Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/17017
Title: O bairro Padre Faria às margens da patrimonialização de Ouro Preto-MG.
Other Titles: The Padre Faria neighborhood on the banks of the patrimonialization of Ouro Preto-MG.
Authors: Leite, Paula Lara
Brusadin, Leandro Benedini
Brusadin, Lia Sipaúba Proença
Keywords: Arquitetura colonial
Patrimônio cultural
Perímetro de proteção
Issue Date: 2022
Citation: LEITE, P. L.; BRUSADIN, L. B.; BRUSADIN, L. S. P. O bairro Padre Faria às margens da patrimonialização de Ouro Preto-MG. Mouseion, Canoas, n. 41, maio 2022. Disponível em: <https://revistas.unilasalle.edu.br/index.php/Mouseion/article/view/9451>. Acesso em: 06 jul. 2023.
Abstract: O presente artigo tem como objetivo analisar o bairro Padre Faria que fi ca às margens do centro histórico da cidade de Ouro Preto (MG). Este bairro integra a principal mancha de proteção de Ouro Preto, porém, por sua localização periférica, se distanciou da imagem que caracteriza a cidade patrimonializada, apresentando uma paisagem própria. Para a análise do bairro foram realizadas pesquisas in loco, levantamento fotográfi co e entrevistas com os moradores locais. A partir do trabalho de campo foi possível observar que as construções que compõem o bairro confi guram-se como inovações híbridas, mesclando a estética colonial valorizada na cidade as possibilidades encontradas na autoconstrução. Por meio de uma refl exão teórica e prática das transformações do bairro frente à imagem típica da cidade de Ouro Preto foi possível concluir que a estética colonial é utilizada até mesmo nos imóveis que não passam por processos de aprovação nos órgãos reguladores, se constituindo como uma imposição assimilada no contexto local. Portanto, a replicação inconforme da estética colonial refl ete a complexidade do território valorado e protegido frente aos sucessivos processos de adensamento e expansão urbana, e às novas necessidades dos moradores locais.
metadata.dc.description.abstracten: This article aims to analyze the neighborhood Padre Faria, which is on the banks of the historic center of the city of Ouro Preto (MG). This neighborhood is part of the main protection spot of Ouro Preto, but, because of its peripheral location, it has distanced itself from the image that characterizes the heritageed city, presenting its own landscape. For the analysis of the neighborhood, in situ surveys, photographic surveys and interviews with local residents were conducted. From the fieldwork it was possible to observe that the buildings that make up the neighborhood are configured as hybrid innovations, mixing the colonial aesthetics valued in the city the possibilities found in self-construction. Through a theoretical and practical reflection of the transformations of the neighborhood in front of the typical image of the city of Ouro Preto it was possible to conclude that colonial aesthetics is used even in properties that do not go through approval processes in regulatory agencies, constituting an imposition assimilated in the local context. Therefore, the non-conforming replication of colonial aesthetics reflects the complexity of the territory valued and protected in the face of successive processes of density and urban expansion, and to the new needs of local residents.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/17017
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.18316/mouseion.v0i41.9451
ISSN: 1981-7207
metadata.dc.rights.license: O periódico Mouseion permite a remixagem, adaptação e criação da obra, para fins não comerciais, desde que as novas criações utilizem a mesma licença da obra original (CC BY-NC-SA). Fonte: Diadorim <https://diadorim.ibict.br/handle/1/438>. Acesso em: 27 jun. 2023.
Appears in Collections:DETUR - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_BairroPadreFaria.pdf1,09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.