Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10787
Title: Complexidade do proteoma de Schistosoma mansoni na miniatura da fase larval miracídio.
Authors: Mamede, Mariana Siqueira Lacerda
metadata.dc.contributor.advisor: Borges, William de Castro
Keywords: Trematódeo
Schistosoma mansoni
Proteômica
Issue Date: 2017
metadata.dc.contributor.referee: Cota, Renata Guerra de Sá
Pereira, Rosiane Aparecida da Silva
Borges, William de Castro
Citation: MAMEDE, Mariana Siqueira Lacerda. Complexidade do proteoma de Schistosoma mansoni na miniatura da fase larval miracídio. 2017. 66 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.
Abstract: A esquistossomose é um problema de saúde pública muito comum nas regiões tropicais ou subtropicais do globo. No Brasil, o agente etiológico da esquistossomose é o Schistosoma mansoni, uma das principais espécies do gênero responsáveis pelo alto índice de morbidade e impacto socioeconômico provocados pela doença. Esse parasito possui um ciclo biológico complexo envolvendo dois hospedeiros: um definitivo mamífero, que inclui os seres humanos, e um hospedeiro intermediário, representados, no Brasil, por moluscos do gênero Biomphalaria. Existem muitos estudos publicados abordando a análise proteômica de alguns estágios de vida desse platelminto, porém a caracterização proteômica em larga escala da fase larval de vida livre, a qual infecta o hospedeiro invertebrado, ainda é muito restrita. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi caracterizar o proteoma solúvel e de membrana do miracídio de S. mansoni. Os ovos foram recuperados a partir da digestão tríptica dos fígados de camundongos BALB/c infectados. As proteínas solúveis foram obtidas por intermédio da homogeneização da larva em tampão Tris-HCl pH 7,5 contendo inibidores de proteases e a fração de membrana recuperada por centrifugação. Em ambos os extratos foi adicionado surfactante para garantir uma melhor solubilização das proteínas hidrofóbicas. Os peptídeos oriundos da digestão tríptica das proteínas foram analisados por nanocromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas. Ao todo, 2.555 sequências de proteínas foram identificadas. As análises individuais dos proteomas solúvel e de membrana forneceram 1.604 e 1.947 identidades, respectivamente. A categorização funcional das proteínas ocorreu via Gene Ontology, sendo possível detectar uma variedade de vias metabólicas e de sinalização celular nesse estágio larval. Um conjunto seleto de peptídeos, tais como NPP-1 prepropeptide\x3b Putative neuropeptide e neuropeptide Y prohormone 1, bem como proteínas relacionadas ao sistema nervoso do parasito foram identificados, pioneiramente, nesse trabalho. A quantificação label free das proteínas totais, por sua vez, determinou a abundância relativa de 642 biomoléculas, as quais incluem proteínas de membranas, proteínas secretadas, proteínas Venom Allergen-Like e proteases. A análise proteômica shotgun dessa fase larval de S. mansoni contribuiu para o melhor entendimento da composição molecular do parasito e apontou vias que podem ser de particular interesse no contexto da relação parasito-hospedeiro.
metadata.dc.description.abstracten: Schistosomiasis is a very common public health problem in tropical or subtropical regions worldwide. In Brazil, the etiologic agent of schistosomiasis is Schistosoma mansoni, one of the major species of the genus responsible for the high morbidity index and socioeconomic impact caused by the disease. This parasite has a complex biological cycle involving two hosts: a mammalian definitive host, including human beings, and an intermediate host, represented in Brazil by mollusks of the genus Biomphalaria. There are many published studies approaching the proteomic analysis of some stages of life of this flatworm, but the shotgun proteomic characterization of the free-living larval phase, which infects the invertebrate host, is still very restricted. In this context, the aim of this work was to characterize the soluble and membrane proteome of the miracidium of S. mansoni. The eggs were recovered from tryptic digestion of the livers of infected BALB/c mice. Soluble proteins were obtained through homogenization of the larvae in pH 7.5 Tris-HCl buffer containing protease inhibitors and the membrane fraction recovered by centrifugation. In both extracts surfactant was added to ensure a better solubilization of the hydrophobic proteins. The peptides from tryptic digestion of proteins were analyzed by nano-liquid chromatography coupled to mass spectrometry. In all, 2,555 protein sequences were identified. Individual analysis of the soluble and membrane proteomes provided 1,604 and 1,947 identities, respectively. The functional categorization of proteins occurred via Gene Ontology, being possible to detect a range of metabolic and cell signaling pathways at this larval stage. A select set of peptides, such as NPP-1 prepropeptide\3 Putative neuropeptide and neuropeptide Y prohormone 1, as well as proteins related to the parasite’s nervous system were first identified in this work. The label free quantification of total proteins, in turn, determined the relative abundance of 642 biomolecules, which include membrane proteins, secreted proteins, Venom Allergen-Like proteins and proteases. The shotgun proteomic analysis of this larval stage of S. mansoni added to the better understanding of the molecular composition of the parasite and pointed to pathways that may be of particular interest in the context of the host-parasite relationship.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10787
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 15/02/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPCBIOL - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_ComplexidadeProteomaSchistosomamansoni.pdf3,01 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons