Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11848
Title: Estimativa da variável densidade e seu impacto no planejamento de lavra : estudo de caso mina de Serra Azul.
Authors: Reis, Celso Henrique Miranda
metadata.dc.contributor.advisor: Arroyo Ortiz, Carlos Enrique
Keywords: Lavra de minas
Minas e recursos naturais - planejamento
Geoestatística
Issue Date: 2019
metadata.dc.contributor.referee: Arroyo Ortiz, Carlos Enrique
Nader, Alizeibek Saleimen
Tomi, Giorgio Francesco Cesare de
Citation: REIS, Celso Henrique Miranda. Estimativa da variável densidade e seu impacto no planejamento de lavra: estudo de caso mina de Serra Azul. 2019. 71 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mineral) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2019.
Abstract: Esse trabalho visa mensurar e minimizar os riscos e incertezas associados às etapas de avaliação de recursos e reservas minerais por meio da incorporação da variabilidade da densidade no planejamento de lavra. Na prática, a maioria dos projetos de mineração utilizam um valor de densidade média para cada um dos diferentes tipos litológicos presentes no depósito mineral. As determinações de densidade de minério e estéril requerem atenção especial, pois afetam diretamente a conversão de volumes em tonelagens e teores em quantidades de metal. Um estudo de caso foi desenvolvido em uma mina de ferro localizada na região do quadrilátero ferrífero, onde os efeitos da incorporação das incertezas da variável densidade em um plano de lavra foram investigados. Para realização dessa análise dois cenários foram estudados e os seus resultados comparados. O primeiro consiste em estimar as reservas minerais para o depósito a partir da utilização do atributo densidade determinado pela média das amostras, enquanto o segundo cenário analisa as reservas minerais a partir do atributo densidade estimado para cada bloco do modelo mediante aplicação das ferramentas geoestatísticas. No desenvolvimento do estudo de caso a metodologia de planejamento de mina convencional foi utilizada. O impacto de se considerar ou não a variabilidade da densidade na definição dos valores aos blocos foi avaliada e, consequentemente, sua influência na definição dos limites da cava ótima e no sequenciamento de lavra foi investigado. Ao comparar os cenários estudados observa-se que os resultados dos trabalhos desenvolvidos utilizando a média do atributo densidade são consistentemente menores do que os resultados dos trabalhos onde o atributo densidade foi estimado. Uma diferença de 3 % na avaliação dos recursos minerais foi encontrada, enquanto o impacto na avaliação das reservas minerais chegou a 5%. A influência na vida útil do empreendimento foi de aproximadamente um ano, impactando o VPL do projeto em 2%. A reconciliação mássica para um intervalo de cinco anos de produção também foi realizada indicando o modelo onde a densidade é estimada bloco a bloco como o mais aderente.
metadata.dc.description.abstracten: This study aims to measure and minimize the risks and uncertainties associated with the mineral resource and mineral reserve estimation steps, incorporating bulk density variability into the mine planning. In practice, most mining projects use an average bulk density value for each of the different lithological types present in the mineral deposit. Ore and waste density determinations require special attention as they directly affect the conversion of volumes to tonnages and ore grades to metal contents. A case study was developed in an iron ore mine located in the region of the Iron Quadrangle, MG, Brazil. In this study, the effects of incorporating bulk density uncertainties in a mining plan were investigated. In order to perform this analysis two scenarios were studied and their results were compared. The first one estimate the mineral reserves for the deposit using the bulk density determined by the samples mean, while the second scenario analyzes the mineral reserves from the estimated bulk density for each block of the model by applying the geostatistical tools. In the development of the case study the conventional mine planning methodology was used. The impact of whether or not to consider the bulk density variability in the definition of the economic blocks values was evaluated and, consequently, its influence on the definition of the optimal pit boundaries and the mining scheduling was investigated. When comparing the studied scenarios, it is observed that the results of the works developed using the bulk density average are consistently lower than the results of the works where the bulk density was estimated geostatistically. A 3% difference in the mineral resources estimation was found, while the impact on the mineral reserves estimation reached 5%. The influence on the life of mine project was approximately one year, impacting the project's NPV by 2%. Mining reconciliation for a five year production interval was also performed indicating the model where bulk density is estimated block by block as the most adherent.
Description: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11848
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 14/11/2019 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGEM - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EstimativaVariávelDensidade.pdf5,14 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons