in 73% and 15% of flotability of quartz and hematite. At pH 7, the Mn predominant species in solution are Mn2+ and MnOH+, which is adsorbed on the surface of quartz making it positive, which allowed the adsorption of oleate on the surface. This effect was not observed for the hematite, whose isoelectric point was 7.8. In direct flotation tests, using the depressor fluorsilicate of sodium, made with the sample of iron ore from Mina Fábrica Nova, were obtained rougher concentrates with Fe content of 46.7% and 28.8% SiO2 and the metasilicate of sodium, using the same sample, the levels obtained were 49.3 and 25.3% Fe and SiO2, respectively. In the case of reverse flotation of gangue silicates with previous activation with MnCl2 resulted in worse results than those obtained in the direct flotation of the ore from Fábrica Nova.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2371
Appears in Collections:PPGEM - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_FlotaçãoAniônicaMinério.pdf2,13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.