Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10702
Title: Restrições ao crescimento econômico brasileiro : análise de fatores de oferta e de demanda no período de 1996 a 2016.
Other Titles: Restrictions on economic growth: analysis of supply and demand factors
Authors: Attílio, Luccas Assis
Keywords: Exportação de manufaturados
Estoque de capital físico
Export of manufactured goods
Issue Date: 2018
Citation: ATTÍLIO, L. A. Restrições ao crescimento econômico brasileiro : análise de fatores de oferta e de demanda no período de 1996 a 2016. Estudo & Debate, Lajeado, v. 25, n. 3, p. 219-243, 2018. Disponível em: <http://univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/1914>. Acesso em: 06 fev. 2019.
Abstract: Esse artigo investiga restrições ao crescimento econômico brasileiro pelas óticas da oferta e da demanda entre os anos 1996 e 2016. A primeira restrição é concernente à demanda agregada: exportações de manufaturados. Nesse caso, utilizou-se o modelo de Thirlwall (1979) e estimou-se uma função relativa a esse componente. Por meio do VEC obteve-se relações de longo prazo da taxa de câmbio e da taxa de juros com as exportações. As estimativas sugerem que um câmbio apreciado e uma taxa de juros elevada prejudicam a expansão das exportações de manufaturados. A segunda restrição é pela ótica da oferta: estoque de capital físico. Para analisá-lo, recorreu-se ao modelo de Solow (1956), estimando uma função de investimento em capital físico. Também por meio do VEC obteve-se relações de longo prazo que apontam para o efeito negativo do pagamento de juros da dívida pública sobre o investimento. Conclui-se que essas restrições são estruturais e que, mesmo que políticas cambial e monetária sejam gerenciadas para superar tais restrições, os efeitos seriam percebidos somente no longo prazo.
metadata.dc.description.abstracten: This article investigates restrictions on Brazilian economic growth through supply and demand perspectives between 1996 and 2016. The first restriction concerns the aggregate demand: exports of manufactured goods. In this case, we use the Thirlwall model (1979) and estimate a function relative to this component. Through VEC we obtain long-term relations of the exchange rate and the interest rate with exports. Estimates suggest that an appreciated exchange rate and a high interest rate hinder the expansion of manufactured goods. The second restriction is from the supply side: physical capital stock. To analyze it, we use the Solow model (1956), estimating an investment function in physical capital. Also through the VEC we obtain long-term relationships that point to the negative effect of the payment of interest of the public debt on the investment. We conclude that these constraints are structural and that even if exchange and monetary policies are managed to overcome such constraints, the effects would only be perceived in the long run.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10702
ISSN: 1983036X
metadata.dc.rights.license: Os trabalhos publicados no periódico Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas estão licenciados sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial no periódico Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas Fonte: Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas <http://periodicos.uesb.br/index.php/cadernosdeciencias/about/editorialPolicies#custom1>. Acesso em: 06 fev. 2019.
Appears in Collections:DEECO - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_RestriçõesCrescimentoEconômico.pdf275,33 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.