Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10636
Title: Avaliação da influência da infecção pelas formas tripomastigotas metacíclicas ou sanguíneas do Trypanosoma cruzi nas alterações imunopatogênicas no colón de camundongos infectados pela cepa VL-10.
Authors: Marques, Flávia de Souza
metadata.dc.contributor.advisor: Vieira, Paula Melo de Abreu
Keywords: Doença de Chagas
Tripanossoma cruzi
Cólon - anatomia - doenças
Issue Date: 2018
metadata.dc.contributor.referee: Vieira, Paula Melo de Abreu
Estanislau, Juliana de Assis Silva Gomes
Lima, Wanderson Geraldo de
Citation: MARQUES, Flávia de Souza. Avaliação da influência da infecção pelas formas tripomastigotas metacíclicas ou sanguíneas do Trypanosoma cruzi nas alterações imunopatogênicas no colón de camundongos infectados pela cepa VL-10. 2018. 71 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.
Abstract: O Trypanosoma cruzi, agente etiológico da doença de Chagas, possui em seu ciclo evolutivo duas formas infectivas para os mamíferos – tripomastigota sanguínea (TS) e tripomastigota metacíclica (TM), que diferem quanto as moléculas presentes em sua superfície, impactando na interação inicial parasito/hospedeiro e influenciando o curso da infecção. Com o controle da transmissão vetorial, que ocorre por formas metacíclicas, em alguns países endêmicos, outras formas de infecção ganham importância. Nos últimos anos tem sido registrado casos de transmissão da doença de Chagas em países não-endêmicos, onde a transmissão ocorre por transfusão de sangue e/ou doação de órgãos, provenientes de formas sanguíneas. Dessa maneira, avaliar a influência da infecção pelas formas tripomastigotas metacíclicas ou sanguíneas do Trypanosoma cruzi, nas alterações imunopatológicas no sangue e no colón de camundongos infectados pela cepa VL-10, permitirá uma melhor compreensão dos mecanismos relacionados à patogênese da doença de Chagas. Baseado nisso, o objetivo deste trabalho foi avaliar as alterações relacionadas aos parâmetros imunopatogênicos no cólon durante as fases aguda e crônica da infecção experimental de camundongos Swiss infectados por formas tripomastigotas metacíclicas (TM) ou sanguíneas (TS) da cepa VL-10 do T. cruzi. Os animais infectados com formas TS apresentaram 100% de sobrevida, enquanto essa porcentagem no grupo TM foi de apenas 52%. Além disso, animais infectados com formas TS apresentaram maior área sobre a curva de parasitemia em relação ao grupo TM. A análise das células mononucleares do sangue periférico demonstrou um aumento no percentual de monócitos na fase aguda nos animais infectados com formas TM. Já análise de linfócitos TCD8+ e linfócitos TCD4+ mostrou que independente da fonte do inóculo, houve um aumento e uma redução no percentual dessas células, respectivamente, sendo estas mais precoce no grupo TM. A quantificação da carga parasitária tecidual mostrou que no cólon dos animais infectados com formas TM o número de parasitos foi maior nos dias 7 e 14 após a infecção em relação ao grupo TS. Já no 28, 42 e 180 houve uma inversão desse perfil, apresentando os animais do grupo TS maior carga parasitária nesse órgão quando comparado aos animais do grupo TM. A avaliação do processo inflamatório mostrou que há um aumento dos núcleos celulares nos animais infectados com formas TS e TM nos dias 28, 42 e 50 em relação ao grupo controle , entretanto, na fase crônica da doença os animais infectados com formas TS já apresentavam redução do infiltrado inflamatório enquanto que nos animais infectados com formas TM foi observado presença de processo inflamatório em 240 DAI, sendo também observado aumento da produção de citocinas pró-inflamatórias nos animais infectados com formas TM nessa fase da doença em relação ao grupo controle. A avaliação da denervação do plexo mioentérico demonstrou uma redução em ambos os grupos infectados em relação controle, sendo que mais precoce no grupo TM. Esses resultados sugerem que a infecção por formas TM promove um elevado parasitismo na fase aguda, provocando uma exacerbada ativação do sistema imune, que pode estar relacionado com uma precoce denervação do plexo mioentérico no cólon e também pode ser o responsável pela manutenção do processo inflamatório na fase crônica da doença.
metadata.dc.description.abstracten: Trypanosoma cruzi, etiologic agent of Chagas disease, has in its life cycle two infective forms for mammalian hosts - blood trypomastigote (BT) and metacyclic trypomastigote (MT), that differs as to molecules present on their surface, altering the initial relationship parasite/host and impacting in the course of the infection. With the control of vectorial transmission, that is caused by MT forms in endemic countries, other pathways of infection become important. In the last years has been reported transmission of Chagas disease in non-endemic countries, where transmission occurs by blood transfusion and / or organ donation, thanks to the presence of BT forms. In this sense, to evaluate the influence of infection caused by BT or MT forms of T. cruzi, in the immunopathological changes in the colon of Swiss mice infected by the VL-10 strain of T. cruzi will allow a better understanding of mechanisms related to pathogenesis of the disease. Based on this, this work aimed evaluate immunopathogenic parameters in the colon during acute and chronic phases of experimental infection in Swiss mice infected with BT or MT forms of VL-10 strain of T. cruzi. Animals infected with BT forms showed 100% of survival, while this percentage on MT group was only 52%. Moreover, animals infected with BT forms presented greater parasitemia area under the curve than animals infected with MT forms. Analysis of mononuclear cells in the pheripheral blood showed an increase in the percentage of monocytes in the acute phase in animals infected with MT forms. Analysis of TCD8+ and TCD4+ lymphocytes showed that there was an increase and decrease, respectively, independent of the source of inoculum, being earlier in the animals infected with MT forms. The quantification of parasitic load showed that in the colon of animals infected with MT forms the number of parasites was greater at the days 7th and 14th post infection, in relation to TS group. At the days 28th, 42th and 180th a profile inversion was observed, presenting animals of BT group higher parasitism in this organ when compared with animals infected with MT forms. Inflammatory process evaluation demonstrated that there was an increase in the number on cellular nuclei in the animals infected with BT or MT forms at the days 28th, 42th and 50th post infection in relation to non-infected animals. However, on the chronic phase, animals infected with BT already presented reduction of inflammatory process, while animals infected with MT forms showed inflammatory infiltrate at 240th post infection, as well rise of pro-inflammatory cytokines production when compared with control group. Evaluation of denervation of myenteric plexus showed a reduction in both groups in relation to control, being earlier in MT group. Based on these data, the infection by MT forms leads to a higher tissue parasitism in the acute phase, an exacerbated activation of the immune system, that could be related to an earlier denervation of myenteric plexus and be responsible for the maintenance of the inflammatory process on chronic phase of the disease.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10636
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 18/01/2019 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPCBIOL - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_AvaliaçãoInfluênciaInfecção.pdf2,02 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons