Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/18067
Title: Medicamentos potencialmente perigosos na atenção primária à saúde em um município de médio porte de Minas Gerais : desafios para a segurança do paciente.
Authors: Ferreira, Wandiclécia Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor: Nascimento, Renata Cristina Rezende Macedo do
Keywords: Segurança do paciente
Erros de medicação
Uso de medicamentos
Profissionais de saúde
Insulina
Issue Date: 2023
metadata.dc.contributor.referee: Nascimento, Renata Cristina Rezende Macedo do
Martins, Maria Auxiliadora Parreiras
Belo, Vanessa de Almeida
Citation: FERREIRA, Wandiclécia Rodrigues. Medicamentos potencialmente perigosos na atenção primária à saúde em um município de médio porte de Minas Gerais : desafios para a segurança do paciente. 2023. 78 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) – Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2023.
Abstract: Em 2004, a Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou a Aliança Mundial para a Segurança do Paciente, com o objetivo de incentivar a qualidade e a segurança na assistência em saúde. Mas somente em 2013, foi instituído, no Brasil, o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP). Dentre os seis protocolos estabelecidos pelo PNSP, destaca-se o “Protocolo de Segurança na Prescrição, Uso e Administração de Medicamentos”, que visa promover boas práticas em todas as etapas do processo de medicação, nos serviços de saúde. Neste contexto, destacam-se os Medicamentos Potencialmente Perigosos (MPP), que possuem risco aumentado de provocar danos significativos ao paciente em decorrência de uma falha no processo de utilização. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar o conhecimento dos profissionais de saúde sobre os MPP e identificar os problemas relacionados à prescrição de insulina na Atenção Primária à Saude (APS), em Ouro Preto, Minas Gerais. Trata-se de um estudo observacional do tipo transversal, aprovado pelo comitê de ética em pesquisa da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). A coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas estruturadas, realizadas entre os meses de março e agosto de 2023, e análise de prescrições contendo insulina, um MPP padronizado na APS, atendidas na Farmácia Escola da UFOP, no período de agosto/2022 a julho/2023. Após leitura e assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, foram entrevistados 62 profissionais de saúde atuantes na APS e que estavam vinculados ao processo de prescrição, dispensação, uso e/ou administração de medicamentos, a fim de avaliar o conhecimento dos mesmos sobre MPP. Dentre estes, 77,4% eram do sexo feminino, tinham idade média de 41±10,2 anos e trabalhavam em média há 14,0±9,3 anos na função. Apenas 12,9% afirmaram ter um grau de conhecimento suficiente sobre MPP e dentre os 26 medicamentos classificados como MPP, 61,0% foram identificados corretamente. Além disso, foram avaliadas 257 prescrições totalizando 1.114 medicamentos, sendo 74,3% digitadas. Apenas 10,5% continham a data de nascimento do paciente, que é um dado obrigatório, e 78,4% das insulinas apresentavam as abreviaturas U ou UI, as quais tem a recomendação de serem abolidas para evitar erros de medicação. A partir destes dados foi possível identificar um baixo conhecimento sobre MPP e falhas na implantação do protocolo de segurança na prescrição de insulina, indicando a necessidade de uma capacitação para os profissionais de saúde, com foco nos MPP, a fim de promver o uso racional de medicamentos e a segurança do paciente, conforme preconiza o PNSP.
metadata.dc.description.abstracten: In 2004, the World Health Organization (WHO) launched the World Alliance for Patient Safety, with the aim of encouraging quality and safety in health care. But it was only in 2013 that the National Patient Safety Program (NPSP) was established in Brazil. Among the six protocols established by the NPSP, the “Safety Protocol in the Prescription, Use and Administration of Medicines” stands out, which aims to promote good practices in all stages of the medication process, in health services. In this context, High-Alert Medication (HAM) is highlighted, whichhave an increased risk of causing significant harm to the patient as a result of a failure in the use process. Thus, this study aimed to evaluate the knowledge of health professionals about HAM and identify problems related to insulin prescrition in Primary Health Care (PHC) in Ouro Preto, Minas Gerais. This is a cross-sectional study, approved by the research ethics committee of the Federal University of Ouro Preto (UFOP). Data collection took place through structured interviews, carried out between march and august 2023 and analysis of prescriptions containing insulin, a standardized HAM in PHC, dispensed at UFOP School Pharmacy from august/2022 to july 2023. After reading and signing the Free and Informed Consent Form, 62 health PHC professionals who worked in the medication process were interviewed. Among these, 77,4 % were female, had a mean age of 41±10.2 yearsand had been working in the PHC for an average of 14.0±9.3 years. Only 12,9% declared to have a sufficient degree of knowledge about HAM and among the 26 drugs classified as HAM, 61,0% were correctly identified. In addition, 257 prescriptions, totaling 1.114 medicines were evaluated, 74,3% of which were typed. Only 10.5% contained the patient's date of birth, which is a mandatory data, and 78,4% of insulins had the abbreviations U or UI, which are recommended to be abolished to avoid medication errors. With regard to harm prevention strategies adopted by health professionals in the use of HAM, the restricted access to medication, verification of certain aspects of drug therapy and double checking were highlighed. Based on these initial data, it was already possible to identify a low knowledge about MPP and failures in the implementation of the safety protocol when prescribing insulin, indicating the need for health professionals training, with a focus on HAM, in order to promote the rational use of medicines and patient safety, as recommended by the NPSP.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas. Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/18067
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 26/01/2024 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:CIPHARMA - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÂO_MedicamentosPotencialmentePerigosos.pdf3,09 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons