Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13296
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Marcelo Eustáquiopt_BR
dc.contributor.advisorGuerra, Joyce Ferreira da Costapt_BR
dc.contributor.advisorPedrosa, Maria Lúciapt_BR
dc.contributor.authorPaulino, Alice Helena de Souza-
dc.date.accessioned2021-06-27T18:28:32Z-
dc.date.available2021-06-27T18:28:32Z-
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.citationPAULINO, Alice Helena de Souza. Efeito das folhas de araçazeiro (Psidium cattleianum Sabine) sobre aspectos metabólicos da esteatose hepática não alcoólica (NAFLD) induzida por dieta hiperlipídica em ratos. 2019. 88 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13296-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractA esteatose hepática não alcoólica (do inglês -Nonalcoholic fatty liver disease -NAFLD) é uma doença emergente com prevalência de 30% na população geral de países desenvolvidos e pode progredir para danos mais graves (esteatohepatite, fibrose, cirrose e, esporadicamente, carcinoma hepático), devido ao aumento do estresse oxidativo. Como ainda não há um tratamento específico para a NAFLD, e sabendo que os compostos fitoquímicos presentes nos alimentos atuam reforçando o sistema antioxidante endógeno, estes são propostos como uma estratégia eficaz na prevenção das alterações induzidas pelos radicais livres. Estudos com as folhas do araçazeiro já destacaram seu potencial antioxidante, antimicrobiano e antiproliferativo, porém não há, ainda, nenhuma relação com a esteatose hepática. Sendo assim, o objetivo do estudo foi avaliar o efeito das folhas de araçazeiro (Psidium cattleianum Sabine) sobre aspectos metabólicos da NAFLD induzida por dieta hiperlipídica em ratas. Foram utilizadas 32 ratas, divididas em 4 grupos (n=8): controle (C), recebendo dieta padrão (AIN-93M); hiperlipídico (H), com dieta hiperlipídica (2% de colesterol e 25% de óleo de soja); e grupos tratados com as folhas (CFo e HFo), recebendo dieta acrescida de 2% da farinha das folhas. Todos os grupos receberam dieta e água ad libitum. O experimento teve duração de 8 semanas, ocorrendo no último dia a eutanásia dos animais. O sangue e os órgãos foram recolhidos para posteriores análises. As análises bioquímicas e de biologia molecular, foram realizadas utilizando-se kits comerciais, seguindo as instruções do fabricante. As dosagens dos marcadores do dano oxidativo e das enzimas antioxidantes foram determinadas de acordo com protocolos específicos, adaptados no laboratório de bioquímica metabólica (LBM). O tratamento com as folhas diminuiu a deposição lipídica e o infiltrado inflamatório no fígado; diminuiu a atividade da alanina aminotransferase e aumentou a concentração de albumina no soro; melhorou o perfil de HDL-c no grupo controle; diminuiu o peso do tecido adiposo abdominal e a área dos adipócitos; aumentou a atividade das enzimas glutationa peroxidase, glutationa redutase, glutationa S-transferase e paraoxonase, e diminuiu a atividade da superóxido dismutase aumentada pela dieta hiperlipídica; bem como melhorou os biomarcadores do dano oxidativo, TBARS e proteína carbonilada. Sendo assim, é possível sugerir que as folhas do araçazeiro possuem efeito hepatoprotetor, influenciando no status oxidante/antioxidante e amenizando as alterações induzidas pela NAFLD; podendo, portanto, serem utilizadas como uma potencial prevenção e/ou tratamento da doença.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/us/*
dc.subjectFolhas de araçazeiropt_BR
dc.subjectDefesas antioxidantespt_BR
dc.subjectEstresse oxidativopt_BR
dc.titleEfeito das folhas de araçazeiro (Psidium cattleianum Sabine) sobre aspectos metabólicos da esteatose hepática não alcoólica (NAFLD) induzida por dieta hiperlipídica em ratos.pt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 29/05/2019 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeSilva, André Talvani Pedrosa dapt_BR
dc.contributor.refereeMagalhães, Cíntia Lopes de Britopt_BR
dc.contributor.refereeEsteves, Elizabethe Adrianapt_BR
dc.contributor.refereeSilva, Marcelo Eustáquiopt_BR
dc.contributor.refereeFigueiredo, Suely Gomes dept_BR
dc.description.abstractenI Nonalcoholic fatty liver disease (NAFLD) is an emerging disease with a prevalence of 30% in the general population of developed countries and may progress to more severe damage (steatohepatitis, fibrosis, cirrhosis and, occasionally, hepatic carcinoma), due to increased oxidative stress. As there is no specific treatment for NAFLD, and knowing that the phytochemical compounds present in foods act by enhancing the endogenous antioxidant system, these are proposed as an effective strategy in the prevention of free radical induced changes. Studies with the leaves of araçazeiro have already highlighted its antioxidant, antimicrobial and antiproliferative potential, however, there is still no relation with hepatic steatosis. Therefore, the objective of this study was to evaluate the effect of the leaves of araçazeiro (Psidium cattleianum Sabine) on metabolic aspects of NAFLD induced by hyperlipid diet in rats. Thirty-two rats were divided into four groups (n = 8): control (C), receiving standard diet (AIN-93M); hyperlipidic (H), with hyperlipid diet (cholesterol 2% and soybean oil 25%); and leaf treated groups (CFo and HFo), receiving a diet increased by 2% of the leaf flour. All groups received diet and water ad libitum. The experiment lasted 8 weeks, with the animals euthanizing on the last day. Blood and organs were collected for further analysis. Biochemical and molecular biology analyzes were performed using commercial kits following the manufacturer's instructions. Oxidative damage and antioxidant enzyme markers were determined according to specific protocols, adapted in the laboratory of metabolic biochemistry (LBM). Leaf treatment decreases lipid deposition and inflammatory infiltrate in the liver; decreases the activity of alanine aminotransferase and increased serum albumin concentration; improved the HDL-c profile in the control group; decreased abdominal adipose tissue weight and adipocyte area; increased the activity of the glutathione peroxidase, glutathione reductase, glutathione S-transferase and paraoxonase enzymes, and decreased the activity of superoxide dismutase increased by the hyperlipid diet; as well as improved biomarkers of oxidative damage, TBARS and carbonylated protein. Thus, it is possible to suggest that the leaves of the araçazeiro have a hepatoprotective effect, influencing the oxidant/antioxidant status and ameliorating the alterations induced by NAFLD; and may therefore be used as a potential prevention and / or treatment of the disease.pt_BR
Appears in Collections:PPCBIOL - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_EfeitoFolhasAraçazeiro.pdf2,08 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons