Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14339
Title: Avaliação da aderência dos programas de produção às operações de perfuração via simulação.
Authors: Queiroz, Oswaldo Augusto de Abreu
metadata.dc.contributor.advisor: Cabral, Ivo Eyer
Arroyo Ortiz, Carlos Enrique
Keywords: Planejamento de lavra
Minas e mineração - perfuração de rochas
Métodos de simulação
Arena - programa de computador
Issue Date: 2021
metadata.dc.contributor.referee: Cabral, Ivo Eyer
Curi, Adilson
Rodovalho, Edmo da Cunha
Citation: QUEIROZ, Oswaldo Augusto de Abreu. Avaliação da aderência dos programas de produção às operações de perfuração via simulação. 2021. 164 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mineral) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2021.
Abstract: As estratégias comerciais traçadas pelas empresas mineradoras têm por objetivo entregar seus produtos em um tempo cada vez mais curto. Para tanto, o planejamento operacional e a sua execução devem ser cada vez mais eficazes. Para o atendimento de metas de quantidade e qualidade do minério, o planejamento de mina é responsável pela definição de quando e de quais áreas devem ser lavradas. Comumente o minério a ser lavrado deve ser perfurado e desmontado, para depois ser carregado e transportado. Dentro de um contexto cada dia mais desafiador, as operações de perfuração de rochas para desmonte têm um papel fundamental, visto que a fragmentação apropriada da rocha é um ponto chave no processo da extração de minérios. Parâmetros técnicos envolvidos no plano de perfuração e desmonte para proporcionar uma massa desejada com uma granulometria adequada são tão importantes quanto a previsão do tempo de execução para que a área desmontada esteja liberada para ser carregada no tempo previsto. Sabe-se que a produção da mina é dependente da média de horas usadas das perfuratrizes as quais, por consequência, também são dependentes dos parâmetros de disponibilidade física (DF) e utilização (UT) desses equipamentos. Essa previsão normalmente é feita através de uma taxa de penetração e valores médios de DF e utilização UT da frota de equipamentos. Neste trabalho foi desenvolvido no software Arena um modelo de simulação a eventos discretos para simular o tempo de execução de um plano de perfuração onde as variabilidades de DF e UT de cada perfuratriz ou da frota são levadas em consideração. O modelo foi aplicado em um estudo de caso de um plano de perfuração em uma mineração de minério de ferro. A previsão do tempo de execução do plano de perfuração fornecida pelo modelo foi comparada com a prática comum de previsão da empresa que utiliza os parâmetros médios da DF e UT da frota do mês anterior ao da execução do plano. Embora os dados utilizados se refiram a um período de somente três meses de um ano, foi constatado em ambos os casos que a escolha dos dados e do intervalo de tempo a que estão associados é de fundamental importância para uma boa previsão. A decisão de considerar dados separados de cada perfuratriz, de um grupo ou de toda a frota de perfuratrizes é outro fator importante.
metadata.dc.description.abstracten: The commercial strategies outlined by mining companies aim to deliver the products of these companies in an increasingly shorter time. Therefore, operational planning and its execution must be increasingly effective. In order to meet targets for ore quantity and quality, mine planning is responsible for defining when and which areas should be mined. Commonly, the ore to be mined must be drilled and blasted, and then loaded and transported. Within an increasingly challenging context, rock drilling operations for blasting have a fundamental role, as the proper fragmentation of the rock is a key point in the mineral extraction process. Technical parameters involved in the drilling and blasting plan to provide a desired mass with an adequate granulometry are as important as the forecast of the execution time so that the blasted area is free to be loaded in the foreseen time. It is known that the mine's production is dependent on the average hours used by the drill rigs which, consequently, are also dependent on the parameters of physical availability (AV) and utilization (UT) of these equipments. This forecast is usually made through a penetration rate and average values of AV and UT of the equipment fleet. In this work, a discrete event simulation model was developed in Arena software to simulate the execution time of a drilling plan where the variability of AV and UT of each drill or fleet is taken into account. The model was applied to a case study of a drilling plan in an iron ore mine. The forecast of the execution time of the drilling plan provided by the model was compared with the company's common forecasting practice, which uses the average parameters of AV and fleet UT of the last month to the execution of the plan. Although the data used refer to a period of only three months of a year, it was found in both cases that the choice of data and the time interval to which they are associated is of fundamental importance for a good forecast. The decision to consider separate data for each drill rig of a group or of the entire drill rig fleet is another important factor.
Description: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/14339
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 10/01/2022 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGEM - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_AvaliaçãoAderênciaProgramas.pdf2,57 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons