Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11002
Title: Enriquecimento ambiental em zoológicos brasileiros : em busca do bem-estar animal.
Other Titles: Environmental enrichment in Brazilian zoos : in search for animal welfare. Animals kept in zoos face constant.
Authors: Azevedo, Cristiano Schetini de
Ferreira, Luciana Barçante
Keywords: Jardim zoológico
Qualidade de vida
Animais de cativeiro
Zoological gardens
Well-being
Issue Date: 2018
Citation: AZEVEDO, C. S. de.; FERREIRA, L. B. Enriquecimento ambiental em zoológicos brasileiros : em busca do bem-estar animal. Revista Brasileira de Zoociências, v. 19, p. 15-34, 2018. Disponível em: <https://zoociencias.ufjf.emnuvens.com.br/zoociencias/article/view/2961>. Acesso em: 11 fev. 2019.
Abstract: Os animais mantidos em zoológicos enfrentam ameaças constantes ao seu bem-estar. Um animal está com alto bem-estar quando está gozando de completa saúde física e mental. Algumas estratégias são utilizadas para se manter o bem-estar dos animais de zoológicos em níveis altos, como o enriquecimento ambiental. O enriquecimento ambiental consiste em inserir estímulos dentro dos recintos dos animais para que eles tenham a oportunidade de exibir comportamentos mais próximos do natural, melhorando sua saúde física e psicológica. O presente estudo teve o objetivo de avaliar, através de uma análise bibliométrica, como os zoológicos brasileiros têm utilizado a técnica de enriquecimento ambiental para melhorar o bem-estar de seus animais, bem como elencar lacunas que possam nortear futuros estudos com essa temática pelos gestores/técnicos dos zoológicos e pesquisadores. Os dados foram coletados em três bases: The Web of Science©, Periódicos CAPES© e Google Scholar©. As palavras-chaves utilizadas para procura de artigos nessas bases de dados foram: “environmental enrichment, zoo, Brazil”. A pesquisa foi realizada a partir do ano de 1945 até 2016. Foram avaliados 52 estudos, que se iniciaram em 2006, sendo a maioria realizados em zoológicos do Sudeste do Brasil, com carnívoros e primatas, e utilizando mais de um tipo de enriquecimento ambiental. A maior parte dos estudos teve avaliação comportamental e positiva dos efeitos dos itens oferecidos aos animais. Concluímos que os estudos sobre os efeitos do enriquecimento ambiental no país ainda são incipientes, embora estejam em franco crescimento. Os estudos sobre o enriquecimento ambiental devem: contemplar um maior número de espécies animais; serem delineados com qualidade, especialmente no tamanho amostral; e devem ser realizados por mais zoológicos no Brasil. Finalmente, os estudos devem ser divulgados em meios de comunicação científica de qualidade, para que sejam replicados não apenas no Brasil, mas por zoológicos de todo o mundo.
metadata.dc.description.abstracten: Animals kept in zoos face constant threats to their well-being. An animal is in high welfare when it is experiencing complete physical and mental health. Some strategies are used to maintain the well-being of zoo animals at high levels, such as environmental enrichment. Environmental enrichment consists of inserting stimuli into the animals’ enclosures so that they have the opportunity to exhibit behaviors that are closer to the natural, improving their physical and psychological health. The present study aimed to evaluate, through a bibliometric analysis, how Brazilian zoos have used the technique of environmental enrichment to improve the welfare of their animals, as well as to list gaps that may guide future studies with this theme by the managers / Zoo technicians and researchers. The data were collected on three databases: The Web of Science ©, Plataforma CAPES © and Google Scholar ©. The keywords used for searching for articles in these databases were: “environmental enrichment, zoo, Brazil”. The survey was performed from 1945 until 2016. Fifty-two studies, which began in 2006, were evaluated; most of them in zoos in the Southeast of Brazil, with carnivores and primates, and using more than one type of environmental enrichment. Most of the studies was behaviorally evaluated and showed positive effects to the animals. We conclude that studies on the effects of environmental enrichment in the country are still incipient, although they are in rapid growth. Environmental enrichment studies should: consider a greater number of animal species; be delineated with quality, especially concerning the sample size; and be performed by more zoos in Brazil. Finally, studies should be disseminated in quality scientific communication media, so that they can be replicated not only in Brazil but also in zoos around the world.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11002
ISSN: 15176770
metadata.dc.rights.license: A Revista Brasileira de Zoociências permite que o Repositório Institucional da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) deposite uma cópia eletrônica dos artigos publicados por esse periódico em que ao menos um dos autores faça parte da comunidade cientifica da UFOP. Fonte: Licença concedida mediante preenchimento de formulário no dia de 29 out. de 2014.
Appears in Collections:DEBIO - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_EnriquecimentoAmbientalZoológicos.pdf612,92 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.