Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/13031
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBezerra, Frank Silvapt_BR
dc.contributor.advisorMatos, Natália Alves dept_BR
dc.contributor.authorCândido, Leandro da Silva-
dc.date.accessioned2020-12-18T13:18:11Z-
dc.date.available2020-12-18T13:18:11Z-
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.citationCÂNDIDO, Leandro da Silva. Estudo dos efeitos da ventilação mecânica com diferentes volumes correntes em pulmões saudáveis de ratos Wistar. 80 f. 2019. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/13031-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractA ventilação mecânica (VM) é uma estratégia essencial no tratamento de pacientes críticos e tem por objetivo proporcionar a melhoria das trocas gasosas em pacientes sob ventilação artificial. Entretanto, os efeitos de diferentes volumes correntes em pulmões saudáveis necessitam de mais estudos experimentais e clínicos. O presente estudo objetivou avaliar os efeitos da ventilação mecânica com diferentes volumes correntes sobre o desequilíbrio redox e a resposta inflamatória pulmonar em ratos saudáveis. Esse estudo foi aprovado pela Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) da Universidade Federal de Ouro Preto segundo o Protocolo nº 2017/42. Os ratos machos Wistar foram divididos em 4 grupos: O grupo controle (GC), animais em ventilação espontânea e expostos ao ar ambiente, e animais anestesiados, paralisados, traqueostomizados e submetidos à VM (Inspira Advanced Safety Ventilator, Harvard Apparatus) com os seguintes parâmetros ventilatórios: Modo ventilação contralada à volume (VCV), baixo volume corrente 4 mL/kg (VM4) ou 8 mL/kg (VM8) ou 12 mL/kg (VM12), pressão expiratória final positiva (PEEP) de 0 cmH20, freqüência respiratória: 70 irpm, relação I:E de 1:2 e Fração inspirada de oxigênio de 21%, durante 1 hora. Durante este experimento, os parâmetros ventilatórios e hemodinâmicos foram monitorados. Ao final do experimento, o sangue arterial, o lavado broncoalveolar (LBA) e o tecido pulmonar foram coletados para análises estereológicas e bioquímicas. As análises estatísticas foram realizadas utilizando o software GraphPad Prism versão 5.00. Os dados foram expressos como média ± erro padrão de média e a diferença significativa foi considerada quando o valor de p <0,05. Como resultados, a VM com alto volume corrente promoveu o aumento do influxo de neutrófilos no VM12 em relação ao GC, VM4 e VM8 no LBA. No homogenato pulmonar, observou-se um aumento dos níveis de CCL5, TNF-α, IL1 e IL-6 em VM12 em relação ao GC e VM4. Os parâmetros bioquímicos mostraram um aumento na atividade da superóxido dismutase (SOD) em VM12 comparado ao GC e VM4. Em relação à atividade da catalase (CAT), houve um aumento em VM12 em relação ao GC. O dano no parênquima pulmonar foi avaliado pela oxidação de proteínas e peroxidação de lipídeos, houve um aumento da peroxidação lipídica no VM12 em relação ao GC, VM4 e VM8, bem como aumento da oxidação de proteínas no VM12 em relação ao GC e VM4. Para as análises estereológicas, houve aumento da densidade de volume do espaço alveolar (Vv [a]) em VM12 em relação ao GC e VM4. Entretanto, houve uma diminuição da densidade de volume do septo alveolar (Vv [sa]) no grupo VM12 em relação ao GC e VM4. Nas análises dos gases sanguíneos arteriais, observou-se que a PCO2 (mmHg) em VM12 foi menor que o GC, VM4 e VM8. O parâmetro HCO3- também foi menor no grupo VM12 quando comparado ao GC, VM4 e VM8. Em relação à PO2 (mmHg), houve diminuição no grupo VM4 em relação ao GC. Nossos resultados mostraram que o alto volume corrente promoveu inflamação pulmonar aguda e desequilíbrio redox em ratos adultos saudáveis submetidos à ventilação mecânica durante um curto período de tempo.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectRespiração artificialpt_BR
dc.subjectPulmões - inflamaçãopt_BR
dc.subjectStress oxidativopt_BR
dc.titleEstudo dos efeitos da ventilação mecânica com diferentes volumes correntes em pulmões saudáveis de ratos Wistar.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 20/12/2019 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeBezerra, Frank Silvapt_BR
dc.contributor.refereeMatos, Natália Alves dept_BR
dc.contributor.refereeRoatt, Bruno Mendespt_BR
dc.contributor.refereeMachado, Maria da Glória Rodriguespt_BR
dc.description.abstractenMechanical ventilation (MV) is an essential strategy in the treatment of critical patients it aims to provide adequate gas exchange in MV patients. However, the effects of different tidal volumes on healthy lungs require further experimental and clinical studies. This study aimed to evaluate the effects of mechanical ventilation with different tidal volumes on redox imbalance and pulmonary inflammatory response in healthy rats. This study was approved by The Animal Use Ethics Commission (CEUA) of the Federal University of Ouro Preto according to the Protocol nº 2017/42. The male Wistar rats were divided into 4 groups: The control group (CG), animals spontaneously ventilated and exposed to ambient air, and animals were anesthetized, paralyzed, tracheostomized and submitted to MV (Inspira Advanced Safety Ventilator, Harvard Apparatus) with the following ventilatory parameters: Volume Controlled Ventilation (VCV) mode, low tidal volume 4 mL / kg (MV4) or 8 mL / kg (MV8) or 12 mL / kg (MV12), positive end-expiratory pressure (PEEP) of 0 cmH20, respiratory rate: 70 bpm, 1: 2 I: E ratio and 21% inspired fraction of oxygen for 1 hour. During this experiment, ventilatory and hemodynamic parameters were monitored. At the end of the experiment, arterial blood, bronchoalveolar lavage fluid (BALF) and lung tissue were collected for stereological and biochemical analyses. Statistical analyses were performed using GraphPad Prism software version 5.00. Data were expressed as mean ± standard error of the mean and the significant difference was considered when p < 0.05. As a result, high tidal volume MV promoted an increase in neutrophil influx in VM12 compared to CG, VM4 and VM8 in BAL. In pulmonary homogenate, we observed an increase in CCL5, TNF, IL-1 and IL-6 levels in VM12 compared to CG and VM4. The biochemical parameters showed an increase in the superoxide dismutase (SOD) activity in MV12 compared to CG and MV4. In relation to catalase (CAT) activity, there was an increase in MV12 compared to CG. The damage in lung parenchyma was evaluated by oxidation of proteins and lipid peroxidation, there was an increase of lipid peroxidation in MV12 compared to CG, MV4 and MV8, as well as an increase of oxidation of proteins in MV12 compared to CG and MV4. For stereological analyses, there was an increase of volume density of alveolar space (Vv [a]) in MV12 compared to CG and MV4. However, there was a decrease in the volume density of alveolar septa (Vv [sa]) in MV12 compared to CG and MV4. In the analysis of arterial blood gases, we observed that PCO2 (mmHg) in MV12 was lower than CG, MV4 and MV8. The parameter HCO3- was also lower in MV12 compared to CG, MV4 and MV8. Regarding PO2 (mmHg), there was a decrease in VM4 compared to CG. Our results showed that the high tidal volume promoted acute pulmonary inflammation and redox imbalance in healthy adult rats submitted to mechanical ventilation for a short period.pt_BR
Appears in Collections:PPCBIOL - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EstudoEfeitosVentilação.pdf1,65 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons