Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/1641
Title: Perspectivas conceituais na controvérsia da abstração : o lugar histórico do camponês no mundo moderno.
Authors: Bedim, Bruno Pereira
Keywords: Modernidade
Processos sociais
Capitalismo
Campesinato
Peasantry
Issue Date: 2007
Citation: BEDIM, B. P. Perspectivas conceituais na controvérsia da abstração : o lugar histórico do camponês no mundo moderno. Revista Geografias, Belo Horizonte, v. 3, n. 2, p. 72-88, jul./dez. 2007. Disponível em: <http://www.igc.ufmg.br/portaldeperiodicos/index.php/geografias/article/download/448/320>. Acesso em: 15 out. 2012.
Abstract: Este artigo problematiza as distintas concepções teóricas sobre o campesinato e os diferentes pressupostos político-ideológicos que se interpõem entre as perspectivas de sua análise, tendo em vista os traços distintivos da modernidade. Sendo assim, pensar o camponês como um ator social integrado às formas de produção capitalistas e aos processos sociais que permeiam a vida moderna parece-nos imprescindível. Uma vez sujeito no e do processo histórico moderno, o camponês insere-se entre os inúmeros fenômenos sociais engendrados pela modernidade e suas tendências econômicas, políticas e culturais a transformar o mundo. Traz consigo uma temporalidade que, imersa na desigualdade do desenvolvimento funcional à reprodução do capitalismo, articula a projeção e a contestação, no âmbito acadêmico, do indivíduo rural em movimento.
metadata.dc.description.abstracten: This article discusses the distinct theoretical concepts about the peasantry, and the different political and ideological assumptions that permeate its analysis, considering the discerning traces of modernity. So said, it is essential to consider the peasant as a social actor integrated to the forces of capitalist production, as well as to the social processes innate to medern life. Once a subject in and of the modern historical process, the peasant inserts himself among the numerous social phenomena devised by the modernity and its economical, political and cultural tendencies of changing the world. The peasant is functional to capitalism reproduction, and brings out an out-of-date temporality that articulates the projection and the contestation - within the academic scope - of the rural individual in movement.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/1641
metadata.dc.identifier.uri2: http://www.igc.ufmg.br/portaldeperiodicos/index.php/geografias/article/download/448/320
ISSN: 2237549X
Appears in Collections:DETUR - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_PerspectivasConceituaisControvérsia.pdf262,3 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.