Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11620
Title: Efeito do consumo crônico de diferentes óleos vegetais sobre a modulação de mediadores metabólicos, do status redox e inflamatório em ratas saudáveis.
Other Titles: Effect of different vegetable oils chronic intake on metabolic mediators, redox and inflammatory status in healthy female rats.
Authors: Gomes, Sttefany Viana
metadata.dc.contributor.advisor: Costa, Daniela Caldeira
Queiroz, Karina Barbosa de
Silva, Marcio Eustáquio
Keywords: Óleos vegetais
Inflamação
Ácidos graxos
Issue Date: 2018
metadata.dc.contributor.referee: Magalhães, Cíntia Lopes de Brito
Alzamora, Andréia Carvalho
Queiroz, Karina Barbosa de
Costa, Daniela Caldeira
Citation: GOMES, Sttefany Viana. Efeito do consumo crônico de diferentes óleos vegetais sobre a modulação de mediadores metabólicos, do status redox e inflamatório em ratas saudáveis. 2018. 117 f. Dissertação (Mestrado em Saúde e Nutrição) - Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto, Escola de Nutrição, Ouro Preto, 2018.
Abstract: O processo de transição nutricional observado em todo o mundo tem sido caracterizado por um aumento da ingestão de alimentos com elevada densidade calórica, ricos em carboidratos e/ou lipídeos, em especial gordura saturada, trans e ácido linoleico. O desequilíbrio na quantidade e no tipo de lipídeos consumidos na dieta pode ter efeitos negativos no organismo. Os óleos vegetais têm recebido atenção especial devido aos potenciais efeitos benéficos à saúde. Estes efeitos estão associados ao tipo de ácido graxo presente nestes óleos, sendo os ácidos graxos monoinsaturados e poli-insaturados associados à melhora no perfil lipídico, enquanto os ácidos graxos saturados apresentam efeitos negativos no organismo. Desta forma, o objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito do consumo crônico de óleos vegetais com diferentes percentuais de ácidos graxos sobre mediadores metabólicos, do status redox e inflamatórios em ratas saudáveis. Para isto, foram utilizadas 44 ratas da linhagem Fisher (peso), separadas em cinco grupos, a saber: (i) grupo controle (C), o qual recebeu apenas água, (ii) grupo azeite de oliva (AO), (iii) grupo óleo de linhaça (OL), (iv) grupo óleo de coco (OC) e (v) grupo óleo de girassol (OG). Todos os tratamentos foram administrados por gavagem (1mL/ 250g peso) e o delineamento experimental teve duração de 90 dias. Após este período, as ratas foram eutanasiadas e amostras de sangue, fígado e tecido adiposo foram coletadas e armazenadas para análises posteriores. O consumo crônico de AO aumentou o tecido adiposo branco e a concentração sérica de IL-6, enquanto reduziu o HDL sérico. Os animais do grupo OL apresentaram redução do índice HOMA, aumento nas concentrações de triglicérides séricos, ALT e IL-6, além de aumentarem TNF hepático. A ingestão crônica de OC foi responsável por alterações de parâmetros glicometabólicos e modificações no metabolismo lipídico sérico e hepático, além de aumentar o dano oxidativo hepático através do aumento de TBARS e ALT. Os animais do grupo OG apresentaram alteração no perfil lipídico sérico, aumento da lipogênese hepática, através do aumento da expressão gênica do fator de transcrição Srebp1 e da enzima Acetil-Coa carboxilase (ACC). Além disso, o OG causou alterações nas concentrações séricas e hepáticas de citocinas inflamatórias, aumento de dano hepático e diminuição da razão GSH/GSSG. Estes resultados sugerem que os diferentes ácidos graxos presentes nos óleos vegetais interferem na homeostase do organismo, podendo contribuir para a patogênese de diversas doenças em ratas saudáveis. Desta forma, mais estudos precisam ser feitos a respeito da quantidade e qualidade dos lipideos dietéticos a fim de se promover recomendações para um consumo consciente e adequado dos mesmos.
metadata.dc.description.abstracten: The nutritional transition process observed worldwide has been characterized by an increase in the intake of high caloric density foods, rich in carbohydrates and / or lipids, especially saturated, trans and linoleic acid. The imbalance between the amount and type of dietary lipids may adversely affect the body. Vegetable oils have been receiving special attention due to their potential beneficial effects on health. The vegetable oils effects are associated with the fatty acid type present by them. For instance, monounsaturated and polyunsaturated fatty acids are commonly associated with an improvement in the lipid profile, while saturated fatty acids are associated with having a negative impact on the body. Thus, the aim of the present study was to evaluate the effect of vegetable oils chronic intake of , with different fatty acids composition, on metabolic mediators, redox and inflammatory status in healthy rats. Fisher female rats (N=44, peso), were randomly separated into the following five groups: (i) control group, which received only water; (ii) olive oil group (AO), (iii) flaxseed oil group (OL), (iv) coconut oil group (OC) and (v) sunflower oil group (OG). All treatments were administered by gavage (1mL / 250g weight) and the experimental design lasted for 90 days. After this time, the female rats were euthanized and blood, liver and adipose tissue samples were collected and stored for further analysis. AO chronic intake increased white adipose tissue, and the serum IL-6, while decreased d serum HDL. The animals in OL group had a decrease in HOMA index, and we observed an increase in the serum triglyceride, ALT and IL-6 levels, and hepatic TNF levels. Chronic OC intake resulted in glucometabolic alterations and changes in serum and hepatic lipid metabolism, as well as increased hepatic oxidative damage through the TBARS and ALT increase. The OG group showed alterations in the serum lipid profile, increase in hepatic lipogenesis, by increased the gene expression of the transcription factor Srebp1 and the Acetyl-Coa carboxylase (ACC) enzyme. In addition, OG group causedchanges in serum and hepatic concentrations of inflammatory cytokines, increase in liver damage and decreased GSH / GSSG ratio.Our results suggest that the different fatty acids composition present in vegetable oils may interfere in the body homeostasis,and also favour the development of several diseases in healthy female rats. In this way, more studies are necessary regarding the dietary lipids quantity and quality,in order to promote recommendations for a conscious and adequate lipids intake.
Description: Programa de Pós-Graduação em Saúde e Nutrição. Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11620
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 13/06/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGSN - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EfeitoConsumoCrônico.pdf1,94 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons