Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11319
Title: Territórios e patrimônios na lama das negociações : desafios para a museologia comunitária na Barragem de Fundão.
Other Titles: Territories and heritage in the mud of negociation : challenges for community museology at the Fundão.
Authors: Suner, Marcia Maria Arcuri
Laia, Paulo Otávio de
Suñer, Rodrigo Almeida
Keywords: Arqueologia
Patrimônio cultural
Memória
Archaeology
Cultural heritage
Issue Date: 2015
Citation: SUNER, M. M. A.; LAIA, P. O. de; SUÑER, R. A. Territórios e patrimônios na lama das negociações : desafios para a museologia comunitária na Barragem de Fundão. Arquivos do Museu de História Natural e Jardim Botânico - UFMG, Belo Horizonte, v. 24, n.1, p. 209-244, 2015. Disponível em: <https://www.ufmg.br/mhnjb/wp-content/uploads/2017/02/Vol24n1.pdf>. Acesso em: 16 jan. 2018.
Abstract: Este ensaio propõe uma reflexão sobre os processos de salvaguarda e gestão do patrimônio cultural impactado pelo rompimento da Barragem de Fundão (Samarco/ Vale/BHP Billinton), ocorrido no município de Mariana – MG, em novembro de 2015. A discussão enfoca os bens arqueológicos, históricos e paisagísticos de áreas dos distritos de Bento Rodrigues, Paracatu e Gesteira que foram destruídas pelo desastre e reúne informações obtidas em diferentes contextos do debate sobre a “recuperação” e salvaguarda dos bens culturais impactados. Os conceitos apresentados seguem a perspectiva museológica, em diálogo com referenciais teóricos dos campos da arqueologia, antropologia, sociologia e história. São abordadas discussões sobre os patrimônios culturais “esquecidos”, “selecionados”, “apropriados” ou “ressignificados”, temas que ganharam espaço notável nos estudos das Ciências Humanas e das Ciências Sociais Aplicadas a partir de meados dos anos 1980. O texto visa, por fim, questionar os moldes em que estão sendo conduzidos alguns processos de resgate do patrimônio cultural desses distritos e alertar para a necessidade de promover o protagonismo das populações atingidas nas discussões sobre suas memórias e no projeto de musealização do território impactado.
metadata.dc.description.abstracten: This essay aims to discuss the procedures related to cultural heritage preservation and management after the disruption of Fundão Dam (Samarco/Vale/BHP Billinton), Mariana - MG, on November 2015. It focuses on the archaeological, historic and landscape cultural “resources” of Bento Rodrigues Paracatu and Gesteira, districts which were most severely impacted by the disaster. The conceptualization follows a museological perspective, in dialogue with theoretical frameworks of archaeology, anthropology, sociology and history fields. Issues as the “forgotten”, “selected”, “appropriate” or “reinterpreted” cultural heritage are at stake. It presents a critique of the way cultural heritage “rescue” is being conducted in those districts and draw attention to the need to promote the role of the communities directly affected by the disaster in the discussions about their memories and in the project of musealizing the impacted territory.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11319
metadata.dc.identifier.uri2: https://www.ufmg.br/mhnjb/wp-content/uploads/2017/02/Vol24n1.pdf
ISSN: 2525-6084
Appears in Collections:DEMUL - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_TerritóriosPatrimôniosLama.pdf2,22 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.