Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/1965
Title: A Formação Salinas, Orógeno Araçuaí (MG) : história deformacional e significado tectônico.
Other Titles: The Salinas Formation, Araçuaí Orogen (MG) : deformation history and tectonic significance.
Authors: Santos, Reginato Fernandes dos
Alkmim, Fernando Flecha de
Soares, Antônio Carlos Pedrosa
Keywords: Orógeno Araçuaí
Evento brasiliano
Grupo Macaúbas
Formação salinas
Araçuaí Orogen
Issue Date: 2009
Citation: SANTOS, R. F. dos; ALKMIM, F. F. de; SOARES, A. C. P. A Formação Salinas, Orógeno Araçuaí (MG) : história deformacional e significado tectônico. Revista Brasileira de Geociências, v. 39, n. 1,p. 81-100, mar. 2009. Disponível em: <http://ppegeo.igc.usp.br/pdf/rbg/v39n1/v39n1a07.pdf>. Acesso em: 03 dez. 2012.
Abstract: A Formação Salinas, constituída de meta-arenitos, metapelitos e metaconglomerados, tem como principal área de ocorrência as vizinhanças da cidade homônima (norte de MG), onde jaz em discordância sobre rochas do Grupo Macaúbas, a oeste, e é intrudida por corpos graníticos neoproterózicos e cambrianos, a leste. Quatro gerações de estruturas deformacionais foram caracterizadas nessa região e três delas afetam as rochas da Formação Salinas. Os elementos da fase mais antiga, DD, correspondem a dobras, falhas e estruturas de convolução e são de natureza adiastrófica, sin-deposicional. Relacionadas ao desenvolvimento do Orógeno Araçuaí, têm-se as fases D1, D2 e DG. A fase D1, representada por dobras e zonas de cisalhamento associadas a uma série de estruturas de pequena escala, teve lugar durante o Evento Brasiliano (585 a 560 Ma) e foi acompanhada de metamorfismo regional nas condições da fácies xisto verde a anfibolito. A fase D2, associada ao colapso distensional do orógeno (520 a 500 Ma), é marcada por um trem de dobras vergentes para ESE associadas a uma clivagem de crenulação e por zonas de cisalhamento normais. Estas estruturas afetam somente unidades do Grupo Macaúbas. A fase DG, associada ao processo de intrusão das rochas graníticas da região, foi responsável pelo arqueamento das camadas da Formação Salinas, acompanhado por um evento de metamorfismo de contato. A constituição, idade, história deformacional e o cenário tectônico da Formação Salinas no Orógeno Araçuaí indicam que sua deposição deu-se em uma bacia sin-orogênica (flysch), desenvolvida entre uma margem passiva e uma frente orogênica em desenvolvimento.
metadata.dc.description.abstracten: The Salinas Formation, made up of metasandstones, metapelites and metaconglomerates, occurs mainly in the surroundings of the town of Salinas, northern Minas Gerais. In this region, rocks of the Salinas Formation lie unconformably on top of the Macaúbas Group on the west, and are intruded by Neoproterozoic and Cambrian granites on the east. Four generations of deformational structures were documented in this region, three of them affecting the Salinas rocks. The structures of the oldest phase, DD, representing an episode of syn-sedimentary deformation, include folds, faults and convolute bedding. The subsequent phases, D1, D2 and DG are related to the development of the Araçuaí orogen. The D1 phase, represented by folds, shear zones, and a whole series of small-scale elements, took place during the Brasiliano event (585 to 560 Ma) and was associated to regional metamorphism in the green schist to amphibolite facies conditions. The D2 phase, corresponding to the extensional collapse of the orogen (520 to 500 Ma), is recorded by fold trains that cascade down to ESE. These structures are associated to a crenulation cleavage and normal-sense shear zones, which affect only the metasediments of the Macaúbas Group. The DG phase, related to the emplacement of granite bodies, caused folding and contact metamorphism in the Salinas rocks. The nature, age, deformation history and tectonic setting of Salinas Formation in the Araçuaí orogen point out to a deposition in a syn-collisional basin - a flysch basin -, developed between a passive margin and an orogenic front.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/1965
ISSN: 03757536
metadata.dc.rights.license: Todo o conteúdo do periódico Revista Brasileira de Geociências, exceto onde identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho em qualquer suporte ou formato desde que sejam citados o autor e o licenciante. Fonte: Revista Brasileira de Geociências <http://www.scielo.br/revistas/bjgeo/iinstruc.htm>. Acesso em: 12 jan. 2017.
Appears in Collections:DEGEO - Artigos de periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_FormaçãoSalinasOrógeno.pdf2,99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.