Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/17896
Title: Planejamento, síntese e avaliação citotóxica de novas chalconas derivadas do 2-METOXI-4-PROPILFENOL, a partir da otimização estrutural de um composto hit.
Authors: Nakao, Izadora Amaral
metadata.dc.contributor.advisor: Souza, Thiago Belarmino de
Keywords: Preparações farmacêuticas
Espectroscopia de ressonância magnética
Chalconas
Câncer
Issue Date: 2023
metadata.dc.contributor.referee: Souza, Thiago Belarmino de
Dias, Danielle Ferreira
Braga, Saulo Fehelberg Pinto
Citation: NAKAO, Izadora Amaral. Planejamento, síntese e avaliação citotóxica de novas chalconas derivadas do 2-METOXI-4-PROPILFENOL, a partir da otimização estrutural de um composto hit. 2023. 167 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) – Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2023.
Abstract: O câncer representa a segunda maior causa de mortes no Brasil e no mundo e a busca por novas terapias para esta doença é um desafio constante, em vista da agressividade e toxicidade associadas aos tratamentos disponíveis. Atualmente existem diversos fármacos disponíveis para o tratamento do câncer porém, apesar do seu objetivo principal consistir na destruição das células neoplásicas, estes atuam de forma não seletiva, o que consiste na principal limitação do tratamento, justificando a busca por novas substâncias mais potentes e seletivas. No âmbito das substâncias naturais biologicamente ativas, as chalconas, flavonoides de cadeia aberta contendo dois anéis aromáticos unidos por um sistema α,β-insaturado, são amplamente distribuídas no reino vegetal, e exibem um diversificado espectro de atividades biológicas, dentre elas, potencial antitumoral. Recentemente nosso grupo relatou a síntese de uma série de chalconas inéditas derivadas do eugenol e análogos, dentre as quais uma delas (substância I, derivada do 2-metoxi-4-propil-fenol), se destacou quanto ao seu potencial citotóxico, sendo mais de duas vezes mais potente e três vezes menos tóxica que a doxorrubicina contra células de hepatocarcinoma humano (HepG2). Considerando estratégias de modificações moleculares, como hibridação molecular e bioisosterismo, realizou-se neste trabalho o planejamento e síntese de novas chalconas derivadas da chalcona I e a avaliação do seu potencial citotóxico contra diferentes linhagens de células tumorais. Todas as substâncias sintetizadas foram devidamente caracterizadas por espectroscopia de ressonância magnética nuclear (RMN) de 1H e 13C e sua atividade citotóxica avaliada contra as linhagens tumorais HeLa, HepG2, T24 e TOV-21G, além da linhagem humana sadia MRC-5. Dentre os derivados ativos, a chalcona 19 apresentou a atividade mais promissora, sendo ativa contra todas as linhagens tumorais avaliadas, com valores de CC50 de 7,05 μM (HeLa), 5,61 μM (HepG2), 6,60 μM (TOV-21G) e 2,08 μM (T24), e índice de seletividade até 250 vezes maior que a doxorrubicina, fármaco utilizado como controle positivo nos testes realizados, para a linhagem TOV-21G.
metadata.dc.description.abstracten: Cancer represents the second cause of death in Brazil and worldwide, and the pursuit of new therapies for this disease remains a constant challenge, given the aggressiveness and toxicity associated with available treatments. While various drugs are currently accessible for cancer treatment, their non-selective mode of action, despite aiming at neoplastic cell destruction, remains the primary limitation of treatment, thus justifying the search for more potent and selective compounds. Within the biologically active natural substances, chalcones, open-chain flavonoids with two aromatic rings linked by an α,β-unsaturated system, are widely distributed in the plant kingdom and exhibit a diverse spectrum of biological activities, including potential antitumor effects. Recently, our group reported the synthesis of a series of novel chalcones derived from eugenol and its analogs. Among these, one compound (Substance I, derived from 2-methoxy-4-propylphenol) stood out for its cytotoxic potential, being more than twice as potent and three times less toxic than doxorubicin against human hepatocarcinoma cells (HepG2). In consideration of molecular modification strategies, such as molecular hybridization and bioisosterism, this work entails the design and synthesis of new chalcones derived from chalcone I, along with an evaluation of their cytotoxic potential against different cancer cell lines. All synthesized compounds were appropriately characterized using 1H and 13C nuclear magnetic resonance (NMR) spectroscopy, and their cytotoxic activity was assessed against the tumor cell lines HeLa, Hep-G2, T24, and TOV-21G, as well as the healthy human cell line MRC-5. Among the active derivatives, Chalcone 19 exhibited the most promising activity, being effective against all evaluated tumor cell lines, with CC50 values of 7.05 μM (HeLa), 5.61 μM (HepG2), 6.60 μM (TOV-21G), and 2.08 μM (T24), and a selectivity index up to 250 times higher than doxorubicin, the positive control drug used in the tests, for the TOV-21G cell line.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas. Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/17896
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 14/11/2023 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:CIPHARMA - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_PlanejamentoSínteseAvaliação.pdf7,36 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons