Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11257
Title: Avaliações externas e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica no contexto da Nova Gestão Pública : uma análise do programa Escola de Gestores na Universidade Federal de Ouro Preto sob a perspectiva dos agentes de base em educação.
Other Titles: External evaluations and the Basic Education Development Index in the context of the New Public Management : an analysis of the Programa Escola de Gestores at the Federal University of Ouro Preto from the perspective of the basic agents in education.
Authors: Oliveira, Breynner Ricardo de
Pena, Maria Tereza da Silva
Keywords: Política educacional
Implementação de política educacional
Educational politics
Base agents
Implementation of educational policy
Issue Date: 2018
Citation: OLIVEIRA, B. R. de; PENA, M. T. da S. Avaliações externas e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica no contexto da Nova Gestão Pública : uma análise do programa Escola de Gestores na Universidade Federal de Ouro Preto sob a perspectiva dos agentes de base em educação. Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, v. 26, n. 133, p. 1-27, out. 2018. Disponível em: <https://epaa.asu.edu/ojs/article/view/3697>. Acesso em: 13 fev. 2019.
Abstract: Este artigo analisa as percepções dos professores atendidos pelo Programa Escola de Gestores na Universidade Federal de Ouro Preto em relação às avaliações externas e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Os professores e membros da equipe de gestão da escola são os agentes públicos de base que traduzem e implementam as políticas públicas desenhadas no nível estratégico pelos diversos governos. Para o caso do Ideb, compreender como esses sujeitos agem e como pensam é importante a fim de desvendar como as avaliações externas têm sido processadas nas escolas e quais possíveis desdobramentos são ali produzidos. A literatura revela que tal indicador tem promovido mudanças na dinâmica cotidiana escolar e no nível das secretarias de educação, muitas vezes impulsionadas por ações de responsabilização em um contexto de políticas públicas de um estado gerencialista. Nesta pesquisa foram realizadas dezesseis entrevistas em oito escolas públicas com a equipe de gestão nos municípios de Mariana, Ouro Preto, João Monlevade e Itabira (Minas Gerais). A análise revelou que as avaliações externas e o Ideb causam um efeito indução na escola, promovendo a vinculação dos professores em relação ao projeto pedagógico, aumento do número de reuniões pedagógicas e uma preocupação com o planejamento curricular. As entrevistas também revelaram que tais movimentos dependem do perfil das lideranças escolares. O envolvimento das equipes de gestão é um aspecto central para que os profissionais que nelas atuam se comprometam nesse processo. Por outro lado, as entrevistas evidenciaram que o Ideb tornou-se um instrumento regulatório das políticas avaliativas educacionais, voltado para a mensuração de resultados, o que contribui para a geração de um mal estar entre os profissionais e as escolas, revelando práticas sutis e naturalizadas de accountability.
metadata.dc.description.abstracten: This article analyzes the perceptions of teachers attended by the Programa Escola de Gestores at the Federal University of Ouro Preto in relation to external evaluations and the Index of Basic Education Development (Ideb). Teachers and members of the school management team are the grassroots public agents who translate and implement the public policies designed at the strategic level by the various governments. For Ideb, understanding how these subjects act and how they think is important in order to uncover how external evaluations have been processed in schools and what possible outcomes are produced there. The literature reveals that this indicator has promoted changes in daily school dynamics and at the level of education departments, often driven by accountability actions in a context of public policies of a managerial state. Sixteen interviews were conducted in eight public schools with the management team in the municipalities of Mariana, Ouro Preto, João Monlevade and Itabira (Minas Gerais). The analysis revealed that the external evaluations and Ideb have an inductive effect on the school, promoting the teachers' connection with the pedagogical project, increasing the number of pedagogical meetings and a concern with curricular planning. Interviews also revealed that such movements depend on the profile of school leaders. The involvement of the management teams is a central aspect for the professionals who work in them to commit to this process. On the other hand, the interviews showed that Ideb has become a regulatory instrument for educational evaluation policies, aimed at measuring results, which contributes to the generation of malaise between professionals and schools, revealing subtle and naturalized practices of accountability.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11257
metadata.dc.identifier.doi: http://dx.doi.org/10.14507/epaa.26.3697
ISSN: 1068-2341
metadata.dc.rights.license: Readers are free to copy, display, and distribute this abstract and the associated article, as long as the work is attributed to the author(s) and EPAA/AAPE, it is distributed for non-commercial purposes only, and no alteration or transformation is made in the work. All other uses must be approved by the author(s) or EPAA/AAPE. Fonte: Education Policy Analysis Archives <https://epaa.asu.edu/ojs/>. Acesso em: 27 mar. 2019.
Appears in Collections:DEGEP - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_AvaliaçõesExternasÍndice.pdf437,35 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.