Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13272
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorReis, Érica Linharespt_BR
dc.contributor.advisorRodrigues, Otávia Martins Silvapt_BR
dc.contributor.authorMenezes, Késsius Bortolan-
dc.date.accessioned2021-06-14T18:09:05Z-
dc.date.available2021-06-14T18:09:05Z-
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.citationMENEZES, Késsius Bortolan. Separação magnética do rejeito da deslamagem da usina de beneficiamento da Serra do Sapo em Conceição do Mato Dentro, MG. 2020. 90 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mineral) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/13272-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractA separação magnética vem ganhando destaque ao longo dos últimos anos na concentração de minérios de ferro com baixo teor e no aproveitamento de rejeitos do processamento. Embora o investimento para implementação de separadores magnéticos em uma usina de beneficiamento de minério de ferro ainda seja alto, o custo operacional é baixo e a operação destes equipamentos é simples. Além disso, o cenário atual da mineração tem mostrado cada vez mais a necessidade da eliminação de barragens de rejeitos, entre eles o rejeito da deslamagem. Este rejeito é composto, em sua maioria, por partículas ultrafinas e coloidais, com teor de ferro próximo do Run of Mine. Atualmente, cerca de 3 Mt de lama, proveniente do processo produtivo da usina de beneficiamento de minérios da Serra do Sapo, em Conceição do Mato Dentro, MG, é descartada anualmente. A recuperação do ferro contido neste material, além de contribuir para o aumento da produção, diminui o percentual de fração útil descartada. Este trabalho tem como objetivo viabilizar tecnicamente a recuperação de ferro contido no overflow da deslamagem, na fração granulométrica abaixo de 40 µm que é, atualmente, direcionada para a barragem de rejeitos. O estudo consistiu na caracterização físico-química do rejeito. Foram realizados testes no separador magnético de alta intensidade por via úmida (WHIMS), utilizando o Minimag, modelo G-340, da Gaustec, considerando diferentes configurações em termos de parâmetros operacionais e de rotas. Testes utilizando o equipamento Slon® modelo 100 (VPHGMS), da Outotec, também foram realizados visando obter não somente a concentrabilidade do rejeito da deslamagem do Minas-Rio, mas também realizando um comparativo em termos apenas de eficiência. Os melhores resultados foram obtidos para o separador magnético modelo Slon® 100 com teor de ferro no concentrado magnético de 67,06% e recuperação mássica e metalúrgica de 32,42% e 56,86%, respectivamente.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectBeneficiamento de minériopt_BR
dc.subjectSeparação magnética de minériopt_BR
dc.subjectMinérios de ferro - resíduospt_BR
dc.titleSeparação magnética do rejeito da deslamagem da usina de beneficiamento da Serra do Sapo em Conceição do Mato Dentro, MG.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 03/06/2021 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeReis, Érica Linharespt_BR
dc.contributor.refereeAlves, Vladimir Kronembergerpt_BR
dc.contributor.refereeTurrer, Henrique Dias Gattipt_BR
dc.description.abstractenMagnetic separation has gained prominence over the last few years in the concentration of low grade iron ores and in the processing tailing utilization. Although the investment to implement magnetic separators in an iron ore beneficiation plant is still high, the operational cost is low and the operation of these equipments is simple. In addition, the current mining scenario has increasingly shown the need to eliminate tailings dams, including tailing disposal. This tailing is mostly composed of ultrafine and colloidal particles with iron content close to the Run of Mine. Currently, about 3 Mt of slime from the production process of the Serra do Sapo ore beneficiation plant in Conceição do Mato Dentro, MG, is discarded annually. The recovery of iron contained in this material, in addition to contributing to increased production, decreases the percentage of useful fraction discarded. This work aims to technically enable the recovery of iron contained in the slime from desliming overflow, in the particle size below 40 µm that is currently directed to the tailings dam. The study will consist of the physicochemical characterization of the tailings. Tests will be performed on the High Intensity Wet Magnetic Separation (WHIMS) using Gaustec's Minimag, model G-340, considering different configurations in terms of operating parameters and routes. Tests using Outotec's Slon® model 1000 (VPHGMS) equipment were also carried out in order to obtain not only the concentrability of the Minas-Rio desliming tailings, but also to make a comparison in terms of efficiency only. The best results were obtained for the magnetic separator model Slon® 100 with iron content in the magnetic concentrate of 67.06% and mass and metallurgical recovery of 32.42% and 56.86%, respectively.pt_BR
Appears in Collections:PPGEM - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_SeparaçãoMagnéticaRejeito.pdf2,96 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons