Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10520
Title: Caracterização mineralógica de rejeitos de flotação de itabiritos do Quadrilátero Ferrífero utilizando mineralogia quantitativa eletrônica.
Authors: Ávila, Kelly de Souza Pires
metadata.dc.contributor.advisor: Araújo, Fernando Gabriel da Silva
Vieira, Cláudio Batista
Krüger, Fernando Leopoldo von
Keywords: Caracterização mineralógica
Minério de ferro
Rejeito de flotação
Mineralogia quantitativa eletrônica
Issue Date: 2018
metadata.dc.contributor.referee: Machado, Geysa Argelis de Abreu
Sales, Cristiano Geraldo
Solé, Rubén Antonio Llobell
Krüger, Fernando Leopoldo von
Citation: ÁVILA, Kelly de Souza Pires. Caracterização mineralógica de rejeitos de flotação de itabiritos do Quadrilátero Ferrífero utilizando mineralogia quantitativa eletrônica. 2018. 94 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Materiais) – Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.
Abstract: Com o empobrecimento das reservas minerais, as mineradoras buscam alternativas tecnológicas para aumentar as recuperações metalúrgicas em suas plantas de beneficiamento, como também para mitigar os passivos ambientais gerados. Para tanto, a Mineralogia Quantitativa Eletrônica (MQE), uma ferramenta de análise de imagens e composição química, associada a um microscópio eletrônico de varredura, fornece informações sobre a composição mineralógica, liberação e associações dos minerais, tamanho e forma das partículas, partição dos elementos químicos, dentre outras características dos minerais de forma rápida e precisa. Este trabalho tem os objetivos de caracterizar sete amostras de rejeitos de flotação de minérios itabiríticos, de diferentes regiões do Quadrilátero Ferrífero utilizando a técnica MQE, comparar os rejeitos e embasar estudos futuros de sua aplicabilidade. Neste contexto, foi criado um banco de dados de fases minerais para rejeitos de minério de ferro com resultados de MQE, o qual foi validado por meio da comparação com resultados fornecidos pelas técnicas de difratometria de raios X, fluorescência de raios X, peneiramento, cicloclassificação, granulometria a laser e picnometria de hélio. Todas as amostras apresentaram-se constituídas majoritariamente por quartzo e hematita/magnetita, com baixa presença de partículas mistas desses minerais, correspondentes a menos de 20% da massa das amostras. As frações grossa (+149μm) e intermediária (-149μm +74μm) mostraram-se constituídas basicamente por partículas liberadas de quartzo. A fração superfina (-37μm) das amostras apresentou maior variabilidade mineralógica, com grande participação mássica de minerais portadores de ferro. A MQE se mostrou uma ferramenta completa e unificada para caracterização de minerais. A caracterização mineralógica dos rejeitos estudados poderá contribuir significativamente para otimizar as rotas de processamento mineral e até mesmo viabilizar o aproveitamento desses materiais na produção de ecoprodutos.
metadata.dc.description.abstracten: Mining companies seek technological alternatives to increase metallurgical recovery in beneficiation processes, as well as mitigation of environmental liabilities, due to the impoverishment of mineral reserves. For this purpose, the Electronic Quantitative Mineralogy (EQM), an image analysis tool, provides information on mineral composition, liberation and associations with other minerals, particle size and shape, partition of chemical elements, among other parameters, in a fast and accurate way. The aim of this project is to characterize seven samples of itabyritic flotation ore tailings in different regions of the Iron Quadrangle (Brazil) using the EQM technique, to compare these tallings and base future studies on the applicability of them. In this context, a database of mineral phases for iron ore tailings was created and validated by comparing the EQM results to other results provided by X-ray diffraction techniques, X-ray fluorescence, sieving and cycling techniques, laser granulometry and helium pycnometry. All samples were mostly composed of quartz and hematite/magnetite, with a low presence of mixed particles these minerals, less than 20% of the sample mass. The coarse (+ 149μm) and intermediate (-149μm + 74μm) fractions are basically constituted by particles released from quartz. The superfine fraction (-37μm) of these samples presented bigger mineralogical variability, with great mass presence of iron-bearing minerals. EQM has proved to be a complete and unified tool for characterization of minerals. The mineralogical characterization of the tailings under investigation could contribute significantly to optimize mineral processing routes and even enable the use of these materials in production of ecoproducts.
Description: Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais. Departamento de Engenharia Metalúrgica, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10520
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 13/11/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:REDEMAT - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_CaracterizaçãoMineralógicaRejeitos.pdf6,12 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons