Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13332
Title: Estrutura fundiária e concentração da propriedade da terra na colônia de imigrantes Dona Francisca (Joinville), Santa Catarina, 1850-1920.
Authors: Ferreira, Luiz Mateus da Silva
Keywords: Desigualdade fundiária
Santa Catarina
Joinville
Brazil
Dona Francisca colony
Issue Date: 2020
Citation: FERREIRA, L. M. da S. Estrutura fundiária e concentração da propriedade da terra na colônia de imigrantes Dona Francisca (Joinville), Santa Catarina, 1850-1920. Estudos Econômicos, São Paulo, v. 50, n. 3, p. 485-512, jul./set. 2020. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/ee/a/655nh8gdWdS3LZfKgyrW4DN/?lang=pt>. Acesso em: 24 maio 2021.
Abstract: A partir de um conjunto variado de documentação primária, especialmente registros de proprietários de terras na colônia Dona Francisca e Joinville e o censo agrícola do Brasil de 1920, este artigo apresenta estatísticas e indicadores que permitem avaliar a estrutura fundiária e o grau de concentração da propriedade da terra na colônia Dona Francisca e Joinville no século XIX e Santa Catarina no início do século XX. As evidências apresentadas neste estudo demonstram que o tipo de colonização, o predomínio da pequena propriedade rural e a distribuição mais igualitária da terra em algumas regiões catarinenses, notadamente nas áreas de colonização europeia como Joinville, um dos maiores e mais importantes núcleos de imigração alemã do Brasil no século XIX, não impediram que Santa Catarina apresentasse índices de desigualdade fundiária semelhantes ou ainda mais elevados do que os de estados brasileiros marcados pela grande lavoura exportadora do açúcar e do café.
metadata.dc.description.abstracten: Based on records of landowners at Dona Francisca colony and the town of Joinville and in the Brazilian agricultural census of 1920, this article presents statistics and indicators that have allow the evaluation on concentration of land ownership at Dona Francisca colony and Joinville city in the nineteenth century, and in the state of Santa Catarina, Brazil, in the early twentieth century. The presented evidence in this investigation demonstrate that the model of colonization, the predominance of small rural properties, and the more equality on the distribution of land in some regions of Santa Catarina, especially on areas of European colonization as Joinville, one of the largest and most important centers of German immigration in Brazil in the nineteenth century, didn´t prevent that the state of Santa Catarina about presenting similar or even higher indexes of land inequality than those ones in Brazilian states marked by the great sugar and coffee exporting.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13332
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.1590/0101-41615034lmsf
ISSN: 1980-5357
metadata.dc.rights.license: Esta obra está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 4.0 Internacional. Fonte: o PDF do artigo.
Appears in Collections:DEECO - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_EstruturaFundiaáriaConcentração.pdf873,91 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.