Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2291
Title: Percepção sócio-ambiental e gestão participativa dos recursos hídricos : perfil da comunidade de Santa Rita Durão por meio do diagnóstico rápido participativo.
Authors: Ferreira, Tatiana Gomes
metadata.dc.contributor.advisor: Roeser, Hubert Mathias Peter
Keywords: Recursos hídricos
Percepção sócio-ambiental
Agenda 21
Mineração
Diagnóstico rápido participativo
Issue Date: 2011
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental. PROÁGUA, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: FERREIRA, T. G. Percepção sócio-ambiental e gestão participativa dos recursos hídricos : perfil da comunidade de Santa Rita Durão por meio do diagnóstico rápido participativo. 2011. 131 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) – Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2011.
Abstract: Atualmente, a mineração configura-se como um dos setores básicos da economia do país. Contudo, como várias outras atividades econômicas, a mineração provoca problemas ambientais, principalmente aos recursos hídricos. No distrito de Santa Rita Durão em Mariana – Minas Gerais ocorreu recentemente, a expansão de uma mina de extração de minério de ferro, que possui grande potencial poluidor/degradador. Diante dos problemas de degradação ambiental, causados especialmente pelos processos mineradores, esta pesquisa teve por objetivo denominar os impactos causados pela atividade mineradora, identificar e compreender os conflitos sócio-ambientais, especialmente relacionados aos recursos hídricos e realizar uma análise pontual da qualidade da água que abastece o distrito. A metodologia básica utilizada foi o Diagnóstico Rápido Participativo – DRP, aplicado junto à comunidade, aliado às análises física, química e biológica da água que abastece o distrito e à introdução de conceitos de topofilia e do indicador sistêmico Felicidade Interna Bruta, desenvolvido no Butão, com o apoio do PNUD. Esta pesquisa mostrou que as questões sócio-econômicas são as que mais afligem a população, sendo seguidas pelas questões ambientais. Os entrevistados não demonstraram ter relações afetivas com os corpos d’água presentes em seu entorno, visto que, pouco ou nada fazem para a preservação dos recursos hídricos. A mineração foi considerada como uma atividade negativa, devido ao desmatamento e a degradação de edificações, e os que a apontaram como positiva, levaram em consideração unicamente a geração de emprego. O principal impacto causado pela mineração foi a intensificação da degradação de edificações, devido ao tráfego constante de caminhões pesados à época da expansão da Mina da Alegria. As águas naturais e de algumas residências do distrito estão com sua qualidade alterada, devido principalmente, à contaminação bacteriológica e a níveis de enxofre acima do permitido por lei. Não foi detectada contaminação advinda da mineração em níveis acima do limite estabelecido por lei. O presente estudo foi realizado a partir de demanda da Agenda 21 Local de Mariana e da Agenda 21 do Quadrilátero Ferrífero e Núcleo de Estudos do Futuro, da UFOP e deverá servir de apoio à consolidação dos referidos programas, contribuindo também para o cumprimento das metas da Agenda 21 brasileira.
metadata.dc.description.abstracten: Currently, mining is configured as one of the basic sectors of the country’s economy. However, like many others economic activities, mining causes environmental problems, particularly related to water resources. In the district of Santa Rita Durão Mariana - Minas Gerais, recently occurred the expansion of a iron ore mining company, which has great potential polluter / degrading. Given the problems of environmental degradation, caused especially by the mining process, this research was aimed at to denominate possibly impacts caused by mining activity, identify and understand the socio-environmental conflicts, especially related to water resource and perform a timely analysis of the water quality supply in the district. The basic methodology used was the Participatory Rapid Appraisal - PRA, applied to the community, besides physical, chemical and biological analysis of the water quality supply in the district and the introduction of concepts of topofilia and Gross National Happiness systemic indicator, developed in Bhutan with support of UNDP. This research showed that socio-economic issues are the ones that afflict more the population, being followed by environmental issues. Respondents have not shown to have relationship with the water bodies of the district, since than little or nothing has been done for keeping the water quality preservation. Mining was considered as a negative activity, due to deforestation and degradation of buildings, and for those who pointed it out as positive, they took into consideration only the employment generation. The main impact from mining was the increasing in the deterioration of buildings structure due to the constant traffic of heavy trucks during the period of the Alegria Mine expansion. Water bodies and water from some residences in the district had their quality changed, mainly due to bacterial contamination and sulfur levels above the allowed by law. No contamination was detected coming from the mining at levels above the limit set by law. The present study was done by demand from the Local Agenda 21 of Mariana and Agenda 21 of the Iron Quadrangle and Center for Future Studies of UFOP and should help to support the consolidation of these programs, contributing to archive the goals established by the Brazilian Agenda 21.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2291
Appears in Collections:PROAMB - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_PercepçãoSócioAmbiental.pdf2,88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.