Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11378
Title: Reflecting on glocalization in the contexts of local and global approaches through ethnomodelling
Other Titles: Refletindo sobre a glocalização no contexto das abordagens local e global através da etnomodelagem.
Authors: Rosa, Milton
Orey, Daniel Clark
Keywords: Translation
Tradução
Issue Date: 2018
Citation: ROSA, M.; OREY, D. C. Reflecting on glocalization in the contexts of local and global approaches through ethnomodelling. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v. 20, n. 2, p. 171-201, 2018. Disponível em: <https://revistas.pucsp.br/emp/article/view/39372/pdf>. Acesso em: 19 mar. 2019.
Abstract: The acquisition of both local (emic) and global (etic) knowledge forms an important goal for the implementation of ethnomodelling research. Local knowledge (emic) is essential for an intuitive and empathic understanding of mathematical ideas, procedures, and practices developed throughout history. Global knowledge (etic) is essential for the achievement of cross-cultural comparisons that demand standard analytical units and categories to enable communication. Glocalization (dialogic) uses both local and global knowledge through dialogue, and interaction through translation. We define ethnomodelling as the study of mathematical phenomena within a culture because it is a culturally bound social construct while ethnomodelling brings cultural aspects of mathematics into the mathematical modelling process. The main objective of this theoretical article is to share our reflections from feedback from ongoing work in ethnomodelling. In this article we discuss the local, global, and glocal approaches necessary for the development of ethnomodeling research.
metadata.dc.description.abstracten: A aquisição dos conhecimentos local (êmico) e global (ético) constitui um objetivo importante para a implementação de pesquisas em etnomodelagem. O conhecimento local (êmico) é essencial para uma compreensão intuitiva e empática das ideias, procedimentos e práticas matemáticas desenvolvidas no decorrer da história. O conhecimento global (ético) é essencial para a realização de comparações transculturais que exigem unidades e categorias analíticas padronizadas que possibilitam a comunicação. A glocalização (dialógico) utiliza os conhecimentos local e global através do diálogo e da interação por meio da tradução. Definimos etnomodelo como o estudo dos fenômenos matemáticos dentro de uma cultura, pois é um construto social culturalmente enraizado enquanto a etnododelagem traz os aspectos culturais da matemática para o processo de modelagem matemática. Então, o principal objetivo deste artigo teórico é compartilhar as nossas reflexões sobre os comentários relacionados com o nosso trabalho em etnomodelagem. Nesse artigo discutimos as abordagens local, global e glocal, que são necessárias para o desenvolvimento de pesquisas em etnomodelagem.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11378
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2018v20i2p171-201
ISSN: 1983-3156
metadata.dc.rights.license: Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial. Fonte: Educação Matemática Pesquisa <http://revistas.pucsp.br/index.php/emp/about/submissions#copyrightNotice> Acesso em: 07 nov. 2016.
Appears in Collections:DEEMA - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_ReflectingGlocalizationContexts.pdf462,95 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.