Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/18005
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorDelgado, Victor Maia Sennapt_BR
dc.contributor.advisorFrancisco Neto, Antôniopt_BR
dc.contributor.authorSantos, Larissa Nunes dos-
dc.date.accessioned2024-01-18T21:17:25Z-
dc.date.available2024-01-18T21:17:25Z-
dc.date.issued2022pt_BR
dc.identifier.citationSANTOS, Larissa Nunes dos. Demanda de mercado sem o uso de funções de utilidade: abordagem por meio do paradigma da escolha com consumidores irracionais. 2022. 122 f. Dissertação (Mestrado em Economia Aplicada) – Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2022.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/18005-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Economia Aplicada. Departamento de Ciências Econômicas e Gerenciais, Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractA teoria tradicional da maximização da utilidade é amplamente difundida no meio acadêmico, apesar de sofrer críticas em relação a alguns de seus pressupostos, especialmente à racionalidade. Neste contexto, Becker (1962) buscou provar que os axiomas referentes às preferências racionais – completude, transitividade e continuidade – são mais restritivos do que se faz necessário para atingir a Lei da Demanda. Com isso, o autor propôs um modelo de agentes alcunhados como “irracionais”. Neste presente trabalho, por meio de simulações de consumidores que aleatorizam sobre uma restrição orçamentária e empregando-se códigos na linguagem de programação do R, conseguiu-se replicar o modelo de Becker de uma maneira mais ampla. Como método, foi utilizada essencialmente a estática comparativa para analisar 20 mil consumidores simulados. Tais consumidores se encontram, na média, no meio da restrição orçamentária e a escolha particular de cada um deles está sujeita a uma distribuição uniforme. As simulações foram realizadas visando estressar a Lei da Demanda para diversos casos e o foco foi mantido apenas no modelo de consumidores randômicos. Um ponto muito relevante nessa dissertação é a incorporação do axioma fraco a esse consumidor aleatório, pois ele aumenta os casos de mantenimento da Lei da Demanda. Como conclusão entende-se que a Lei da Demanda é respeitada, na média, para consumidores que seguem os pressupostos desse modelo e que existe uma probabilidade máxima q, que garantem essa lei.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/us/*
dc.subjectComportamento do consumidorpt_BR
dc.subjectConsumidores - preferênciapt_BR
dc.subjectRazão práticapt_BR
dc.titleDemanda de mercado sem o uso de funções de utilidade : abordagem por meio do paradigma da escolha com consumidores irracionais.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 13/12/2023 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais.pt_BR
dc.contributor.refereeDelgado, Victor Maia Sennapt_BR
dc.contributor.refereeFrancisco Neto, Antôniopt_BR
dc.contributor.refereeBarrenechea, Martin Harry Vargaspt_BR
dc.contributor.refereePeñaloza, Rodrigo Andrés de Souzapt_BR
dc.description.abstractenThe traditional theory of maximizing utility is widely disseminated in academia, despite being criticized in relation to some of its assumptions, especially the rationality. In this context, Becker (1962) sought to prove that the axioms referring to rational preferences – completeness, transitivity and continuity – are more restrictive than it is necessary to achieve the Law of Demand. With this, the author proposed a model of agents nicknamed as "irrational". In this present work, through simulations of consumers who randomize about a budget constraint and using codes in the R programming language, it was possible to replicate Becker's model in a broader way. As a method, comparative statics was essentially used to analyze 20,000 simulated consumers. Such consumers are, on average, in the middle of the budget constraint and the particular choice of each of them is subject to a uniform distribution. The simulations were carried out in order to stress the Law of Demand for several cases and the focus was maintained only on the random consumer model. A very relevant point in this dissertation is the incorporation of the weak axiom to this random consumer, as it increases the cases of maintenance of the Law of Demand. As a conclusion, it is understood that the Law of Demand is respected, on average, for consumers who follow the assumptions of this model and that there is a maximum probability q, which guarantee this law.pt_BR
Appears in Collections:PPEA - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACÃO_DemandaMercadoUso.pdf1,73 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons