Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10709
Title: Avaliação in vitro da atividade antiviral da silimarina contra o Zika virus (Flaviviridae).
Authors: Silva, Tales Fernando da
metadata.dc.contributor.advisor: Magalhães, Cíntia Lopes de Brito
Keywords: Vírus da Zika
Flavonoides
Agentes antivirais
Issue Date: 2018
metadata.dc.contributor.referee: Costa, Daniela Caldeira
Ferreira, Jaqueline Maria Siqueira
Magalhães, Cíntia Lopes de Brito
Citation: SILVA, Tales Fernando da. Avaliação in vitro da atividade antiviral da silimarina contra o Zika virus (Flaviviridae). 2018. 51 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.
Abstract: O Zika virus (ZIKV) é um arbovírus pertencente à família Flaviviridae e ao gênero Flavivirus. Em humanos, causa a febre Zika, uma doença com sintomas tais como febre, mialgia e cefaleia. Ainda, a infecção pelo ZIKV é relacionada a casos de microcefalia e síndrome de Guillain-Barré no Brasil. Até o momento, não há vacina licenciada e/ou tratamento específico para a febre Zika, portanto, a busca por compostos com atividade antiviral pode ser uma alternativa promissora para o tratamento da doença. Neste contexto, existem muitos compostos naturais capazes de gerar benefícios saudáveis, e a silimarina, um conjunto de flavonoides extraído da planta cardo de leite (Silybum marianum), se destaca pelas suas propriedades antioxidante, hepatoprotetora e antiviral. Assim, o principal objetivo desse trabalho foi avaliar a atividade antiviral in vitro da silimarina contra o ZIKV. A citotoxicidade da silimarina e sua atividade antiviral contra o ZIKV foram testados em células Vero, utilizando diferentes concentrações de silimarina e o ZIKV numa multiplicidade de infecção (moi) de 1. A viabilidade celular e a atividade antiviral global foram avaliadas através do teste de MTT (3-(4,5-Dimethylthiazol-2-yl)-2,5-diphenyltetrazolium bromide). A capacidade da silimarina em reduzir o número de cópias do genoma viral foi também avaliada por qRT-PCR, bem como sua capacidade de inibir a formação das Unidades Formadoras de Placa (UFP). Posteriormente foi avaliada a atividade da silimarina em etapas pré e pós infecção e a capacidade de inativar a partícula viral e inibir as etapas de adsorção e penetração. Para tal, a silimarina foi adicionada às células em diferentes tempos e etapas da infecção viral e, após 24 horas, o sobrenadante foi coletado para determinar o título de vírus por contagem das UFP. A silimarina apresentou CC50 (Concentração Citotóxica para 50% das células) de 247μg/mL, CE50 (Concentração Efetiva para 50% das células) de 19,3μg/mL e IS (Índice de Seletividade) de 12,8, apresentando melhor atividade antiviral na concentração de 100μg/mL. A silimarina reduziu a produção viral em todos os tempos em que foi adicionada, sendo a maior redução observada quando foi feito um pré-tratamento das células, 2 horas antes da infecção. Ainda, a silimarina apresentou efeito virucida e de inibição da penetração e adsorção viral, reduzindo os títulos virais em cerca de duas unidades logarítmicas. Deste modo, é possível concluir que a silimarina possui significante atividade antiviral in vitro contra o ZIKV e, portanto, pode ser um forte candidato para ser utilizado no tratamento das infecções humanas causadas por esse vírus.
metadata.dc.description.abstracten: Zika virus (ZIKV) is an arbovirus belonging to the family Flaviviridae and to the genus Flavivirus. In humans, it causes the Zika fever, a disease with symptoms such as fever, myalgia and headache. Also, ZIKV infection is associated with cases of microcephaly and Guillain-Barré syndrome in Brazil. To date, there is no vaccine and/or specific treatment for the disease. In this context, there are many sets of biological compounds with healthy benefits and silymarin, a set of flavonoids extracted from the thistle milk plant (Silybum marianum), stands out for its well-known antioxidant, hepatoprotective and antiviral properties. Thus, the main objective of this work was to evaluate the in vitro antiviral activity of silymarin against ZIKV. The cytotoxicity of silymarin and its antiviral activity against ZIKV were tested on Vero cells using different concentrations of silymarin and ZIKV at a multiplicity of infection (moi) of 1. Cell viability and overall antiviral activity were assessed by the MTT test (3- (4,5- Dimethylthiazol-2-yl) -2,5-diphenyltetrazolium bromide). The ability of silymarin to reduce the number of copies of the viral genome was also assessed by qRT-PCR, as well as its ability to inhibit the formation of plaque forming units (PFU). Subsequently, the activity of silymarin was evaluated in pre and post infection stages and the ability to inactivate the viral particle and to inhibit the steps of adsorption and penetration. To this end, silymarin was added to the cells at different times and stages of viral infection and, after 24 hours, the supernatant was collected to determine the virus titer by counting the PFU. Silymarin presented CC50 (Cytotoxic Concentration for 50% of cells) of 247 μg / mL, EC50 (Effective Concentration for 50% of cells) of 19.3 μg/mL and IS (Index of Selectivity) of 12.8, showing better antiviral activity at the concentration of 100μg/mL. Silymarin reduced viral production at all times when it was added, the largest reduction being observed when cells were pre-treated, 2 hours prior to infection. Furthermore, silymarin showed virucidal effect and inhibition of viral penetration and adsorption, reducing viral load in about two log units. Thus, it is possible to conclude that silymarin has significant antiviral activity in vitro against ZIKV and therefore may be a strong candidate for use in the treatment of human infections caused by this virus.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10709
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 14/02/2019 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPCBIOL - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_AvaliaçãoInVitroAtividade.pdf4,76 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons