Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14836
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSól, Vanderlice dos Santos Andrade-
dc.contributor.authorLara, Kelly Anjos-
dc.contributor.authorCouto, Dores-
dc.date.accessioned2022-04-04T17:55:18Z-
dc.date.available2022-04-04T17:55:18Z-
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.citationSÓL, V. dos S. A.; LARA, K. A. COUTO, D. O ensino e a aprendizagem de inglês em escolas públicas: um estudo sobre identidades docentes. Gláuks: Revista de Letras e Artes, v. 18, p. 199-220, jan./jun. 2018. Disponível em: <https://www.revistaglauks.ufv.br/index.php/Glauks/article/view/87>. Acesso em: 25 ago. 2021.pt_BR
dc.identifier.issn2318-7131-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14836-
dc.description.abstractO presente artigo tem por objetivo apresentar reflexões sobre as representações dos professores de língua inglesa da rede pública de duas cidades da Região dos Inconfidentes no que tange à aprendizagem dessa disciplina em escolas públicas. Torna-se relevante trazer à baila algumas considerações sobre a (des)construção das identidades subjetivas e sobre pontos de singularidade na formação desses professores, bem como os desdobramentos desse processo para os contextos de formação docente. A trajetória teórico-metodológica ancora-se no atravessamento das perspectivas dos estudos sobre motivação (MASTRELLA e NORTON, 2011) e das representações sobre o ensino e a aprendizagem de língua(s) estrangeira(s) - LE (SÓL e NEVES, 2012). Vinte e nove professores participaram do estudo; para a coleta de dados, foram utilizados questionários e entrevistas. Foi realizada a análise quantitativa e qualitativa dos dados em duas etapas. Os resultados mostraram que, nos discursos dos professores, ecoam representações dos alunos como desmotivados, seja pela falta de referencial familiar ou por questões externas ao ensino da LE como um todo. Além disso, grande parte desses professores se mostrou desamparados pelos setores públicos de educação, alegando que não suprem suas expectativas e/ou necessidades. Concluindo, o presente estudo subsidia reflexões para o ensino e a aprendizagem de inglês ao investir na escuta dos professores, levantando questões inquietantes sobre a (des)construção identitária dos docentes.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectRepresentaçõespt_BR
dc.subjectFormação de professorespt_BR
dc.subjectRepresentationspt_BR
dc.subjectTeacher educationpt_BR
dc.titleO ensino e a aprendizagem de inglês em escolas públicas : um estudo sobre identidades docentes.pt_BR
dc.title.alternativeTeaching and learning english in public schools : a study on teachers’ identities.pt_BR
dc.typeArtigo publicado em periodicopt_BR
dc.rights.licenseO periódico Gláuks permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo. Permite remixagem, adaptação e nova criação a partir da obra para fins não comerciais, desde que seja atribuído o crédito ao autor (CC BY-NC). Fonte: Diadorim <https://diadorim.ibict.br/handle/1/2310>. Acesso em: 11 mar. 2020.pt_BR
dc.description.abstractenThe purpose of this article is to present reflections on the representations of teachers of the public school system in the state of Minas Gerais in relation to English language learning in public schools. It is relevant to bring to light some considerations about the identities (de)construction, subjectivities and points of singularity in the English- teacher education and the consequences of this process for contexts of teacher education. The theoretical-methodological trajectory is anchored in the perspective of the studies on motivation (MASTRELLA and NORTON, 2011) and representations on teaching and learning of foreign language(s) - FL (SÓL and NEVES, 2012). The participants of the study were 29 teachers from the public school system from the State of Minas Gerais. The instruments of data collection were questionnaires and interviews. A quantitative and qualitative data analysis was performed. The results showed that teachers’ discourses echoed the students' representations as unmotivated, either by family issues or by other matters outside the teaching of FL as a whole. In addition, many of the teachers have shown themselves abandoned by the public education sectors, claiming that these intitutions do not meet their expectations and / or needs. In conclusion, the present study subsidizes reflections on teaching and learning English, investing in listening to teachers, and problematizing their identity (de)construction.pt_BR
Appears in Collections:DELET - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_EnsinoApredizagemInglês.pdf194,89 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.