Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10934
Title: Efeito de ectonucleotidases de Leishmania sobre a produção de IL-1β em células dendríticas.
Authors: Carvalho, Luana Cristina Faria
metadata.dc.contributor.advisor: Afonso, Luís Carlos Crocco
Keywords: Leucócitos
Ectonucleotidase
Leishmania
Issue Date: 2018
metadata.dc.contributor.referee: Afonso, Luís Carlos Crocco
Silva, André Talvani Pedrosa da
Machado, Fabiana Simão
Citation: CARVALHO, Luana Cristina Faria. Efeito de ectonucleotidases de Leishmania sobre a produção de IL-1β em células dendríticas. 2018. 62 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.
Abstract: Células dendríticas (DC) são essenciais para a montagem da resposta imune inata e para a conexão das respostas inata e adquirida, inclusive durante a infecção por Leishmania. Vários estudos têm apresentado a importância da sinalização purinérgica, como o papel das ENTPDases do parasito, no processo de infecção. O objetivo deste trabalho foi avaliar se Leishmania com variações na atividade ENTPDase são capazes de modular a produção de IL1β por células dendríticas. A atividade ectonucleotidásica foi avaliada pela hidrólise de fosfato inorgânico por incubação de formas promastigotas metacíclicas de L. amazonensis e L. major com ATP, ADP ou AMP. Observamos que ambas apresentam semelhante atividade enzimática. Avaliamos a correlação entre liberação de IL-1β por DC infectadas por Leishmania e tratadas com LPS e ATP e atividade enzimática de Leishmania e verificamos que houve forte correlação, sobretudo sobre ATP e ADP. Além disso, uma vez reduzida a atividade enzimática, houve uma redução do percentual de células infectadas. Como adenosina poderia estar envolvida no processo de indução da liberação de IL-1β verificamos que o tratamento de DC com análogo de adenosina aumentou a liberação de IL-1β. Verificamos, ainda, que o tratamento com inibidores dos receptores de adenosina, SCH 58261 (receptor A2a) e MRS 1454 (receptor A2b) foi capaz de reduzir significativamente a liberação de IL-1β por DC infectadas. Não obstante, verificamos o envolvimento do receptor P2X7 no processo de geração de IL-1β e analisamos que o bloqueio do receptor por P2X7 suficiente para reduzir a liberação de IL-1β pelas DC infectadas tanto por L. amazonensis como por L. major. Concluímos que a ENTPDase de Leishmania é um importante fator de virulência, capaz de induzir a hidrólise de ATP para geração de adenosina e estimular o possível curso da infecção em favor do parasito pela produção de IL-1β.
metadata.dc.description.abstracten: Dendritic cells (DC) are essential for the assembly of the innate immune response and for the connection of innate and acquired responses, including during Leishmania infection. Several studies have presented the importance of purinergic signaling, such as the role of E-NTPDases, in the process of infection by parasites of the genus Leishmania. The objective of this work was to evaluate whether Leishmania with variations in ENTPDase activity are able to modulate the production of IL-1β by dendritic cells. The ectonucleotidase activity was evaluated by hydrolysis of inorganic phosphate by incubation of metacyclic promastigote forms of L. amazonensis and L. major with ATP, ADP or AMP. We observed that both presented similar enzymatic activity. We evaluated the correlation between IL-1β release by Leishmania-infected DC and treated with LPS and ATP and Leishmania enzymatic activity and we observed a strong correlation, especially when ATP and ADP were used as substrates. Furthermore, once the enzymatic activity was concomitant decrease, there was a reduction in the percentage of infected cells. As adenosine could be involved in the induction process of IL-1β release we found that treatment of DC with NECA, an adenosine analogue, was able to increase the release of IL-1β. In addition, we found that treatment with adenosine receptor inhibitors, SCH 58261 (A2a receptor) and MRS 1754 (A2b receptor) was able to significantly reduce the release of IL-1β by infected DCs. Nevertheless, we evaluated the involvement of the P2X7 receptor in the generation of IL-1β and analyzed that the receptor blockade by A730004 was sufficient to promote the reduction of IL-1β release by DC infected by both L. amazonensis and L. major. We conclude that Leishmania ENTPDaseis an important virulence factor capable of inducing ATP hydrolysis to generate adenosine and to stimulate the possible course of infection in favor of the parasite by the production of IL-1β.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10934
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 27/03/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPCBIOL - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EfeitoEctonucleotidasesLeishmania.pdf1,75 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons