Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/17850
Title: Carga de doenças crônicas atribuível ao consumo de bebidas açucaradas no Brasil.
Authors: Leal, Joice Silva Vieira
metadata.dc.contributor.advisor: Menezes, Mariana Carvalho de
Keywords: Doenças crônicas
Bebidas - açúcar
Custos da doença
Doenças - carga
Epidemiologia
Issue Date: 2022
metadata.dc.contributor.referee: Menezes, Mariana Carvalho de
Machado, Ísis Eloah
Mendes, Mariana Santos Felisbino
Citation: LEAL, Joice Silva Vieira. Carga de doenças crônicas atribuível ao consumo de bebidas açucaradas no Brasil. 2022. 78 f. Dissertação (Mestrado em Saúde e Nutrição) - Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto, Escola de Nutrição, Ouro Preto, 2022.
Abstract: Introdução: O consumo de bebidas açucaradas está entre os principais marcadores do padrão alimentar não saudável, e um dos principais fatores de risco para as doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs). Nesse sentido, esse estudo objetivou estimar a carga financeira e na saúde de DCNTs atribuíveis ao consumo de bebidas açucaradas pela população brasileira, em 2019, e a mudança entre os anos de 1990 e 2019, por sexo e unidade federativa (UF). Métodos: Trata-se de um estudo ecológico descritivo com utilização de dados secundários obtidos a partir do Global Burden of Disease Study (GBD 2019) e do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), para o Brasil. A carga foi estimada pela fração atribuível populacional (FAP) para cada DCNT, e as métricas utilizadas foram os anos de vida perdidos ajustados por incapacidade (DALY) - obtidos a partir da soma dos anos de vida perdidos por morte prematura (YLL) e dos anos de vida perdidos devido à incapacidade (YLD) - e óbitos. Os valores de custos financeiros foram obtidos pela multiplicação dos custos totais em procedimentos de alta e média complexidade de cada desfecho pela FAP. Para cada métrica, as taxas bruta e padronizada por idade e seus respectivos intervalos de incerteza (IIs), de 95%, são apresentados. Resultados: Em 2019, o consumo de SSB causou uma perda de 233.436,09 (II95% 157.094,89 – 302.483,29) DALY e 7.657,9 (II95% 5.131,26 – 9.795,68) de óbitos por DCNTs no Brasil, sendo esses valores maiores para os homens [132.424,55 DALYS (II95% 89.539,63 – 172.635); 4.174,36 óbitos (II95% 2.871,55 - 5.308,56) ], do que para as mulheres. Esta carga reduziu no período de 1990 a 2019, com diminuição das mudanças percentuais nas taxas padronizadas por idade de DALY e mortalidade. Diabetes Mellitus tipo 2 (DM-2) e Doenças Isquêmicas Cardíacas (DICs) foram os principais desfechos relacionados ao consumo de bebidas açucaradas. As estimativas de YLD foram maiores para o DM-2, enquanto as YLL foram superiores para as DICs. Quanto aos custos financeiros, em 2019, cerca de US$14 milhões foram gastos no tratamento de alta e média complexidades das DCNTs atribuídas ao consumo de bebidas açucaradas no Sistema Único de Saúde (SUS), sendo esse gasto mais elevado para o sexo masculino e nas Regiões Sudeste e Sul. Conclusão: Embora se tenha observado uma tendência de redução do impacto do consumo de bebidas açucaradas na carga na saúde de DCNTs no Brasil e nas suas UFs, o cenário que se apresenta - marcado também por disparidades regionais - ainda é de alta carga para a saúde da população e para os custos financeiros dos serviços de saúde. Deste modo, os resultados deste trabalho implicam na urgência da implantação de ações e políticas articuladas para a redução do consumo de bebidas açucaradas, tanto em âmbito nacional como estadual.
metadata.dc.description.abstracten: Introduction: The consumption of sugar-sweetened beverage is among the main markers of unhealthy eating patterns, and one of the main risk factors for chronic noncommunicable diseases (NCDs). In this sense, this study aimed to estimate the financial and health burden of NCDs attributable to the consumption of sugar- sweetened beverage by the Brazilian population in 2019, and the change between the years 1990 and 2019, by sex and federative unit (FSU). Methods: This is a descriptive ecological study using secondary data obtained from the Global Burden of Disease Study (GBD 2019) and the Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), for Brazil. The burden was estimated by the population attributable fraction (PAF) for each NCD, and the metrics used were Disability-Adjusted Life Years (DALY) - obtained from the sum of Years of Life Lost (YLL) and Years of Life Lived with Disability (YLD), and deaths. Financial cost values were obtained by multiplying the total costs in high and medium complexity procedures for each outcome by the FAP. For each metric, the crude and age-standardized rates and their respective 95% uncertainty intervals (IIs) are presented. Results: In 2019, SSB consumption caused a loss of 233,436.09 (II95% 157,094.89 - 302,483.29) DALYs and 7,657.9 (II95% 5,131.26 - 9,795.68) of deaths from NCDs in Brazil, these values being greater for men [132,424.55 DALYS (II95% 89,539.63 - 172,635); 4,174.36 deaths (II95% 2,871.55 - 5,308.56) ], than for women. This burden has reduced over the period 1990 to 2019, with decreasing percentage changes in the age-standardized rates of DALY and mortality. Type 2 Diabetes Mellitus (DM-2) and Ischemic Heart Disease (IHD) were the main outcomes related to sugar-sweetened beverage consumption. YLD estimates were higher for DM-2, while YLLs were higher for IHDs. As for financial costs, in 2019, about US$14 million was spent on the high and medium complexity treatment of NCDs attributed to the consumption of sugar-sweetened beverages in the Health Unic System, and this spending was higher for males and in the Southeast and South Regions. Conclusion: Although there has been a trend toward a reduction in the impact of sugar-sweetened beverage consumption on the health burden of NCDs in Brazil and in its UFs, the scenario - also marked by regional disparities - is still a high burden on the population's health and on the financial costs of health services. Thus, the results of this study imply the urgency of implementing articulated actions and policies to reduce the consumption of sugar-sweetened beverages, both nationally and at the state level.
Description: Programa de Pós-Graduação em Saúde e Nutrição. Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/17850
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 05/10/2022 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGSN - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_CargaDoençasCrônicas.pdf2,35 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons