Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11740
Title: O Grande Anganga Muquixe Chico Rei : a presença do mito negro no Reinado do Alto da Cruz e nas escolas de Ouro Preto/MG.
Authors: Santos, Amanda Melissa dos
metadata.dc.contributor.advisor: Fonseca, Marcus Vinícius
Keywords: Chico Rei
Mito
Congadas - Ouro Preto - MG
História
Educação escolar
Issue Date: 2019
metadata.dc.contributor.referee: Fonseca, Marcus Vinícius
Torres, Marco Antônio
Alves, Vânia de Fátima Noronha
Citation: SANTOS, Amanda Melissa dos. O Grande Anganga Muquixe Chico Rei: a presença do mito negro no Reinado do Alto da Cruz e nas escolas de Ouro Preto/MG. 2019. 217 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2019.
Abstract: Chico Rei é reconhecido como um rei africano que foi escravizado em Vila Rica, conseguiu comprar sua alforria e ser coroado novamente como rei, dando origem ao Congado. Essa pesquisa pautou-se em investigar o mito de Chico Rei no Reinado de Nossa Senhora do Rosário e Santa Efigênia do Alto da Cruz de Ouro Preto e a presença de sua história nas escolas ouro-pretanas. Partimos dessa investigação, analisando o mito do rei negro para a comunidade congadeira do Alto da Cruz, que se identifica como herdeira de Chico Rei; e chegando até as escolas ouro-pretanas para compreender se a presença da história do rei africano no ambiente escolar estava associada ao Congado e ao Reinado do Alto da Cruz de Ouro Preto ou relacionada à memória histórica de Ouro Preto, construída por diversas produções históricas e que se valeram em citar Chico Rei, como Afonso Arinos (1904), Diogo de Vasconcelos (1904; 1911) e Mário de Andrade (1925). A pesquisa nas escolas se deu em investigar onze escolas públicas e uma escola privada do Centro Histórico e bairros arredores; além de analisar dois projetos de Educação Patrimonial e também dezesseis livros didáticos de História e Geografia Regional entregues às escolas ouro-pretanas. As análises referentes ao Reinado do Alto da Cruz partiram dos estudos sobre mito, em Eliade (2006) e Campbell (1990). As discussões referentes às escolas se sustentaram nas discussões sobre Educação Patrimonial, em Horta (1999); Livro Didático, em Bittencourt (2001); e na educação étnico-racial, em Gomes (2007). Pode-se concluir que a presença da história de Chico Rei no ambiente escolar ouropretano esteve relacionada ao caráter memorialista e monumentalista das produções históricas, que utilizaram a história de Chico Rei para enaltecer a cidade e construir uma memória histórica de Ouro Preto.
metadata.dc.description.abstracten: Chico Rei is recognized as an African king who was enslaved in Vila Rica but managed to buy his freedom and be crowned king again, giving rise to the Congado. This research was based on an investigation of the myth of Chico Rei in the Reign of Our Lady of Rosario and Santa Efigenia community from the Alto da Cruz de Ouro Preto, which identifies itself as heir of Chico Rei legacy; and the presence of its history in the schools from that region. We started this investigation by analyzing the myth of the black king for the Congado community of Alto da Cruz up to the schools within the Ouro Preto city to understand if the African king’s historical presence in the school environment was associated with the Congado and the reign of Alto da Cruz de Ouro Preto, or related to the historical memory of Ouro Preto and the monumentality of the city, built by several historical productions that decided to tell the story of Chico Rei, as the writers: Afonso Arinos (1904), Diogo de Vasconcelos (1904; 1911) and Mário de Andrade (1925). Eleven public schools and one private school in the Historic Center and surrounding neighborhoods were part of the investigation process and findings are included in this research as well as analyzing two Heritage Education projects and sixteen textbooks of History and Regional Geography delivered to the Ouro Preto schools. The analyzes referring to the Reign of Alto da Cruz came from the studies on myth, in Eliade (2006) and Campbell (1990). The discussions regarding schools were sustained by the discussions on Heritage Education, in Horta (1999); Textbook, in Bittencourt (2001); and in ethnic-racial education, in Gomes (2007). It can be concluded that the presence of Chico Rei's history in the Ouro Preto school environment was related to the memorialist and monumentalist character of the historical productions, which used the history of Chico Rei to enhance the city and build a historical memory of Ouro Preto.
Description: Programa de Pós-Graduação em Educação. Departamento de Educação, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11740
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 25/09/2019 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGEDU - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_GrandeAngangaMuquixe.pdf2,53 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons