Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/13045
Title: Efeito da Resolvina D1 na infecção experimental aguda e crônica pela Cepa Brazil do Trypanosoma cruzi.
Authors: Horta, Aline Luciano
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, André Talvani Pedrosa da
Huang, Huan
Weiss, Louis M.
Keywords: Agentes antiinflamatórios
Trypanosoma cruzi
Doença de Chagas
Issue Date: 2020
metadata.dc.contributor.referee: Silva, Vanessa Pinho da
Rachid, Milene Alvarenga
Magalhães, Cíntia Lopes de Brito
Costa, Daniela Caldeira
Citation: HORTA, Aline Luciano. Efeito da Resolvina D1 na infecção experimental aguda e crônica pela Cepa Brazil do Trypanosoma cruzi. 2020. 125 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2020.
Abstract: A doença de Chagas é ainda hoje um grande problema médico- social que atinge cerca de 10 milhões de pessoas no mundo todo. Transmitida pelo protozoário Trypanosoma cruzi (T. cruzi), esta infecção desencadeia processos inflamatórios agudos e crônicos que, em última instância, culminam em disfunções neurológicas, digestórias e cardíacas em graus distintos. A ineficácia e alta toxicidade das terapias disponíveis para o tratamento da doença Chagas reforçam a necessidade de novas estratégias farmacológicas efetivas e seguras contra este parasito. A resolvina D1 (RvD1) é um mediador lipídico de pró-resolução com ações mitigadoras sobre a resposta inflamatória. Por esta ação imunoduladora, o presente estudo avaliou se o tratamento com a RvD1 atuaria sobre a imunopatogênese induzida pelo T. cruzi em modelo experimental murino. Assim, camundongos do modelo CD-1 foram infectados pela cepa Brazil do T. cruzi e tratados com 3 µg/kg de RvD1, por via intraperitoneal, nos dias 5, 10, e 15 pósinfecção e eutanasiados 45º dia pós-infecção (dpi) (fase aguda). Na fase crônica, os animais foram tratados com a mesma dosagem nos dias 60, 65, e 70 pós-infecção, e submetidos ao exame ecocardiográfico aos 90 dpi, e sacrificados com 120 dias de infecção. Após a eutanásia, o sangue e o coração foram coletados para ensaios imunoenzimáticos (IFN-γ, TGF-ß, IL-10), análise do infiltrado inflamatório, formação de tecido fibroso e quantificação relativa do RNA em tempo real - qPCR (TGF-ß). A terapia com RvD1 aumentou a sobrevida e reduziu o número de parasitos observados em animais em fase aguda de infecção, além de reduzir os níveis de IFN-γ e TGF-ß em fase crônica. Também observamos um aumento nos níveis de IL-10 em animais tratados com RvD1 tanto na infecção aguda quanto na crônica, e redução dos níveis de TGF- ß (mRNA) e do conteúdo de colágeno no tecido cardíaco. Juntos, estes dados indicam que a terapia com RvD1 minimiza a resposta inflamatória induzida por este parasito e previne a formação de fibrose cardíaca, contribuíndo para o quadro resolutivo da infecção experimental pela cepa Brazil do T. cruzi.
metadata.dc.description.abstracten: Chagas disease is a major public health issue, affecting 10 million people worldwide. Transmitted by a protozoan named Trypanosoma cruzi, this infection triggers a chronic inflammatory process that can lead to cardiomyopathy (Chagas disease). Resolvin D1 (RvD1) is a novel proresolution lipid mediator whose effects on inflammatory diseases dampens pathological inflammatory responses and can restore tissue homeostasis. Current therapies are not effective in altering the outcome of T. cruzi infection, and as RvD1 has been evaluated to be a therapeutic agent in various inflammatory diseases, we examined if exogenous RvD1 could modulate the pathogenesis of Chagas disease in a murine model. CD-1 mice infected with the T. cruzi Brazil strain were treated with RvD1. Mice were administered 3 g/kg of body weight RvD1 intraperitoneally on days 5, 10, and 15 to examine the effect of RvD1 on acute disease or administered the same dose on days 60, 65, and 70 to examine its effects on chronic infection. RvD1 therapy increased the survival rate and controlled parasite replication in mice with acute infection and reduced the levels of interferon γ and transforming growth factor (TGF-) in mice with chronic infection. In addition, there was an increase in interleukin-10 levels with RvD1 therapy in both mice with acute infection and mice with chronic infection and a decrease in TGFlevels and collagen content in cardiac tissue. Together, these data indicate that RvD1 therapy can dampen the inflammatory response, promote the resolution of T. cruzi infection, and prevent cardiac fibrosis.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/13045
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 21/12/2020 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.
Appears in Collections:PPCBIOL - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_EfeitoResolvinaD1.pdf12,74 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons