Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/17392
Title: Avaliação dos efeitos da exposição de diferentes anestésicos inalatórios em camundongos adultos saudáveis.
Authors: Machado Júnior, Pedro Alves
metadata.dc.contributor.advisor: Bezerra, Frank Silva
Cangussú, Silvia Dantas
Keywords: Anestésicos
Pulmões - doenças
Inflamação
Camundongos
Issue Date: 2022
metadata.dc.contributor.referee: Bezerra, Frank Silva
Cangussú, Silvia Dantas
Oliveira, Laser Antônio Machado de
Machado, Maria da Glória Rodrigues
Citation: MACHADO JUNIOR, Pedro Alves. Avaliação dos efeitos da exposição de diferentes anestésicos inalatórios em camundongos adultos saudáveis. 2022. 107 f. Dissertação (Mestrado em Saúde e Nutrição) - Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto, Escola de Nutrição, Ouro Preto, 2022.
Abstract: Os anestésicos inalatórios atualmente utilizados na prática clínica são: o isoflurano, o sevoflurano e o desflurano. Esses agentes são amplamente utilizados para a indução e a manutenção anestésica por apresentarem poucos efeitos adversos intraoperatórios. Entretanto, o perfil desses agentes voláteis sobre órgãos e tecidos alvos de sua ação além da ação anestésica e analgésica não é totalmente esclarecido entre diferentes modelos de estudo na literatura. Uma das principais discordâncias entre os estudos abrange como esses anestésicos voláteis são capazes de promover proteção ou lesão modulando processos imunológicos, inflamatórios e oxidativos em órgãos. Poucos estudos abordaram os efeitos destes fármacos na ausência de lesões ou doenças pré-existentes em pulmões em camundongos saudáveis. Este estudo avaliou os efeitos da exposição de diferentes anestésicos inalatórios atualmente utilizados na prática clínica em camundongos C57BL/6 adultos saudáveis sobre a resposta inflamatória pulmonar e sistêmica em diferentes períodos. 120 animais foram alocados em 3 grupos (n=40): Isoflurano (ISO), Sevoflurano (SEV) e Desflurano (DES) e expostos a esses fármacos por 1 hora (1h) (n=10), 2 horas (2h) (n=10) e 3 horas (3h) (n=10), a uma concentração alveolar mínima igual 1 e expostos ao ar ambiente, grupo controle (GC) (n=10). Os animais foram eutanasiados 24 horas após o protocolo experimental, o lavado broncoalveolar (LBA), o sangue e os pulmões foram coletados para análises bioquímicas e morfométricas. Nos animais expostos ao isoflurano, o influxo de leucócitos para LBA foi maior nos grupos ISO2h e ISO3h quando comparados ao GC. Um maior número de macrófagos foi observado nos grupos ISO2h e ISO3h, quando comparados com o GC. O número de leucócitos do sangue no grupo ISO3h foi menor quando comparado aos grupos ISO2h, ISO1h e GC. Houve um aumento nos níveis de CCL-2 no grupo ISO3h quando comparado aos grupos ISO1h e GC. Os níveis de superóxido dismutase (SOD) foram maiores no ISO1h quando comparado com o GC. A enzima catalase (CAT) apresentou maior atividade nos grupos ISO1h e ISO2h comparados ao GC. Os níveis de proteína carbonilada e substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS) foram maiores no grupo ISO3h comparados ao GC. Para os animais expostos ao SEV e DES os resultados de influxo de leucócitos para o LBA, recrutamento de leucócitos do sangue periférico foram semelhantes aos observados para o ISO, além do estabelecimento de um desequilíbrio redox nos pulmões dos animais expostos a esses anestésicos voláteis. Os resultados obtidos demonstraram que os anestésicos inalatórios isoflurano, sevoflurano e desflurano são capazes de promover alterações na resposta inflamatória local e sistêmica de forma dependente do tempo, além de promover desequilíbrio redox em um modelo murino saudável.
metadata.dc.description.abstracten: Inhaled anesthetics currently used in clinical practice are: isoflurane, sevoflurane and desflurane. These agents are widely used for anesthetic induction and maintenance as they have few intraoperative adverse effects. However, the profile of these volatile agents on target organs and tissues, in addition to the anesthetic and analgesic action is not fully clarified between different study models in the literature. One of the main disagreements between studies covers how these volatile anesthetics are able to promote protection or damage by modulating immunological, inflammatory and oxidative processes in organs. Few studies have addressed the effects of these drugs in the absence of pre-existing lung lesions or disease in healthy mice. This study evaluated the effects of exposure to different inhaled anesthetics currently used in clinical practice in healthy adult C57BL/6 mice on the pulmonary and systemic inflammatory response at different periods. There were 120 animals were divided into 3 groups (n=40 each): Isoflurane (ISO), Sevoflurane (SEV) and Desflurane (DES) and exposed to these drugs for 1hour (1h) (n=10), 2 hours (2h) (n=10) and 3 hours (3h) (n =10) and there is a minimum alveolar concentration equal to 1 and exposed to ambient air, control group (CG) (n=10). The animals were euthanized 24 hours after experimental protocol, and bronchoalveolar lavage (BAL), blood and lungs were collected for biochemical and morphometric analyses. In the animals exposed to isoflurane, the influx of leukocytes to BAL was greater in the ISO2h and ISO3h groups when compared to the CG. A greater number of macrophages was observed in the ISO2h and ISO3h groups, when compared to the CG. The number of blood leukocytes in the ISO3h group was lower when compared to the CG, ISO1h, and ISO2h groups. There was an increase in CCL-2 levels in the ISO3h group when compared to the ISO1h and CG groups. Superoxide dismutase (SOD) levels were higher in ISO1h when compared to CG. The catalase enzyme (CAT) showed greater activity in the ISO1h and ISO2h groups compared to the CG. The levels of carbonyl protein and thiobarbituric acid reactive substances (TBARS) were higher in the ISO3h group compared to the CG. For animals exposed to SEV and DES, the leukocyte influx results related to BAL, and the recruitment of peripheral blood leukocytes were similar to those observed for ISO, in addition to the establishment of a redox imbalance in the lungs of animals exposed to these volatile anesthetics. The results obtained demonstrated that the inhalational anesthetics isoflurane, sevoflurane and desflurane are capable of promoting changes in the local and systemic inflammatory response in a time-dependent manner, in addition to promoting redox imbalance in a healthy murine model.
Description: Programa de Pós-Graduação em Saúde e Nutrição. Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/17392
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 03/05/2022 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGSN - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_AvaliaçãoEfeitosExposição.pdf3,11 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons