Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10122
Title: Caracterização de fatores associados à qualidade de vida e uso de medicamentos em mulheres no climatério cadastradas no município de Ouro Preto-MG.
Authors: Serpa, Miguel Arcangelo
metadata.dc.contributor.advisor: Veloso, Vanja Maria
Vital, Wendel Coura
Keywords: Menopausa
Saúde da mulher
Terapia hormonal
Issue Date: 2018
metadata.dc.contributor.referee: Veloso, Vanja Maria
Pereira, Rodrigo Pastor Alves
Araújo, Maria Rizoneide Negreiros de
Citation: SERPA, Miguel Arcangelo. Caracterização de fatores associados à qualidade de vida e uso de medicamentos em mulheres no climatério cadastradas no município de Ouro Preto-MG. 2018. 79 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) – Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.
Abstract: O climatério é uma etapa natural e faz parte do ciclo de vida da mulher como consequência do envelhecimento. Entretanto, mesmo sendo fisiológico, esse período é caracterizado por várias alterações físicas e/ou psicológicas relacionadas ao hipoestrogenismo que podem refletir na qualidade de vida dessas mulheres. Dessa maneira, o objetivo do estudo foi traçar um perfil socioeconômico, da qualidade de vida e do uso de medicamentos em mulheres no climatério cadastradas em três Unidades de Básicas de Saúde do município de Ouro Preto/Minas Gerais. Para isso um grupo de 95 mulheres, cadastradas nessas Unidades, foram entrevistadas e responderam a um roteiro de entrevista e um questionário previamente padronizado (SF-36) que avalia a qualidade de vida. Foram coletadas informações sobre dados pessoais, uso de medicamentos e hábitos de vida. A média de idade foi de 53,3 ± 4,4 anos, a maioria era casada (52,6%) e usuárias exclusivas do Sistema Único de Saúde (75,8%). A renda da maioria delas foi menos ou igual a um salário mínimo (55,8%), e 76,9% não tinham iniciado o ensino médio. A análise dos escores obtidos pelo questionário SF-36, revelou que a maior mediana foi no domínio aspecto físico e limitação por aspecto emocional (100) e a menor no domínio vitalidade (60). As variáveis estado civil e renda tiveram associação significativa para o domínio capacidade funcional. O domínio estado geral de saúde foi associado ao estado civil e a presença de doença crônica. Em relação ao uso de medicamento, a maioria das participantes (57,9%) utilizava algum medicamento de uso contínuo, sendo que 40% faziam uso anti-hipertensivo, 10,5% antidepressivo e 8,4% hipoglicemiante oral. Não foi detectado o uso de terapia hormonal por esta população. Concluiu-se que essa população possui baixa renda e escolaridade e a grande maioria era usuária exclusiva do SUS. A frequência de hipertensão nessa população foi maior que a esperada no Brasil. Ter um companheiro, melhor renda e não apresentar doença crônica foram os fatores que mostraram associação com uma melhor qualidade de vida.
metadata.dc.description.abstracten: The climacteric is a period that occurs naturally and is part of the women life cycle, as a aging consequence. However, even though physiological, this period is characterized by symptoms related to hypoestrogenism. Thus, the aim of this study was to delineate a socioeconomic profile, quality of life and medication use, in postmenopausal women enrolled in a Health Module in Ouro Preto – MG. For it was applied two questionnaires after training for standardization. One survey addressed on personal data, medication use and lifestyle habits and the other, the SF-36 questionnaire, already established in the literature, assessed the life quality of these women. The mean age was 53,3 ± 4,4 years, mostly married (52,6%) and exclusive users of the Unified Health System (75,8%). The income of most of them was less than or equal to the minimum wage (55.8%), and 76,9% had not started high school. The scores analysis, obtained by the SF -36 questionnaires, showed the highest median was in the limited by physical appearance and emotional domain (100) and the lowest in the vitality domain (60). The variables marital status and income were significantly associated to the domain functional capacity. The domain general health was associated with marital status and presence of chronic disease. Regarding medication use, most participants (57.9%) used any drugs of continuous use, and 40% used antihypertensive, 8.4%oral hypoglycemic and 10.5% antidepressant. Was not detected the hormonal therapy use in this population. It was concluded that this population is low income and education, exclusive users of SUS. Having a companion, better income and has no chronic disease, were factors associated with a better quality of life.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas. CIPHARMA, Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10122
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 04/09/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:CIPHARMA - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_CaracterizaçãoFatoresAssociados.pdf1,26 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons