Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/15772
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorOliveira, Breynner Ricardo dept_BR
dc.contributor.authorFichter Filho, Gustavo Adolf-
dc.date.accessioned2022-11-04T20:06:19Z-
dc.date.available2022-11-04T20:06:19Z-
dc.date.issued2022pt_BR
dc.identifier.citationFICHTER FILHO, Gustavo Adolf. Uma análise de trajetórias e contextos das diretrizes curriculares nacionais para formação de professores: da formulação à implementação em cursos de Licenciatura em Ciências Biológicas em duas universidades federais mineiras. 2022. 215 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2022.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/15772-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Educação. Departamento de Educação, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractObjetiva-se analisar as trajetórias e os contextos das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores, desde a formulação à sua implementação em cursos de Licenciatura em Ciências Biológicas em duas Universidades Federais mineiras. Apoia-se nas discussões de Diniz-Pereira (2014) sobre paradigmas de formação de professores, e Roldão (2005) sobre profissionalidade docente. Adere-se às perspectivas de Maynard-Moody e Musheno (2003), Rodrigues (2008), Lejano (2012), Ball, Maguire e Braun (2016) e Gussi e Oliveira (2016), considerando a centralidade dos agentes, das trajetórias e dos contextos nos processos de implementação de políticas públicas. Primeiramente, foram analisadas as trajetórias de formulação dos documentos oficiais com base nas dimensões: (i) motivação e participação; (ii) diretrizes para temporalidade e estrutura dos cursos; (iii) profissionalidade docente; (iv) valorização profissional. Posteriormente, através de entrevistas narrativas com implementadores, embasadas em Maynard-Moody e Musheno (2003) e Jovchelovitch e Bauer (2000), analisou-se as trajetórias e os contextos de implementação das diretrizes. Em relação à formulação, as análises revelam uma trajetória de avanços e retrocessos nas concepções que embasam os documentos oficiais: enquanto as DCN/2015 pareciam contribuir para o desenvolvimento das licenciaturas com concepções críticas e perspectivas articuladas de valorização profissional, as DCN/2019 retrocederam nesses sentidos, em consonância com os rumos das conjunturas políticas brasileiras após o golpe de 2016, denunciado por Bastos (2017). Em relação à implementação, as narrativas demonstram trajetórias de implementação com direções opostas nas duas universidades. Como aspectos contextuais que explicam essas trajetórias, destacam-se a influência: dos implementadores, que possuem concepções, trajetórias profissionais e posições específicas; bem como das dinâmicas institucionais, como as estruturas, órgãos e departamentos de cada instituição, com relacionamentos específicos. Por fim, afirmamos as relações e descompassos entre essas duas trajetórias de formulação e implementação.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/us/*
dc.subjectProfessores - formaçãopt_BR
dc.subjectPolítica públicapt_BR
dc.subjectBase Nacional Comum Curricularpt_BR
dc.subjectUniversidades e faculdades - currículospt_BR
dc.titleUma análise de trajetórias e contextos das diretrizes curriculares nacionais para formação de professores : da formulação à implementação em cursos de Licenciatura em Ciências Biológicas em duas universidades federais mineiras.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 25/10/2022 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeOliveira, Breynner Ricardo dept_BR
dc.contributor.refereeAraújo, Regina Magna Bonifácio dept_BR
dc.contributor.refereeGussi, Alcides Fernandopt_BR
dc.contributor.refereeOliveira, Ana Cristina Prado dept_BR
dc.description.abstractenThis work aims to analyze the trajectories and contexts of the National Curriculum Guidelines for Teacher Training (DCN), from their formulation to the implementation in Biology Teacher Training Courses at two Federal Universities in Minas Gerais. This manuscript is supported by discussions of Diniz-Pereira (2014) on teacher training paradigms, and Roldão (2005) on teaching professionalism. It is also based in the perspectives of Maynard-Moody and Musheno (2003), Rodrigues (2008), Lejano (2012), Ball, Maguire and Braun (2016) and Gussi and Oliveira (2016), considering the centrality of agents, trajectories and contexts in public policy implementation processes. First, the trajectories of the formulation process of the official documents were analyzed based on the dimensions: (i) motivation and participation; (ii) guidelines for course timing and structure; (iii) teaching professionalism; (iv) professional appreciation. Subsequently, through narrative interviews with implementing agents, based on Maynard-Moody and Musheno (2003) and Jovchelovitch and Bauer (2000), the trajectories and contexts of the implementation process of the DCNs were analyzed. Regarding the formulation, the analyzes reveal a trajectory of advances and setbacks in the conceptions that support the official documents: while the DCN/2015 seemed to contribute to the development of degrees with critical conceptions and articulated perspectives of professional valorization, the DCN/2019 retreated in these senses, in line with the directions of Brazilian political conjunctures after the 2016 coup, denounced by Bastos (2017). Regarding implementation, the narratives demonstrate implementation trajectories with opposite directions in the two universities. As contextual aspects that explain these trajectories, the influence of: the implementers, who have specific conceptions, professional trajectories and positions; as well as institutional dynamics, such as the structures and departments of each institution, with specific relationships. Finally, we discuss the relationships and mismatches between these two trajectories of formulation and implementation.pt_BR
Appears in Collections:PPGEDU - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_AnáliseTrajetóriasContexto.pdf2,64 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons