Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/11892
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFayer, Patrícia Paixão-
dc.contributor.authorConrado, Maria Marta-
dc.contributor.authorMiranda, Luciano-
dc.contributor.authorFerreira, Renato Melo-
dc.contributor.authorSoares, Everton Rocha-
dc.contributor.authorSilva, Rodrigo Pereira da-
dc.contributor.authorAlmas, Saulo Peters-
dc.contributor.authorCoelho, Emerson Filipino-
dc.contributor.authorWerneck, Francisco Zacaron-
dc.date.accessioned2020-02-12T15:27:49Z-
dc.date.available2020-02-12T15:27:49Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationFAYER, P. P. et al. Prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares de um colégio militar. Revista de Educação Física, v. 88, n. 3, p. 911-920, 2019. Disponível em: <https://issuu.com/ccfex/docs/rev_ed_f_sica_volume_88__2019__nr_1>. Acesso em: 10 fev. 2020.pt_BR
dc.identifier.issn0102-8464-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11892-
dc.description.abstractIntrodução: Nas últimas décadas aumentou o número de pessoas acima do peso, incluindo crianças e adolescentes, fato que é considerado preocupante, pois pode acarretar diversas doenças crônicas, em longo prazo. Objetivo: Avaliar a prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares de um colégio militar, investigando possíveis diferenças entre os sexos e as faixas etárias. Métodos: Estudo quantitativo, transversal, do qual participaram 381 escolares de um colégio militar de Minas Gerais, de 11 a 17 anos, sendo 213 meninos e 168 meninas. Calculou-se o índice de massa corporal (IMC) que foi classificado segundo o PROESP-BR. Para testar diferenças entre os sexos, utilizou-se o teste do Qui-Quadrado (2) e para testar a relação entre idade e IMC, utilizou-se a correlação de Pearson. Significância estatística: p < 0,05. Resultados: Foi observado sobrepeso em 17,8% (n = 68) e de obesidade em 5,8% (n = 22) dos escolares. Houve correlação positiva entre a idade cronológica e o IMC (r = 0,32; p < 0,0001). Não houve correlação entre estado nutricional e faixa etária. Não foram observadas diferenças significativas entre os sexos, em relação ao sobrepeso e à obesidade (16,9% e 6,6% nos meninos vs. 19,0% e 4,8% nas meninas, respectivamente). Conclusão: A prevalência sobrepeso e obesidade nos escolares do colégio militar, em conjunto, foi de 23,6%, tanto nos meninos quanto nas meninas, sem diferença significativa entre as faixas etárias. Essa prevalência foi similar à média de escolares brasileiros.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectCriançaspt_BR
dc.subjectEstado nutricionalpt_BR
dc.subjectExcesso de pesopt_BR
dc.subjectAtividade físicapt_BR
dc.subjectChildrenpt_BR
dc.titlePrevalência de sobrepeso e obesidade em escolares de um colégio militar.pt_BR
dc.typeArtigo publicado em periodicopt_BR
dc.rights.licenseO periódico Revista de Educação Física permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo. Permite remixagem, adaptação e nova criação a partir da obra para fins não comerciais desde que seja atribuído o crédito ao autor (CC BY-NC). Fonte: Diadorim <https://diadorim.ibict.br/handle/1/1502>. Acesso em: 11 fev. 2020.pt_BR
dc.description.abstractenIntroduction: Over the past few decades, the number of overweight people, including children and adolescents has increased significantly, a fact that is considered worrying, as it can lead to several chronic diseases in the long term. Objective: To evaluate the prevalence of overweight and obesity in schoolchildren of a military college, investigating possible differences between sexes and age groups. Methods: A quantitative, cross-sectional study was carried out in which 381 students from a military school in Minas Gerais, aged 11 to 17 years, were 213 boys and 168 girls. The body mass index (BMI) was calculated according to the PROESP-BR. To test for gender differences, the Chi-square test (2) was used and Pearson's correlation was used to test the relationship between age and BMI. Statistical significance: p <0.05. Results: Overweight was observed in 17.8% (n = 68) and obesity in 5.8% (n = 22) of the students. There was a positive correlation between chronological age and BMI (r = 0.32; p <0.0001). There was no correlation between nutritional status and age range. No significant differences were observed between genders regarding overweight and obesity (16.9% and 6.6% in boys vs. 19.0% and 4.8% in girls, respectively). Conclusion: The prevalence of overweight and obesity in the students of the military college, together, was 23.6% in both boys and girls, with no significant difference between age groups. This prevalence was like the average of Brazilian schoolchildren.pt_BR
Appears in Collections:DEEFD - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_PrevalênciaSobrepesoObesidade.pdf1,44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.