Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/12394
Title: Ouvidoria LGBTI e o silêncio institucional : considerações sobre as “escolhas” que revelam formas de exclusão.
Other Titles: LGBTI Ombudsman and institutional silence : considerations about "choices" that reveal forms of exclusion.
Authors: Bomfim, Rainer
Bahia, Alexandre Gustavo Melo Franco de Moraes
Silva, Samuel Júnior da
Keywords: LGBTIfobia
Universidade pública
Extensão universitária: processos de violência
Issue Date: 2019
Citation: BOMFIM, R.; BAHIA, A. G. M. F. M.; SILVA, S. J. Ouvidoria LGBTI e o silêncio institucional: considerações sobre as “escolhas” que revelam formas de exclusão. Sexualidade & Política: Revista Brasileira de Políticas Públicas LGBTI, v. 1, n. 1, p. 218-243, jun. 2019. Disponível em: <https://revista.todxs.org/wp-content/uploads/2019/09/11-Ouvidoria-LGBTI-e-o-sil%C3%AAncio-institucional.pdf>. Acesso em: 18 junho 2020.
Abstract: Trata-se de uma pesquisa sobre o processo de LGBTIfobia institucionalizada que é sofrido pela população LGBTI com recorte na Cidade de Ouro Preto. Para isso, apresentou-se o processo de criação e atual realidade das repúblicas federais hoje e analisou-se o ingresso e os procedimentos que o estudante ingressante, conhecido como “bixo”, perpassa dentro dos imóveis universitários. Em seguida, identifica como que tal procedimento baseados em subjetividades exclui a população LGBTI dos imóveis públicos. Após, mostra-se a primeira menção normativa sobre LGBTI e apresenta os primeiros resultados do projeto de extensão “Ouvidoria LGBTI” como uma forma de denúncia e alternativa para a mudança de comportamento pela Universidade no âmbito institucional. A metodologia utilizada na construção do trabalho foi a jurídico-descritivo quando se trata da história das repúblicas e do processo de entrada dos estudantes ingressantes e jurídico-sociológica quando se trata das questões relacionadas a população LGBTI.
metadata.dc.description.abstracten: This is a research about the process of institutionalized LGBTIfobia that is suffered by the LGBTI population with cut in the City of Ouro Preto. For this, the process of creation and current reality of the federal republics was presented today and the entrance and procedures that the incoming student, known as "bixo", perpasses within university properties were analyzed. It then identifies how such a subjectivity-based procedure excludes the LGBTI population from public real estate. Afterwards, the first normative mention on LGBTI is presented and presents the first results of the project of extension " Ouvidoria LGBTI " as a form of denunciation and alternative for the change of behavior by the University in the institutional scope. The methodology used in the construction of the work was juridico-descriptive when it comes to the history of the republics and the process of entry of incoming students and legal-sociological when it comes to issues related to the LGBTI population.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/12394
metadata.dc.identifier.uri2: https://revista.todxs.org/wp-content/uploads/2019/09/11-Ouvidoria-LGBTI-e-o-sil%C3%AAncio-institucional.pdf
ISSN: 2674-8541
Appears in Collections:DEDIR - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_OuvidoriaLGBTISilêncio.pdf
  Restricted Access
1,8 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.