Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13388
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFaversani, Fábiopt_BR
dc.contributor.authorCoelho, Ana Lucia Santos-
dc.date.accessioned2021-07-20T16:41:16Z-
dc.date.available2021-07-20T16:41:16Z-
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.citationCOELHO, Ana Lucia Santos. As Metamorfoses de Nero: um estudo da construção da tradição literária sobre o último Júlio-Cláudio e o seu Principado (I-III d.C.). 2021. 403 f. Tese (Doutorado em História) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13388-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em História. Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractEsta tese é um estudo da construção da tradição literária sobre Nero e seu Principado (I-III d.C). Analisamos como a imagem desse soberano foi se modificando ao longo dos séculos até se consolidar negativamente com as obras de Tácito, Suetônio e Dião Cássio. Com o passar do tempo, os traços positivos de tal imperador foram sendo apagados, esquecidos e/ou alterados por diversos autores antigos. Acreditamos que isso ocorreu porque os julgamentos sobre ele e seu governo foram feitos em contextos históricos e literários específicos, que, por mudarem no decorrer dos anos, geraram um processo de reelaboração da memória. Ou seja, cada autor, dentro da sua própria temporalidade, produziu um Nero condizente com seus valores e dilemas, o qual, por sua vez, transformou os Neros anteriores e reforçou mais e mais os aspectos negativos. Empreendemos essa investigação por meio da análise de fontes textuais variadas, situadas entre os séculos I e III, selecionando as referências sobre o imperador contidas aí e inserindo-as em um complexo categorial múltiplo, pautado em 12 categorias. Portanto, mostramos como as críticas a Nero retiraram suas características individuais, transformando-o em uma figura cada vez mais desconectada da sua realidade histórica para torná-lo um modelo atemporal de mau governante.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/us/*
dc.subjectImperadores - Romapt_BR
dc.subjectNero - imperador de Romapt_BR
dc.subjectTradição literáriapt_BR
dc.titleAs Metamorfoses de Nero : um estudo da construção da tradição literária sobre o último Júlio-Cláudio e o seu Principado (I-III d.C.).pt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 09/07/2021 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeFaversani, Fábiopt_BR
dc.contributor.refereeSilva, Semíramis Corsipt_BR
dc.contributor.refereeAzevedo, Sarah Fernandes Lino dept_BR
dc.contributor.refereePapa, Helena Amaliapt_BR
dc.contributor.refereeJoly, Fábio Duartept_BR
dc.description.abstractenThis thesis investigates the formation of the literary tradition concerning Nero and his Principate (I-III A.D.). We analyze the ways this sovereign’s image changed across the centuries until its consolidation in the negative sense through the works of Tacitus, Suetonius and Cassius Dio. With the passage of time, positive attributes of this emperor were gradually eliminated, forgotten and/or altered by several authors. We claim this happened because judgments that befell him and his government were made in specific historical and literary contexts and these judgments spawned a process of memory rewriting. In other words, each author, within his/her own temporality, depicted a version of Nero consistent with his/her values and dilemmas which, in turn, transformed the preceding portrayals of Nero and helped reinforce more and more of his negative traits. We develop our study by examining various textual sources, situated between the first and third centuries A.D., selecting references therein that allude to the emperor and placing them in a multiple categorical complex guided by 13 categories. Therefore, we show how the criticisms towards Nero removed from him his individual characteristics, converted him into a figure ever more disconnected from his historical reality and wound up turning him into an atemporal model of bad ruler.pt_BR
Appears in Collections:PPGHis - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_MetamorfoseNeroEstudo.pdf3,44 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons