Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13577
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCamargo, Pedro Luiz Teixeira de-
dc.contributor.authorMartins Júnior, Paulo Pereira-
dc.contributor.authorTeixeira, Marcílio Baltazar-
dc.contributor.authorMadeira, Fernando Antônio-
dc.date.accessioned2021-08-24T16:08:59Z-
dc.date.available2021-08-24T16:08:59Z-
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.citationCAMARGO, P. L. T. de. et al. Qual a melhor metodologia para o repovoamento vegetacional original de manchas de cerrado no entorno da bacia hidrográfica do rio São Francisco (norte de Minas Gerais)?. Caderno Prudentino de Geografia, v. 2, n. 40, p. 102-119, jul./dez. 2018. Disponível em: <https://revista.fct.unesp.br/index.php/cpg/article/view/6029>. Acesso em: 24 mar 2021.pt_BR
dc.identifier.issn2176-5774-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13577-
dc.description.abstractUm dos maiores desafios para a preservação ambiental é a junção de fragmentos florestais de um determinado bioma haja vista que estas separações podem causar graves problemas para a sobrevivência da fauna e da flora. Desta forma, inspirados na metodologia de canteiros ecológicos (CE) aprimorada por Martins Jr. et al. (1993-a; 1993-b; 1994-a; 1994-b e 1998), que este estudo em questão buscou apresentar uma proposta de criação destes CE de maneira experimental, no Cerrado Norte-Mineiro, especificamente nas bordas do rio São Francisco, mostrando assim, ser possível buscar identificar qual o melhor método a ser utilizado em áreas de revegetação florestal tendo em vista o desenvolvimento do maior número de espécies vegetais originais locais. Foram testadas três técnicas, a saber: Transposição de Solo, Plântulas Alternadas (Método de Nucleação) e Poleiros Artificiais. Após dois anos de experimento, foi possível realizar a identificação específica de todos os vegetais presentes com mais de 30 cm de altura, sendo factível apontar os Poleiros Artificiais como a melhor metodologia a ser usada na região para revegetação haja vista terem brotado 18 diferentes espécies, sendo que 61% destas são diferentes do Canteiro Controle (C.), representando assim alta variabilidade endêmica. Para concluir, pode-se afirmar que a ideia de comparar técnicas de revegetação de áreas degradadas é algo importante a ser pensado e experimentos como estes precisam ser cada vez mais incentivados tendo em vista a importância da preservação da flora brasileira.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectCanteiros ecológicospt_BR
dc.subjectGestão ambientalpt_BR
dc.subjectOrdenamento territorialpt_BR
dc.titleQual a melhor metodologia para o repovoamento vegetacional original de manchas de cerrado no entorno da bacia hidrográfica do rio São Francisco (norte de Minas Gerais)?pt_BR
dc.title.alternativeWhat is the most indicated methodology for the original vegetational repovalation of the cerrado in the environment of São Francisco hydrographic river basin (North of Minas Gerais)?pt_BR
dc.typeArtigo publicado em periodicopt_BR
dc.rights.licenseO periódico Caderno Prudentino de Geografia permite a redistribuição, não comercial, desde que a obra original não seja modificada e que seja atribuído o crédito ao autor da obra original (CC BY-NC-ND). Fonte: Diadorim <https://diadorim.ibict.br/handle/1/2162>. Acesso em: 23 mar. 2021pt_BR
dc.description.abstractenOne of the greatest challenges for environmental preservation is the joining of parts of a given biome since these separations can cause serious problems for the survival of fauna and flora. In this way, inspired by the methodology of Ecological Central Areas (ECA) improved by Martins Jr. et al. (1993- a, 1993-b, 1994-a, 1994-b and 1998), that this study sought to present a proposal for the creation of these ECAs in an experimental way, in the Cerrado Norte-Mineiro, specifically on the edges of the São Francisco River, thus showing that it is possible to identify the best method to be used in areas of forest revegetation in order to develop the largest number of local original plant species. Three techniques were tested: Soil Transposition, Alternating Seedlings (Nucleation Method) and Artificial Perch. After two years of experimentation, it was possible to carry out the specific identification of all the vegetables present with more than 30 cm of height, being possible to point the Artificial Perch as the most indicated methodology to be used in the region for revegetation, since 18 different species , 61% of which are different from the control site (C.), thus representing high endemic variability. To conclude, it can be said that the idea of comparing techniques for revegetation of degraded areas is an important thing to be considered and experiments such as these need to be increasingly encouraged in view of the importance of preserving the Brazilian flora.pt_BR
Appears in Collections:DEGEO - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_QualMelhorMetodologia.pdf447,59 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.