Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/16401
Title: Efeitos de condições econômico-regionais no risco de morte por diabetes mellitus em Minas Gerais.
Authors: Gomes, Felipe Rocha
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Ivair Ramos
Ribeiro, Mirian Martins
Keywords: Demografia
Diabetes
Mortalidade
Issue Date: 2022
metadata.dc.contributor.referee: Silva, Ivair Ramos
Ribeiro, Mirian Martins
Delgado, Victor Maia Senna
Souza, Igor Viveiros Melo
Citation: GOMES, Felipe Rocha. Efeitos de condições econômico-regionais no risco de morte por diabetes mellitus em Minas Gerais. 2022. 68 f. Dissertação (Mestrado em Economia Aplicada) – Instituto de Ciências Sociais e Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2022.
Abstract: O debate sobre a relação entre a desigualdade socioeconômica e a saúde é bastante extenso e necessita de um a análise multidisciplinar. Entender essa relação é fundamental para que o planejamento em saúde pública seja feito de maneira responsável e que leve em consideração as especificidades das populações de diferentes regiões. Nesse contexto, a análise da distribuição espacial dos riscos associados à mortalidade é fundamental para o entendimento desse fenômeno, bem como para a elaboração de estratégias que minimizem sua ocorrência. Esta dissertação analisa a estimativa do Risco Relativo de morte por Diabetes Mellitus, em Minas Gerais, usando os dados de mortalidade, entre 1998 e 2012, de cada um dos 853 municípios. No entanto, em estudos de taxas em pequenas áreas é necessário que alguns cuidados sejam tomados, a fim de evitar problemas em suas estimativas. Nesse sentido, o principal objetivo desse trabalho é gerar estimativas mais confiáveis do Risco de morte por Diabetes Mellitus, analisar a sua distribuição espacial ao longo dos anos estudados e verificar a associação desse risco com variáveis socioeconômicas. As estimativas foram construídas através da aplicação de um modelo hierárquico bayesiano, permitindo também a associação do risco a outras variáveis. Os resultados encontrados mostraram grande elevação dos Riscos Relativos próximos a regiões mais urbanas, principalmente concentradas nas regiões sul, sudeste e centro-oeste do estado. Com o passar do tempo, esse risco aumenta em direção às regiões de maior privação sociomaterial, embora ainda continuem mais elevados nas regiões de menor privação. Outro resultado importante está no diferencial de gênero, já que o risco associado às mulheres é quase sempre mais alto, se comparado aos homens, assim como indicado na literatura sobre o assunto.
metadata.dc.description.abstracten: The discussion on the correlation between socioeconomic inequality and health is quite extensive and requires a multidisciplinary analysis. Understanding this connection is fundamental for public health planning to be carried out in a responsible manner, considering the specificities of populations in different regions. In this context, the analysis of the spatial distribution of risks associated with mortality is essential for understanding this phenomenon as well as for developing strategies that minimize its occurrence. This master’s thesis analyzes the estimate of the Relative Risk of death from Diabetes Mellitus in the state of Minas Gerais, in Brazil, using mortality data between 1998 and 2012, from each of the 853 municipalities. However, it is necessary to take some precautions in studies of rates in small areas to avoid problems in their estimates. Therefore, the main objective of this paper is to generate more reliable estimates of the Risk of death from Diabetes Mellitus; to analyze its spatial distribution over the studied years and to verify the association of this risk with socioeconomic variables. The estimates were built through the application of a Bayesian hierarchical model, also allowing the association of the risk with other variables. The results found showed a great increase in Relative Risks close to more urban regions, mainly concentrated in the south, southeast and central west regions of the state. Over the course of time, this risk increases towards regions of greater socio-material deprivation, although it remains higher in regions of lesser deprivation. Another important result is the difference between genders, since the risk associated with women is almost always higher when compared to men, as indicated in the literature on the subject.
Description: Programa de Pós-Graduação em Economia Aplicada. Departamento de Ciências Econômicas e Gerenciais, Instituto de Ciências Sociais e Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/16401
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 13/03/2023 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPEA - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EfeitosCondiçõesEconômico.pdf2,66 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons