Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2114
Title: Concentração de sódio e glicose em soro de reidratação oral preparado por Agentes Comunitários de Saúde.
Other Titles: Sodium and glucose concentration in therapeutical solution for oral rehydration prepared by Community Health Agents.
Authors: Carmo, Liliane Fernandes do
Pereira, Lilian Maciel Rosa
Silva, Camilo Adalton Mariano da
Cunha, Aureliano Claret da
Quintaes, Késia Diego
Keywords: Glicose
Educação em saúde
Diarreia infantil
Sódio
Glucose
Issue Date: 2012
Citation: CARMO, L. F. do et al. Concentração de sódio e glicose em soro de reidratação oral preparado por agentes comunitários de saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v. 17, n.2, p. 445-452, fev. 2012. Disponível em: <http://www.scielosp.org/pdf/csc/v17n2/a17v17n2.pdf>. Acesso em: 25 jul. 2012.
Abstract: A diarreia infantil é importante causa de morbimortalidade, sendo indicativo para terapia de reidratação oral (TRO). Este estudo objetivou avaliar o teor de sódio e glicose em soro de reidratação oral preparado por Agentes Comunitários de Saúde (ACS) que atuam em Unidades Básicas de Saúde (UBS), caracterizando o perfil e o conhecimento destes sobre a TRO. Após responderem questionário com informações profissionais e sobre a TRO, os ACS a prepararam por três métodos. O teor de glicose e de sódio das TRO foi determinado e comparado ao proposto pela OMS. Na análise estatística foram utilizados ANOVA, Tukey e odds ratio. Participaram do estudo 52 ACS, majoritariamente mulheres e com ensino médio completo (90,4%). A adequação da TRO foi de 3,9; 9,8 e 28,9% para a colher caseira, colher medida e punhado pitada, respectivamente. O preparo da TRO com a colher caseira resultou em 88,0% das amostras com teor de sódio perigoso à saúde (>101 mmol/L). Entre os ACS, 38,5% tinham menos de 2 anos de trabalho, com risco 4,8 vezes maior de preparar TRO inadequada em sódio. Os ACS referiram indicar a TRO no tratamento da diarreia infantil, desconhecendo efeitos colaterais do preparo inadequado. A composição da TRO produzida pelos ACS foi inadequada em todos os métodos. É recomendável treinamento dos ACS no preparo da TRO. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT: Infant Diarrhea is a major cause of morbidity and mortality in children and oral rehydration therapy (ORT) is required. This study evaluates the composition of ORT prepared by Community Health Agents (CHAs) working in Basic Health Units, assessing their profile and knowledge about ORT. After the CHAs answer specific questions, they are invited to prepare ORT using three methods. Glucose and sodium levels were then quantified and compared with WHO recommendations. ANOVA, Tukey and odds ratio were used for statistical analysis. 52 CHAs participated, mainly females, and 90.4% with full high school education. The adequacy of the ORT was 3.9; 9.8 and 28.9% for table spoon, measuring spoon and pinch and scoop, respectively. The ORT preparation by table spoon resulted in 88% of samples with dangerous levels of sodium (>101mmol/L). 38.5% of the CHAs had less than 2 years experience, leading to a 4.8 times greater risk of preparing ORT with high sodium. The CHAs indicated ORT as a treatment for diarrhea, though they were unaware of the side effects of inadequate preparation. The composition of the ORT produced by the CHAs was inadequate in all methods tested. The CHAs revealed a lack of knowledge of the side effects iof ORT with inadequate salt levels. The recommendation is to train the CHAs in ORT preparation.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2114
ISSN: 14138123
metadata.dc.rights.license: O periódico Ciência e Saúde Coletiva permite o armazenamento das versões pré-print e pós-print. Fonte Diadorim. Disponível em : http://diadorim.ibict.br/handle/1/378 Acesso em: 18/02/2014
Appears in Collections:DENCS - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_ConcentraçãoSódioGlicose.pdf185,11 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.