Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/16292
Title: Antropometria e insegurança alimentar de adolescentes, inscritos e não inscritos no Programa Bolsa Família, no sudeste brasileiro.
Other Titles: Anthropometry and food insecurity of adolescents, with or without registration in the Bolsa Família Program, in southeastern Brazil.
Authors: Pimenta, Flaviany Maria Vimieiro
Barcelos, Herena Reis
Pereira, Cíntia Aparecida de Jesus
Souza, Anelise Andrade de
Silva, Júlia Rossi e
Silva, Camilo Adalton Mariano da
Keywords: Estado nutricional
Issue Date: 2020
Citation: PIMENTA, F. M. V. et al. Antropometria e insegurança alimentar de adolescentes, inscritos e não inscritos no Programa Bolsa Família, no sudeste brasileiro. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 6, n. 10, p. 77160-77183, out. 2020. Disponível em: <https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BRJD/article/view/18074>. Acesso em: 11 out. 2022.
Abstract: A segurança alimentar e nutricional engloba um conjunto de constituintes que influenciam diretamente na promoção da saúde, assim como o estado nutricional da população. Em se tratando de crianças e adolescentes, o estado nutricional permite a representação da condição de vida de uma população e indica sua perspectiva de vida e saúde na vida adulta. Objetivo: identificar prevalências e determinantes do estado nutricional antropométrico de adolescentes e insegurança alimentar de suas famílias. Métodos: estudo transversal realizado com 245 adolescentes (11 a 17 anos) da cidade de Itinga, Vale do Jequitinhonha-MG, em 2016. O estado nutricional foi determinado pelo índice de massa corporal para idade e estatura para idade. Os dados socioeconômicos e os de situação de insegurança alimentar foram obtidos por meio de questionário e da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar, respectivamente. Resultados: 4,5% dos adolescentes apresentaram baixa estatura para a idade, 15,1% excesso de peso e a insegurança alimentar esteve presente em 76,3% das famílias. A baixa estatura foi associada à anemia (OR=11,4); e excesso de peso com a não escolaridade da mãe (OR=3,11). Baixa renda familiar (OR=2,64), a origem da água recebida no domicílio (OR=5,48) e a participação no Programa Bolsa Família (OR=2,62) influenciaram significativamente a insegurança alimentar. Conclusão: confirmou-se a tendência de mudança no perfil nutricional, mostrando uma convivência de excesso de peso (15,1%) e desnutrição (4,5%). Tal fato gera uma mudança substancial no planejamento e direcionamento de várias ações que impactam no campo da saúde, alimentação e nutrição.
metadata.dc.description.abstracten: Food and nutritional security encompasses a set of constituents that directly influence health promotion, as well as the nutritional status of the population. In the case of children and adolescents, the nutritional status allows the representation of the life condition of a population and indicates its perspective of life and health in adult life. Objective: to identify prevalences and determinants of anthropometric nutritional status of adolescents and food insecurity of their families. Methods: a cross-sectional study conducted with 245 adolescents (11 to 17 years old) from the city of Itinga, Vale do Jequitinhonha-MG, in 2016. The nutritional status was determined by body mass index for age and height for age. The socioeconomic data and those of food insecurity situation were obtained through a questionnaire and the Brazilian Food Insecurity Scale, respectively. Results: 4.5% of the adolescents presented low height for age, 15.1% excess of weight and the food insecurity was present in 76.3% of the families. Short stature was associated to anemia (OR=11.4); and excess weight with the mother's non-schooling (OR=3.11). Low family income (OR=2.64), the source of water received at the household (OR=5.48) and participation in the Bolsa Família Program (OR=2.62) significantly influenced food insecurity. Conclusion: the trend of change in the nutritional profile was confirmed, showing a coexistence of overweight (15.1%) and malnutrition (4.5%). This fact generates a substantial change in planning and targeting of several actions that impact the field of health, food and nutrition.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/16292
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-225
ISSN: 2525-8761
metadata.dc.rights.license: O periódico Brazilian Journal of Development permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo. Permite remixagem, adaptação e nova criação a partir da obra para fins não comerciais, desde que seja atribuído o crédito ao autor (CC BY-NC). Fonte: Diadorim <http://diadorim.ibict.br/handle/1/1253>. Acesso em: 19 maio 2022.
Appears in Collections:DENCS - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_AntropometriaInsegurançaAlimentar.pdf962,29 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.