Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2246
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFilho Oliveira, Waldyr Lopes de-
dc.contributor.authorLima, Luciana de Morais Kelly-
dc.date.accessioned2013-02-20T14:09:16Z-
dc.date.available2013-02-20T14:09:16Z-
dc.date.issued2006-
dc.identifier.citationLIMA, L. M. K. Retroanálise da formação de um depósito de rejeitos finos de mineração construído pelo método subaéreo. 2006. 125 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2006.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2246-
dc.description.abstractA crescente exploração mineral contribui diretamente para o aumento na produção de rejeitos. Desta forma, áreas cada vez maiores são requeridas como destino final para seu armazenamento, que via de regra acontece de forma contínua, na condição natural, sem nenhum tipo de preparação para descarte. Essa prática gera depósitos com materiais de baixa densidade, muito compressíveis e com baixa capacidade de suporte. Essas características, que penalizam a estocagem e dificultam a reabilitação, têm sido objeto de estudos da engenharia geotécnica nas últimas décadas. Neste contexto surgiram contribuições importantes no conhecimento sobre as propriedades de engenharia dos rejeitos e também nas técnicas de disposição. O presente trabalho examina um método alternativo de disposição de rejeitos finos conhecido como subaéreo, fazendo a retroanálise da formação de um depósito de rejeitos construído com essa técnica. O princípio desse método, que também se aplica a outros métodos alternativos, é o descarte de rejeitos em finas camadas, alternando ciclos de lançamento e espera (sem lançamento), permitindo a drenagem e/ou evaporação da água durante a espera. Essa operação permite a otimização de fenômenos físicos como adensamento e ressecamento do solo fino. A abordagem utilizada nessa pesquisa para a retroanálise foi feita segundo duas frentes distintas, mas complementares. A primeira, mais qualitativa, tratou de identificar no terreno o perfil estratigráfico do depósito e sua história de formação. Isso foi possível através da análise de documentos diversos (projetos, relatórios, comunicações pessoais, fotos, etc.) e da realização de uma campanha de investigações geotécnicas de campo e de laboratório. A outra etapa, de cunho mais quantitativo, tratou da modelagem do método subaéreo através de solução numérica dos eventos de adensamento a grandes deformações e de ressecamento de solos finos, seguindo as etapas de enchimento e de espera previsto naquela técnica.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherPrograma de Pós Graduação em Engenharia Civil. Departamento de Engenharia Civil, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.subjectMineração - resíduospt_BR
dc.subjectAnálise numéricapt_BR
dc.subjectTeste de materiaispt_BR
dc.subjectConstrução civilpt_BR
dc.subjectEngenharia geotécnicapt_BR
dc.titleRetroanálise da formação de um depósito de rejeitos finos de mineração construído pelo método subaéreo.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.description.abstractenThe growing mineral exploration generates increasing amounts of mining tailings that need to be properly disposed, requiring larger and larger areas. The conventional way of tailings disposal consists of spigotting tailings in a pulp form within an impoundment. This practice generates low density, compressible and soft deposits. These characteristics, which harm storage of tailings and make rehabilitation difficult, have been of concern to geotechnical engineers in the last decades. In this context, important developments on both engineering properties and tailings disposal have been made. This work investigates an alternative method of fine tailings disposal, known as subaerial, by making a back analysis of a tailings deposit built using that construction technique. The method, which also applies to other alternative approaches, consists of discarding thin layers of tailings, alternating cycles of filling and resting (no deposition), and allowing drainage and/or evaporation to take place during the resting period. This operation leads to the optimization of physical processes such as consolidation and desiccation. The research approach for the back analysis was done in two distinct but complementary fronts. The first - more qualitative, tried to identify the stratigraphic profile of the deposit and its formation history. This was made possible through document screening (design plans, technical reports, personal communications, photos, etc.) and by establishing a geotechnical program of field and laboratory investigations. The other front – more quantitative, sought to model the subaerial method by using numerical solutions of the soft soil large strain consolidation and desiccation events, following the filling and resting steps according to that technique.-
Appears in Collections:PROPEC - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_RetroanáliseFormaçãoDepósito.pdf4,69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.