Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11103
Title: Proposta de residência em Atenção Domiciliar como área de atuação.
Other Titles: Proposal of Home Care Residency as actuation field.
Authors: Savassi, Leonardo Cançado Monteiro
Melo, Cibele Gomes Lima
Gonçalves, Daniel Almeida
Oliveira, Denize Ornelas Pereira Salvador de
Lopes, Heitor Rossi
Fregonezi, Renata Luciana Hasegawa
Turcotte, Sara
Keywords: Serviços de assistência domiciliar
Internato e residência
Educação em Saúdes
Educação médica
Visita domiciliar
Issue Date: 2018
Citation: SAVASSI, L. C. M. et al. Proposta de residência em Atenção Domiciliar como área de atuação. Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, v. 13, n. 40, p. 1-13, jan./dez. 2018. Disponível em: <https://www.rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/1599>. Acesso em: 7 mar. 2019.
Abstract: A Atenção Domiciliar (AD) configura-se numa área de atuação de diversos especialistas, como Médicos de Família e Comunidade, Geriatras, Pediatras e Internistas. Por suas especificidades e dentro do seu campo de práticas, demanda competências que não estão contempladas isoladamente em nenhuma especialidade médica, sendo que o tempo e a estrutura necessários para a aquisição destas ultrapassa a capacidade de inserção ao longo dos programas atuais. A expansão desta modalidade de cuidados representa uma demanda crescente de formação, exigindo a inclusão da AD como potencial campo de trabalho destes especialistas, concebendo a necessidade de um ano adicional para formação nas especificidades dessa área de atuação. Discutem-se as estratégias de formação, campos da prática e estrutura programática necessários para a consolidação desta proposta. Espera-se que este artigo possa subsidiar a natural construção desta especialidade no âmbito da atuação médica em saúde.
metadata.dc.description.abstracten: Home Care (HC) is an expertise area for several specialists, such as Family Physicians, Geriatricians, Pediatricians and Internal Medicine. Due to its specificities and within its practice field, it demands competences that are not contemplated apart in any medical specialty, and the time and structure required to acquire them surpasses the insertion capacity in the current programs. This care type expansion represents a growing demand for training, requiring HC inclusion as a potential field of work for these specialists, conceiving the need for an additional year for the formation of specific features as an activity area. We discuss training strategies, practice fields and programmatic structure required to consolidate this proposal. We expect that this article can subsidize the natural construction of this specialty within the scope of health medical practice.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11103
ISSN: 1809-5909
metadata.dc.rights.license: A Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade permite o arquivamento da versão PDF do editor. Fonte: Sherpa/Romeo <http://www.sherpa.ac.uk/romeo/search.php?issn=1809-5909>. Acesso em: 16 jan. 2017.
Appears in Collections:DEMSC - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_PropostaResidênciaAtenção.pdf432,11 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.