Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14868
Title: O livro didático e os privilégios da branquitude na formação de professores de Língua Inglesa.
Authors: Drumond, Erick Soares
metadata.dc.contributor.advisor: Gonçalves, Clézio Roberto
Keywords: Língua inglesa - estudo e ensino - falantes de português, espanhol, etc.
Professores - formação
Antirracismo
Issue Date: 2021
metadata.dc.contributor.referee: Gonçalves, Clézio Roberto
Muniz, Kassandra da Silva
Araujo, Ridalvo Felix de
Citation: DRUMOND, Erick Soares. O livro didático e os privilégios da branquitude na formação de professores de Língua Inglesa. 2021. 105 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2021.
Abstract: Este trabalho é fruto de observações advindas da sala de aula da Educação Básica com relação a episódios de desvalorização da identidade negra e de supervalorização da identidade branca por parte dos estudantes. Nesse sentido, buscou-se investigar de que maneira o livro didático utilizado no curso de formação de professores de língua inglesa da Universidade Federal de Ouro Preto pode ser um instrumento de apoio e fomento à discussão étnico-racial, capaz de preparar o professor para incorporar esse debate às suas aulas. Para isso, buscou-se traçar a construção das identidades raciais no Brasil com ênfase na denúncia à tratativa dada a brancos no processo de construção do nosso país em detrimento da busca constante por apagamento da identidade negra. Então, através do arcabouço teórico da linguística aplicada crítica e das teorias relacionadas à temática étnico-racial, foram analisadas imagens de três volumes da quarta edição da coleção New Headway, adotada no curso de formação de professores de língua inglesa da Universidade Federal de Ouro Preto, sempre com um olhar atento aos momentos em que há a perpetuação dos privilégios simbólicos (associação dessa identidade à beleza, ao sucesso e à inteligência) e materiais (o acúmulo de bens e o acesso à educação, saúde e emprego) dos quais usufruem a branquitude. A partir de nossas investigações, percebeu-se que os volumes analisados trazem pessoas brancas representadas quase que na totalidade de suas páginas, ao passo em que a identidade negra aparece com muito menos frequência e quase sempre associada à presença de brancos. Além disso, essas páginas refletem os privilégios da branquitude e trazem essa identidade ocupando espaços designados unicamente a ela no decorrer do material. Embora em poucos momentos a identidade negra apareça refletida em alguma profissão menos popular ou gozando de algum espaço de chefia, essa presença se dá sem qualquer fomento ao debate étnico-racial, fazendo com que o material invisibilize essa diferença, o que acaba servindo como um dispositivo que alimenta os mitos da meritocracia e da democracia racial. As imagens mostram um lugar de prazer e encantamento e ocultam as barreiras que impedem que outras identidades raciais usufruam de tudo isso, sendo a principal delas o racismo estrutural que acaba por ser a base da construção das nossas relações e leituras de mundo.
metadata.dc.description.abstracten: This work is the result of observations from the Basic Education classroom regarding episodes of devaluation of black identity and overvaluation of white identity by students. In this sense, we sought to investigate how the textbook used in the English language teacher education course at UFOP, in Minas Gerais, can be an instrument to support and encourage ethnic-racial discussion, capable of preparing the teacher to incorporate this debate. to your classes. For this, we sought to trace the construction of racial identities in Brazil with an emphasis on denouncing the treatment given to whites in the process of building our country, to the detriment of the constant search for the erasure of black identity. Then, through the theoretical framework of critical applied linguistics and theories related to ethnic-racial themes, images from three volumes of the fourth edition of the New Headway collection, adopted in the education course for English language teachers at the Federal University of Ouro Preto, were analyzed, always with an attentive eye to the moments when there is the perpetuation of symbolic privileges (association of this identity with beauty, success and intelligence) and material (the accumulation of assets and access to education, health and employment) from which they enjoy the Whiteness. From our investigations, it was noticed that the volumes analyzed bring white people represented almost in the entirety of their pages, while black identity appears much less frequently and is almost always associated with the presence of whites. Furthermore, these pages reflect the privileges of Whiteness and bring this identity by occupying spaces designated solely to it throughout the material. Although in a few moments the black identity appears reflected in some less popular profession or enjoying some leadership space, this presence occurs without any encouragement to the ethnic-racial debate, making the material invisible to this difference, which ends up serving as a device that feeds the myths of meritocracy and racial democracy. The images show a place of pleasure and enchantment and hide the barriers that prevent other racial identities from enjoying all this, the main one being the structural racism that ends up being the basis for the construction of our relationships and readings of the world.
Description: Programa de Pós-Graduação em Letras. Departamento de Letras, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14868
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 23/03/2022 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:POSLETRAS - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_LivroDidáticoPrivilégios.pdf2,2 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons