Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10510
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAraújo, Fernando Gabriel da Silvapt_BR
dc.contributor.advisorSolé, Rubén Antonio Llobellpt_BR
dc.contributor.advisorMendes, Jefferson Januáriopt_BR
dc.contributor.authorFigueiredo, Vinícius Costa-
dc.date.accessioned2018-11-19T17:19:36Z-
dc.date.available2018-11-19T17:19:36Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationFIGUEIREDO, Vinícius Costa. Estudo da adição de lama de minério de ferro no processo de pelotização. 2018. 100 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Materiais) – Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10510-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais. Departamento de Engenharia Metalúrgica, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractO presente trabalho investigou a viabilidade técnica ao adicionar lama de minério de ferro no processo de pelotização como uma rota alternativa. A lama é oriunda dos processos de beneficiamento mineral e, quando não utilizada, tem como destinação final barragens de rejeito juntamente com outros resíduos. Tomou-se como principal objetivo a recuperação metalúrgica do processo como um todo, uma vez que a lama estudada chega a representar 20% da produção de uma mina e contém, aproximadamente, 50% de Fetotal. Como importante consequência, tem-se a redução de seu potencial como passivo ambiental. Para a produção de pelotas, fez-se um balanço de massa cuja adição de lama de minério de ferro variou de 1,7 a 6,7% em peso, sendo o último teor limitado pela basicidade e %Fe total, conforme composição de pelotas destinadas para altos-fornos. Foi verificada a influência da lama nas propriedades físicas, químicas e metalúrgicas das pelotas cruas e queimadas, comparando os resultados de cada formulação com lama com resultados de pelotas sem adição de lama. As pelotas contendo 6% de lama foram identificadas como as de melhor desempenho, dentre as outras formulações. Esse lote apresentou porosidade, resistência mecânica, RDI e RI adequados, em testes em escala de bancada.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.rights.uriAn error occurred getting the license - uri.*
dc.subjectBeneficiamento mineralpt_BR
dc.subjectPelotizaçãopt_BR
dc.subjectMinério de ferropt_BR
dc.subjectLamapt_BR
dc.subjectIron orept_BR
dc.titleEstudo da adição de lama de minério de ferro no processo de pelotização.pt_BR
dc.title.alternativeStudy of the addition of iron ore slimes in the pelletizing process.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 12/11/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeAraújo, Fernando Gabriel da Silvapt_BR
dc.contributor.refereeDutra, Flávio de Castropt_BR
dc.contributor.refereeKrüger, Fernando Leopoldo vonpt_BR
dc.contributor.refereeSolé, Rubén Antonio Llobellpt_BR
dc.description.abstractenThis work studied the technical feasibility of adding iron ore slimes in the pelletizing process as an alternative route to its disposal. These slimes are generated during ore beneficiation and are usually disposed in tailings dams, together with other rejects. This project aimed at the metallurgic recovery of the whole process, once the slimes can represent up to 20% of the production and carry approximately 50% Fe. An important consequence is the reduction of their potential as environmental liability. A mass balance calculation determined the appropriated amount of iron ore slimes for each of the produced pellets. The maximum value of 6.7% in weight was added due to the general imposition provided by blast furnace’s standard values of basicity and total iron content, being the lowest value equal to 1.7%. The slimes influence on the physical, chemical and metallurgical properties of both green and indurated pellet was studied, in comparison to pellets with no addition of iron ore slimes. Pellets containing 6% in weight of slimes were identified with the best performance, when compared to the other formulations. That batch presented porosity, mechanical strength, RDI and RI adequate, in bench scale tests.pt_BR
Appears in Collections:REDEMAT - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EstudoAdiçãoLama.pdf3,58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.