Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10711
Title: Boiadeiros, criadores e comerciantes na articulação entre economia cafeeira paulista e mercado interior na Primeira República.
Other Titles: Cow traders, cattlemen and traders in the joint between São Paulo coffee economy and internal market in the First Republic.
Authors: Oliveira, Paulo Roberto de
Keywords: Intermediação comercial
Triângulo mineiro
Commercial intermediation
Issue Date: 2017
Citation: OLIVEIRA, P. R. de. Boiadeiros, criadores e comerciantes na articulação entre economia cafeeira paulista e mercado interior na Primeira República. Revista Territórios & Fronteiras, Cuiabá, v. 10, n. 1, jan./jul., 2017. Disponível em: <http://www.ppghis.com/territorios&fronteiras/index.php/v03n02/article/view/524>. Acesso em: 06 fev. 2019.
Abstract: O Triângulo Mineiro, mais especificamente a cidade de Uberaba, possuía posição estratégica na articulação do circuito de comércio que desde o litoral paulista voltava-se para dentro, cortando terrenos paulistas, mineiros e goianos. Neste contexto, abriram-se amplas oportunidades para que boiadeiros, criadores e comerciantes sediados na região aproveitassem esta especificidade para colocarem-se de maneira privilegiada na ligação entre as regiões interiores e a economia exportadora em expansão. Assim constituiu-se um circuito comercial, articulado em grande medida pelos uberabenses, responsável por parte do abastecimento do complexo cafeeiro e pela redistribuição dos produtos deste complexo para regiões interiores. Neste artigo observaremos o funcionamento deste circuito comercial e a articulação das pessoas que por ali passavam dedicadas a diferentes atividades, as quais lançavam suas redes comerciais e familiares para o norte e para o sul.
metadata.dc.description.abstracten: The “Triângulo Mineiro”, specifically the city of Uberaba, had strategic position in the articulation of the trade circuit from São Paulo’s coast to the countryside, passing by São Paulo, Minas Gerais and Goiás. In this context, they opened up broad opportunities for cow traders, cattlemen and traders, who had their base in the region, to take advantage of this specificity to place themselves in a privileged way in the link between the inland areas and the expanding exporting economy. Thus, a trade circuit was constituted and largely articulated by uberabenses (people from Uberaba). It was responsible for part of the coffee complex supply and redistribution of products of this complex for inland areas. In this article, we will observe the operation of this trade circuit and the articulation of the people who were responsible for different activities there, which launched its trade and family networks to the north and south.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10711
ISSN: 19849036
metadata.dc.rights.license: Os trabalhos publicados na Territórios e Fronteiras estão sob Licença Creative Commons que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação. Fonte: Territórios e Fronteiras <http://www.ppghis.com/territorios&fronteiras/index.php/v03n02/index>. Acesso em: 01 fev. 2017.
Appears in Collections:DEECO - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_BoiadeirosCriadoresComerciantes.pdf1,72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.