Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2173
Title: Zoneamento florístico em campo ferruginoso em uma área do sul-sudeste do Quadrilátero Ferrífero, MG.
Authors: Ataíde, Eduardo Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Castro, Paulo de Tarso Amorim
Keywords: Geologia ambiental
Quadrilátero Ferrífero - MG
Afloramento - geologia
Vegetação - campo rupestre ferruginoso - Itabirito - MG
Issue Date: 2010
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Evolução Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia. Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: ATAÍDE, E. S. Zoneamento florístico em campo ferruginoso em uma área do sul-sudeste do Quadrilátero Ferrífero, MG. 2010. 76 f. Dissertação (Mestrado em Evolução Crustal e Recursos Naturais) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2010.
Abstract: O presente estudo apresenta o inventário florístico e fitossociológico de uma área de campo ferruginoso localizada na Serra de Antônio Pereira, na região sul-sudeste do Quadrilátero Ferrífero no município de Ouro Preto, Minas Gerais. Para a coleta de dados foram demarcadas 15 unidades amostrais de 10 x 10 m em cada litotipo do substrato estudado: a canga couraçada e o afloramento de itabirito. Todas as unidades amostrais ocupam um mesmo perfil de inclinação com azimute NE. As campanhas de campo se estenderam de março de 2007 a outubro de 2008 e foram realizadas, em média, semanalmente. As coletas restringiram-se apenas nas espécies fanerógamas encontradas dentro das unidades amostrais e nas áreas de entorno. Foram inventariadas 182 espécies reunidas em 47 famílias, sendo 102 espécies dentro das unidades amostrais e 80 espécies nas áreas de entorno. As famílias com maior riqueza de espécies nas unidades amostrais foram: Asteraceae (14 spp), Poaceae e Orchidaceae (8 spp cada), Fabaceae e Melastomataceae (7 spp cada), Myrtaceae e Verbenaceae (6 spp cada), Cyperaceae, Lauraceae, Rubiaceae e Euphorbiaceae (4 spp cada). Nos dois ambientes estudados, a família Poaceae se destacou com os maiores índices de valor de importância (IVI). No ambiente canga couraçada, Vellozia glabra obteve o maior IVI, e Tibouchina multiflora apresentou maior frequência relativa (FR=100%) sendo encontrada em todas as unidades amostrais deste ambiente. No ambiente afloramento de itabirito a espécie com maior IVI foi Lagenocarpus rigidus e Diplusodon buxifolius apresentou maior frequência relativa (FR=100%). As análises de similaridade revelaram que os ambientes apresentam uma composição florística similares com formação de 4 grupos distintos entre os ambientes. Os Índices de Diversidade de Shannon-Wiener e Índice de equitabilidade de Pielou dos ambientes estudados apresentaram valores muito semelhantes. Na análise integrada dos dois ambientes, constatou-se que a forma de vida predominante foi a fanerófita, porém, as hemicriptófitas apresentaram altos valores de frequência relativa e de dominância relativa. A análise da umidade do substrato presente nas unidades amostrais revelou valores baixos, ou seja, baixa capacidade de retenção de água nos ambientes canga couraçada e afloramento de itabirito. A ocorrência de espécies exclusivas em cada ambiente, como foi observado, está relacionado aos diferentes hábitats existentes em função do litotipo do substrato que as suporta. No geral os ambientes canga couraçada e afloramento de itabirito foram considerados similares quanto à composição florística e distintos quanto à estrutura da vegetação.
metadata.dc.description.abstracten: This study presents the floristic and fitossociologic inventory of an area of a rupestrian ferruginous field located in Serra de Antônio Pereira, in the south – southeast region of Iron Quadrangle in Ouro Preto, Minas Gerais. In order to collect data, 15 sample units of 10x10m were limited in each litotype of the substract studied: canga couraçada and itabirite outcrop. All the sample units have the same profile of NE azimuth inclination. The field collections went from March, 2007 to October, 2008, and were carried out, on average, weekly. Collections were restricted to Phanerogamae species found within the sample units and occasionally in the surrounding areas. 182 species were classified and gathered in 47 families with 102 species within the samples units and 80 species in the surroundings. The families with greater specific richness in the sample units were: Asteraceae (14 spp), Poaceae and Orchidaceae (8 spp each), Fabaceae and Melastomataceae (7 spp each), Myrtaceae and Verbenaceae (6 spp each), Cyperaceae, Lauraceae, Rubiaceae and Euphorbiaceae (4 spp each). In both environments studied, the Poaceae family stood up with the highest rates of importance value (IV). In the canga couraçada environment, Vellozia glabra attained the highest IV, and Tibouchina multiflora presented the highest relative frequency (FR=100%), having been found in every sample unit in this environment. In the itabirite outcrop environment, the species with highest IV was Lagenocarpus rigidus and Diplusodon buxifolius presented the highest relative frequency (FR=100%). Similarity analysis revealed that the environments present similar floristic composition with forming four distinct groups between the environments. The Diversity rates of Shannon-Wiener and the rate of Equitability of Pielou of the environments studied presented very similar results. In the integrated analysis of both environments, it was observed that the predominant form of life was the phanerophyte, however, the hemicryptophyte presented high values of relative frequency and relative dominance. The analysis of substract humidity present in the sample units showed low values, that is, low capacity of water retention in the environments of canga couraçada and itabirite outcrop. The occurrence of exclusive species in each environment, as it was observed, is related to the different existing habitats according to the litotype of the substract supporting them. In general, the environments canga couraçada and itabirite outcrops were considered similar concerning the floristic composition and distinct concerning the vegetation structure.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2173
Appears in Collections:PPGECRN - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_ZoneamentoFlorísticoCampo.pdf6,16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.