Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2257
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSouza, Henor Artur de-
dc.contributor.authorNascimento, Denise de Souza Cerqueira-
dc.date.accessioned2013-02-20T15:20:48Z-
dc.date.available2013-02-20T15:20:48Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.citationNASCIMENTO, D. S. C. Avaliação pós-ocupação e pós-uso de edificações estruturadas em aço. 2009. 124 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2009.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2257-
dc.description.abstractNo Brasil, a partir da década de 20, o aço foi utilizado em estruturas, esquadrias e acabamentos, permitindo que a construção civil evoluísse em sua racionalização, velocidade de construção, padronização, limpeza no canteiro de obras e coordenação da produção. Porém, mesmo com as visíveis vantagens, o aço ainda não era consideravelmente empregado devido ao seu alto preço e sua necessidade de mão-deobra qualificada. Somente a partir da década de 80, o aço teve uso considerável em grandes construções, visto que seu alto custo passou a ser compensado principalmente pela agilidade, padronização e leveza nas grandes construções. A atual necessidade de se construir rápido e sem desperdícios são os principais fatores responsáveis pelo aumento da utilização da estrutura e esquadria metálicas. O agravante, é que juntamente com o tempo que não se quer e não se pode perder, ocorre também o descaso com o conforto ambiental (ambiente x comportamento humano), ignorando os anseios e necessidades dos novos usuários de tais construções. Nesta pesquisa avalia-se o processo de pós-ocupação no conjunto habitacional Ferroviários, em Ipatinga-MG, compreendendo a dinâmica de ocupação dos espaços e a adequação dos usuários frente às condições de conforto ambiental das edificações. Analisa-se também o que os usuários estão fazendo para se adequarem às condições climáticas locais, visto que possuem uma qualidade considerável: a flexibilidade dos espaços construídos em estrutura metálica. A avaliação é realizada por meio da avaliação pós-ocupação, com investigações qualitativa e quantitativa in loco. Nesta pesquisa observa-se que as edificações estruturadas em aço, quando bem executadas, não apresentam problemas patológicos significativos. Nota-se também nos resultados que, embora 92% dos usuários estarem subjetivamente satisfeitos com a moradia, 61% dos usuários apresentam-se insatisfeitos com as condições precárias de conforto ambiental, confirmado por meio dos resultados aferidos in loco.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherPrograma de Pós Graduação em Engenharia Civil. Departamento de Engenharia Civil, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.subjectAvaliação pós-ocupaçãopt_BR
dc.subjectEstruturas metálicaspt_BR
dc.subjectConstrução estruturada em açopt_BR
dc.subjectConjuntos habitacionaispt_BR
dc.subjectAço - flexibilidadept_BR
dc.titleAvaliação pós-ocupação e pós-uso de edificações estruturadas em aço.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.description.abstractenIn Brazil, from the twenties on, the steel was used in structures, squadries and final touches, allowing the civil construction to grow in its rationalization, construction speed, standards, construction set cleaning and production coordination. However, even with its visible advantages, the steel wasn’t considerably applied due to its high costs and qualified labor necessity. Only from the eighties on, the steel had its use on larger constructions, in consequence of the high costs compensation specially by its speed, standard and lightness in large constructions. The actual necessity to build fast and without waste are the main factors responsible to the greater use of metallic structures. The point is that there is a nonsense about the environmental implications (environment vs. human behavior), ignoring the necessities from the new customers of such constructions, This research is performed an post occupation evaluation at the Residential Ferroviários, in Ipatinga MG, caring about the occupational dynamics from its spaces, and adequate set related to the environmental comfort. Its used a qualitative point of view, within interviews, questionnaires and situational diagnosis and also measurements. The conservation status is good in general, however, there should be performed some structural recoveries in a periodic set. In a general aspect the results indicate that even if the 92% of the users are satisfied with their residence, 61% of them are not satisfied regarding environmental comfort.-
Appears in Collections:PROPEC - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÂO_AvaliaçãoPós-ocupaçãoPós-uso.pdf7,05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.