Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13316
Title: Ciclos de negócios nos setores intensivos em tecnologia da indústria de transformação no Brasil.
Authors: Heleno, Silvia
Lopes, Luckas Sabioni
Mendes, Chrystian Soares
Keywords: Datação
Produção industrial
Industrial production
Technology
Issue Date: 2019
Citation: HELENO, S., LOPES, L. S., MENDES, C. S. Ciclos de negócios nos setores intensivos em tecnologia da indústria de transformação no Brasil. Revista de Economia e Agronegócio, v. 17, n. 2, p. 339-361, 2019. Disponível em: <https://periodicos.ufv.br/rea/article/view/7906>. Acesso em: 24 maio 2021.
Abstract: O presente artigo buscou caracterizar e analisar os ciclos de negócios nos setores produtivos intensivos em tecnologia no Brasil, uma vez que estes assumem papel importante para o desempenho de longo prazo da economia. A base de dados variou entre os anos de 1991 e 2014, com dados mensais, contemplando os ramos de: construção e montagem de aviões; equipamentos elétricos e de comunicação; produção de petróleo; produtos farmacêuticos; produtos plásticos; produtos químicos; e, veículos automotores. Após a construção de um indicador coincidente aos setores, foi possível perceber que o segmento em estudo exibe ciclos econômicos duas vezes mais acentuados que os da indústria em geral. As recessões têm duração de dez meses e perdas anualizadas de 10% em média, e as expansões perduram por 26 meses e geram ganhos de 8% a.a., o que indica assimetrias ao longo das fases dos ciclos. Outro resultado obtido pela decomposição da série coincidente mostra que a volatilidade nos setores se reduziu após a estabilização da economia, em 1994. Ainda assim, a alta sensibilidade a choques manifestada por esse ramo da atividade produtiva (em comparação com o total da indústria) sugere que ele seja um potencial alvo para a política industrial no país.
metadata.dc.description.abstracten: This paper characterizes some business cycles facts in the Brazilian technology-intensive productive sectors since they assume a key role for long-term performance of the economy. Database varied from 1991 to 2014, with monthly data, including the sectors of construction and assembly of airplanes; electrical and communication equipment; oil production; pharmaceutical products; plastic products; chemical products; and, motor vehicles. After constructing a coincident index to the sectors, we found that the sector under study exhibits cyclic variations two times more pronounced than the ones in the general industry. Recessions durations were 10 months, with mean annualized losses of 10%. Expansions averaged 26 months and generated gains of 8% p.a. This fact indicates asymmetries throughout the business cycles. Another result, obtained by the decomposition of the coincident indicator, showed that sectors' volatility declined after the stabilization of the economy in 1994. Nevertheless, the high sensitivity to shocks of this branch of productive activity (in comparison with the industry as a whole) suggests that it is a potential target for industrial policy in the country.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13316
metadata.dc.identifier.uri2: https://periodicos.ufv.br/rea/article/view/7906
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.25070/rea.v17i2.7906
ISSN: 1679-1614
Appears in Collections:DEECO - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_CiclosNegóciosSetores.pdf
  Restricted Access
571,26 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.