Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11870
Title: Caracterização palinológica dos sedimentos quaternários da bacia do rio Maracujá Ouro Preto - MG.
Authors: Gomes, Makênia Oliveira Soares
metadata.dc.contributor.advisor: Delício, Maria Paula
Sarkis, Maria de Fátima Rodrigues
Keywords: Palinologia - Minas Gerais
Bacias hidrográficas - Minas Gerais
Taxonômia vegetal
Issue Date: 2008
metadata.dc.contributor.referee: Delício, Maria Paula
Garcia, Maria Judite
Bacellar, Luis de Almeida Prado
Citation: GOMES, Makênia Oliveira Soares. Caracterização palinológica dos sedimentos quaternários da bacia do rio Maracujá Ouro Preto - MG. 2008. 99 f. Dissertação (Mestrado em Evolução Crustal e Recursos Naturais) – Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2008.
Abstract: Este estudo objetivou com base na taxonomia e análise paleoecológica, a caracterização palinológica dos sedimentos quaternários aflorantes na região da Bacia do Rio Maracujá, distrito de Cachoeira do Campo, Ouro Preto - MG. Sendo este trabalho inédito, ele poderá contribuir para a compreensão dos eventos ambientais ocorridos na evolução da paisagem dessa região, além de auxiliar no entendimento paleoambiental do Quaternário de Minas Gerais. No perfil estratigráfico selecionado foram coletadas 12 canaletas de 40cm cada e amostradas de 5 em 5cm para o preparo de 72 amostras e 462 lâminas, conforme o método padrão de processamento para amostras palinológicas do Quaternário. A identificação dos palinomorfos foi feita através de literatura especializada. Os diagramas polínicos de porcentagem foram confeccionados com os softwares TÍLIA e TILIAGRAF. A divisão dos diagramas polínicos em Ecozonas foi determinada pelo programa estatístico CONISS. Foram registrados 57 taxa com representantes de Chlorophyta (Zygnemataceae), Anthocerotophyta (Anthocerotaceae), Pteridophyta (Cyatheaceae, Lycopodiaceae, Dicksoniaceae, Gleicheniaceae, Polypodiaceae, Aspleniaceae, Schizaeceae, Pteridaceae), Trachaeophyta (Podocarpaceae) e Magnoliophyta (Anacardiaceae, Moraceae/Urticaceae, Chrysobalanaceae, Ericaceae, Myrsinaceae, Mimosaceae, Caesalpiniaceae (Leguminosae), Fabaceae, Polygalaceae, Myrtaceae, Thymelaeaceae, Melastomataceae, Loranthaceae, Aquifoliaceae, Euphorbiaceae, Malpighiaceae, Sapindaceae, Proteaceae, Winteraceae, Rubiaceae, Asteraceae, Cyperaceae, Poaceae, Chloranthaceae e Bignoniaceae). Com base no comportamento dos palinomorfos ao longo da seção estratigráfica analisada foram delimitadas duas Ecozonas palinológicas denominadas de Ecozona I, indivisível, e Ecozona II, subdividida em quatro Subecozonas. A Ecozona I, entre 950 a 600cm de profundidade, representa a parte basal do perfil amostrado, composto pelas amostras C12, C11, C10, e C9. Sedimentologicamente está representada por intercalações de areias finas a grossas, com intervalos argilosos ricos em matéria orgânica. Esta unidade está caracterizada pelo estabelecimento e domínio da flora de Cyperaceae e Poaceae, ausência de elementos arbóreos e baixa diversidade de esporos de pteridófitos, indicando condições climáticas mais secas do que as atuais. A Ecozona II, entre 600 e 150cm de profundidade, representa o topo do perfil e é composta pelas amostras C8, C7, C6, C5, C4, C3, C2 e C1. Caracteriza-se sedimentologicamente pela predominância de níveis argilosos de coloração escura, ricos em matéria orgânica, com intercalações cíclicas de areias. Esta Ecozona está representada pelo declínio progressivo da flora herbácea de Cyperaceae e Poaceae, observando-se em alguns níveis uma redução desses grupos de até 75%. O aumento dos elementos arbóreos e arbustivos e a elevação da diversidade de esporos de pteridófitos sugerem prováveis condições climáticas mais úmidas. A presença de intercalações cíclicas com camadas de espessuras variadas de areias e argilas, provavelmente está relacionada a eventos freqüentes, e mais intensos, de erosão e sedimentação. Estes eventos são registrados no Quaternário e de acordo com vários autores relacionam-se com variações climáticas.
metadata.dc.description.abstracten: This study has as objective, based on taxonomy and paleocology analyses, the paliniologic characterization of Quaternary sediments in the area of Rio Maracujá basin, Cachoeira do Campo district, Ouro Preto – MG. This study has never been done before and could provide a better understanding of environmental events occurred during the region environmental, and also contribute to the Minas Gerais Quaternary paleoenvironmental understanding. At the stratigraphic profile were collected 12 channels of 40cm each and samples from each 5cm to prepare 72 samples and 462 sheets, according to the standard method to process paleologics samples from the Quaternary. The palynomorphs identification was made with specialized literature. The polinical diagrams were made by TÍLIA and TILIAGRAF softwares. The divisions of the polinical diagrams in ecozones was made by the statistic program CONISS. 57 taxa were registered with representatives of Chlorophyta (Zygnemataceae), Anthocerotophyta (Anthocerotaceae), Pteridophyta (Cyatheaceae, Lycopodiaceae, Dicksoniaceae, Gleicheniaceae, Polypodiaceae, Aspleniaceae, Schizaeceae, Pteridaceae), Trachaeophyta (Podocarpaceae) and Magnoliophyta (Anacardiaceae, Moraceae/Urticaceae, Chrysobalanaceae, Ericaceae, Myrsinaceae, Mimosaceae, Caesalpiniaceae (Leguminosae), Fabaceae, Polygalaceae, Myrtaceae, Thymelaeaceae, Melastomataceae, Loranthaceae, Aquifoliaceae, Euphorbiaceae, Malpighiaceae , Sapindaceae, Proteaceae, Winteraceae, Rubiaceae, Asteraceae, Cyperaceae, Poaceae, Chloranthaceae and Bignoniaceae). Based on palynomorphs behaviors along stratigraphic section analyzed were established two paliniologics Ecozones nominated as Ecozone I, indivisible, and Ecozone II subdivided in four Subecozones. The Ecozone I, among 950 a 600cm, represents the basal portion of the sample profile, represented by samples C12, C11, C10, e C9. Sedimentology is represented by cyclical layers of fine to thick sands with intervals of organic clay. This unit is characterized by the establishment and domain of the Cyperaceae e Poaceae´s flora, the absence of arboreal elements and low diversity of pteridophyta spores that indicates dryer climatic conditions than the currently climatic conditions. The Ecozone II, among 600 and 1501cm, this unit represent the top of the profile and it is composed by the samples C8, C7, C6, C5, C4, C3, C2 e C1. It is characterized sedimentology by the predominance of dark color organic clay levels, with cyclical insert of sands. This Ecozone is represented by the decline of the Cyperaceae e Poaceae herbaceous flora, in some levels can be observed a reduction of these groups of even 75%. The increase of the arboreal and bushes elements and the increase of the diversity of pteridophytes spores, suggesting wetter climate conditions. The presence of cyclical insert with several different thickness layers of sand and clay is probably related with frequent events of erosion and sedimentation. These events are reg
Description: Programa de Pós-Graduação em Evolução Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11870
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 16/12/2019 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGECRN - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_CaracterizaçãoPalinológicaSedimentos.pdf9,38 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons