Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/11839
Title: O prêmio da liberdade : um estudo sobre escravidão e manumissão em Tito Lívio.
Authors: Hubner, Daisy Ribeiro
metadata.dc.contributor.advisor: Joly, Fábio Duarte
Keywords: Escravidão
Liberdade
Cidadania
Tito Lívio
Issue Date: 2019
metadata.dc.contributor.referee: Joly, Fábio Duarte
Faversani, Fábio
Rosa, Claudia Beltrão da
Citation: HUBNER, Daisy Ribeiro. O prêmio da liberdade: um estudo sobre escravidão e manumissão em Tito Lívio. 2019. 108 f. Dissertação (Mestrado em História) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2019.
Abstract: O presente trabalho tem como finalidade apresentar um estudo sobre o modo como Tito Lívio, em sua História de Roma, apresenta a ação dos escravos e o processo de manumissão. Tito Lívio vivenciou um período de profundas mudanças em Roma, quando, no Principado de Augusto, uma legislação acerca da manumissão passou a vigorar, reconfigurando as relações entre senhores e escravos. Na hipótese desta pesquisa, a escravidão está relacionada tanto ao contexto político do Principado, quando se quebra o vínculo imediato entre a manumissão e a cidadania, de modo a dificultar seu acesso pelos libertos, quanto ao momento em que os episódios tratados por Tito Lívio ocorrem. Para discutir esse ponto, em primeiro lugar, analisa-se a concepção de história de Tito Lívio e os principais recursos narrativos usados por ele, sobretudo aqueles ligados a uma história exemplar. Em segundo lugar, apresentam-se as linhas gerais da legislação augustana sobre manumissão e seu espaço no programa maior de reformas sociais do imperador que privilegiava a aristocracia. Por fim, examina-se a representação feita por Tito Lívio da ação dos escravos e suas consequências para a estabilidade da res publica.
metadata.dc.description.abstracten: The purpose of this dissertation is to present a study about Livy’s depiction of slaves’ action and the process of manumission in his History of Rome. Livy lived through a period of profound change in Rome: in the Principate of Augustus, a legislation on manumission was enacted, thus reconfiguring the relations between masters and slaves. In the hypothesis of this work, slavery is related to both the Principate's political context, when the relationship between manumission and citizenship was broken in order to hinder their access by the freedmen, and the context of the moment in which the episodes treated by Livy occur. To discuss this point, firstly, we deal with Livy's conception of history and the main resources of narrative used by him, especially those linked to an exemplary history. Secondly, we present the main guidelines of Augustus’ legislation on manumission and its place in the emperor's major program of social reform, aimed at the aristocracy. Finally, we examine Livy’s representation of slaves’ action and their consequences for the stability of the res publica.
Description: Programa de Pós-Graduação em História. Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11839
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 28/11/2019 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.
Appears in Collections:PPGHis - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_PrêmioLiberdadeEstudo.pdf2,11 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons