Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13713
Title: Avaliação em larga escala do Kit LeishFlow para o diagnóstico sorológico da Leishmaniose Visceral Canina.
Authors: Soares, Nathália Caroline
metadata.dc.contributor.advisor: Soares, Rodrigo Dian de Oliveira Aguiar
Reis, Alexandre Barbosa
Keywords: Leishmaniose Visceral
Sorodiagnóstico
Citometria de fluxo
Issue Date: 2021
metadata.dc.contributor.referee: Soares, Rodrigo Dian de Oliveira Aguiar
Fraga, Deborah Bittencourt Mothé
Carneiro, Mariângela
Citation: SOARES, Nathália Caroline. Avaliação em larga escala do Kit LeishFlow para o diagnóstico sorológico da Leishmaniose Visceral Canina. 2021. 103 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) – Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2021.
Abstract: A Leishmaniose Visceral (LV) é uma zoonose que apresenta grande distribuição mundial e integra o grupo de doenças tropicais negligenciadas da Organização Mundial de Saúde. No Brasil, o cão tem um papel importante na disseminação da LV e o diagnóstico preciso da doença canina é essencial para o controle da enfermidade. Atualmente, o protocolo de diagnóstico conta com dois principais testes, o TR-DPP® e EIE-LVC, que apresentam limitações, entre elas se destacam: reações cruzadas com outros patógenos caninos, baixa sensibilidade na detecção de cães assintomáticos e ocorrência de resultados falso-positivos em animais vacinados. Em consequência dessas limitações, há uma falha na rápida identificação de animais nas áreas endêmicas, comprometendo as medidas de controle. Em busca de melhorias no diagnóstico da doença canina, o uso de técnicas mais sensíveis, como a citometria de fluxo é uma opção, pois apresenta um alto desempenho e melhor detecção de animais com baixo título de anticorpos. Nosso grupo de pesquisa desenvolveu nos últimos anos um protótipo de kit, denominado LeishFlow, para o diagnóstico sorológico por citometria de fluxo da Leishmaniose Visceral Canina (LVC). em que obtivemos bons resultados iniciais. Para aprofundarmos e aprimorarmos o desenvolvimento biotecnológico do Kit LeishFlow, neste estudo produzimos e revalidamos um novo lote do Kit, avaliamos o desempenho do novo kit em larga escala e comparamos a eficácia do emprego do LeishFlow como teste único para o diagnóstico da LVC em paralelo aos testes preconizados pelo Ministério da Saúde (MS). Os testes foram realizados em uma ampla variedade de soros caninos (n = 1.546), estes coletados em uma área de alta endemicidade, desta forma, estabelecemos a concordância entre os testes diagnósticos e a prevalência mais realística da doença com um teste de melhor sensibilidade e especificidade. O uso do Kit LeishFlow sozinho resultou em melhora diagnóstica, ao analisarmos a prevalência da área endêmica estudada observamos que o TR-DPP® e EIE-LVC apresentaram um valor de 18,24%, já o LeishFlow apresentou uma prevalência de 29,43%. Nossos resultados mostram que o LeishFlow tem um alto potencial como teste diagnóstico único, e pode descriminar os animais infectados de não infectados para L. infantum, apresentando um valor de sensibilidade (88,3%) e especificidade (83,7%), quando referenciado pelos testes TR-DPP® e EIE-LVC, e uma concordância de 84,5%. Demonstrou bons resultados ao estratificar animais por sintomatologia, nos cálculos de sensibilidade (95,1%), especificidade (72,1%) e acurácia (85%) dos animais sintomáticos e para animais assintomáticos apresentou sensibilidade de 87,1% e especificidade de 84,7%, e acurácia de 82,3% quando utilizados os testes padrão de referência do MS. O LeishFlow, por ser mais sensível e específico, melhoraria a detecção de animais positivos nas áreas endêmicas, e por ser um teste único, diminuiria os custos operacionais, a rapidez no diagnóstico e assim nas ações de controle, o que torna essa metodologia uma alternativa para o diagnóstico sorológico da LVC. Além disso, mais opções de teste de diagnóstico é essencial para laboratórios privados e serviços veterinários no Brasil, dada a crescente demanda e impacto na saúde pública causado pela LVC.
metadata.dc.description.abstracten: Visceral Leishmaniasis (VL) is a zoonosis that is widely distributed worldwide and is part of the neglected tropical diseases group of the World Health Organization. In Brazil, dogs play an important role in the dissemination of VL and the accurate diagnosis of canine disease. it is essential for the control of the disease. Currently, the diagnostic protocol has two main tests, the TR-DPP® and EIE-LVC, which have limitations, among which stand out cross-reactions with other canine pathogens, low sensitivity in the detection of asymptomatic dogs and occurrence false-positive results in vaccinated animals. As a result of these limitations, there is a failure in the rapid identification of animals in endemic areas, compromising control measures. In search of improvements in the diagnosis of canine disease, the use of more sensitive techniques, such as flow cytometry is an option, as it presents a high performance and better detection of animals with low antibody titers. Our research group has developed in recent years a prototype kit, called LeishFlow, for the serological diagnosis by flow cytometry of Canine Visceral Leishmaniasis (CVL). where we got good initial results. In order to deepen and improve the biotechnological development of the LeishFlow Kit, in this study we produced and revalidated a new batch of the Kit, evaluated the performance of the new kit on a large scale and compared the effectiveness of using LeishFlow as a single test for the diagnosis of CVL in parallel to the tests recommended by the Ministry of Health (MS). The tests were carried out on a wide variety of canine sera (n = 1546), these collected in an area of high endemicity, in this way, we established the agreement between the diagnostic tests and the real prevalence of the disease with a test of better sensitivity. and specificity. The use of the LeishFlow Kit alone resulted in diagnostic improvement, when analyzing the prevalence of the endemic area studied, we observed that the TR-DPP® and EIE-LVC presented a value of 18.24%, whereas LeishFlow presented a prevalence of 29.43%. Our results show that LeishFlow has a high diagnostic potential as a single diagnostic test, and can discriminate infected animals from non-infected to L. infantum, presenting a sensitivity value (88.3%) and specificity (83, 7%), when referenced by the TR-DPP® and EIE-LVC tests, and an agreement of 84.5%. It demonstrated good results when stratifying animals by symptomatology, in calculations of sensitivity (95.1%), specificity (72.1%) and accuracy (85%) of symptomatic animals and for asymptomatic animals showed sensitivity of 87.1% and specificity of 84.7%, and accuracy of 82.3% when using the standard MS reference tests. LeishFlow, being more sensitive and specific, would improve the detection of positive animals in endemic areas, and because it is a unique test, it would decrease operating costs, speed of diagnosis and thus in control actions, which makes this methodology an alternative for the serological diagnosis of CVL. In addition, more diagnostic testing options are essential for private laboratories and veterinary services in Brazil, given the growing demand and impact on public health caused by CVL.
Description: Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13713
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 08/09/2021 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.
Appears in Collections:PPBIOTEC - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_AvaliaçãoLargaEscala.pdf3,07 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons